Conheça um dos espaços de Joinville onde as ideias inovadoras saem do papel - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Joinville que Queremos21/11/2016 | 08h01Atualizada em 21/11/2016 | 08h01

Conheça um dos espaços de Joinville onde as ideias inovadoras saem do papel

Senai de Joinville tem dois institutos de pesquisa aplicada, responsáveis por inovações

Conheça um dos espaços de Joinville onde as ideias inovadoras saem do papel Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
O consultor técnico Clayton de Souza utiliza a máquina universal de ensaios Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS
Rafaela Mazzaro

Especial

O rótulo joinvilense de cidade industrial aos poucos divide importância com o de cidade tecnológica. Com a procura cada vez maior de empresários de todo o País que chegam ao Norte catarinense em busca de soluções inovadoras, não deve levar muito tempo para que Joinville ganhe definitivamente este reconhecimento. Muitos dos que aqui aportam à espera de amparo tecnológico têm como destino o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), onde atualmente funcionam dois dos 25 institutos de inovação da entidade espalhados pelo Brasil.

Confira a página especial do projeto Joinville que Queremos

Cada unidade de pesquisa aplicada atende a uma área, e Joinville sedia a de sistema de manufatura e a de laser. No Estado, só Florianópolis possui outro desses institutos, voltado a sistemas embarcados. Isso significa que, desde 2014, quando Joinville passou a abrigar a iniciativa do Senai, parte significativa das inovações industriais no País sai de cerca de mil metros quadrados na Zona Industrial Norte da cidade. Em breve, esta área física será ampliada em sete vezes, possibilitando que novos projetos sejam recebidos pelas equipes.

As futuras instalações, com previsão de inauguração para maio de 2017 e investimento de R$ 60 milhões, possibilitarão um nível de integração que até então o Senai não conseguiu conquistar devido à limitação de espaço: as startups (modelos de negócios inovadores) terão lugar para testarem seus produtos ou serviços, assim como outras empresas poderão ficar temporariamente alocadas por lá. A intenção é que estes empresários iniciantes se conectem a outros já reconhecidos de forma a estabelecer trocas de experiências.

— Hoje, nós atendemos desde pequenos empreendedores, desenvolvendo peças com investimento de R$ 10 mil, até os grandes, com máquinas de R$ 15 milhões — conta o diretor do Instituto Senai de Inovação em Sistemas de Manufatura, o doutor André Marcon Zanatta.

Zanatta espera que, com a nova estrutura em fase de construção a poucos quilômetros da atual, os institutos joinvilenses do Senai também conquistem o credenciamento na Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), o que traria mais recursos para as pesquisas aplicadas.

— Um dos nossos desafios é buscar parcerias que queiram compartilhar o risco — afirma Zanatta ao se referir que nem todos os projetos acabam sendo bem sucedidos após serem postos à prova.

Vinte projetos passam atualmente pelas mãos e mentes de 50 profissionais. Desde que os institutos ganharam espaço em Joinville, a equipe do Senai já executou projetos de P&D&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) para de 30 empresas, envolvendo aproximadamente R$ 30 milhões em recursos.

Alinhado a Indústria 4.0

O Senai de Joinville é referência em processamento de materiais a laser na América Latina e tem a segunda maior máquina do mundo na fabricação de peças de metais com esta tecnologia. O equipamento permite que objetos complexos sejam criados com extrema precisão.

André Zanatta exemplifica o auxílio que a máquina pode oferecer na fabricação de próteses para cirurgias. Como uma impressora 3D, a tecnologia que saiu dos laboratórios do Senai é capaz de produzir estes objetos a partir da leitura de uma tomografia. Peças de tamanhos microscópicos também se tornam possíveis com a ajuda do laser.

O Instituto de Inovação em Sistemas de Manufatura está alinhado às necessidades da Indústria 4.0, cuja principal diretriz é a conexão de máquinas inteligentes à internet. Uma das criações do instituto, ainda em fase de testes, é um equipamento que ajudará as empresas a separarem tipos diferentes de produtos em uma mesma embalagem, permitindo a personalização da venda ao gosto do cliente.

Os 25 institutos do Senai surgiram após o incentivo da Mobilização Empresarial pela Inovação, movimento coordenado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), formada por mais de 150 lideranças empresariais do País. O objetivo da rede que alcança 12 Estados brasileiros é aumentar a competitividade do setor industrial do Brasil a partir dos desafios apresentados por grandes, médias e pequenas corporações.

Como participar

Uma das formas de ter uma ideia desenvolvida com o apoio do Senai é participar de editais. O edital Senai Sesi de Inovação é uma das oportunidades. Neste ano, foram disponibilizados R$ 20 milhões para projetos de indústrias de todos os portes e setores, e de startups de base tecnológica, a serem executados pelo Senai.

A empresa que possui uma solução inovadora pode submeter a ideia, que será avaliada por especialistas. Passado pelo primeiro crivo, o proponente precisa elaborar o projeto e reunir a documentação exigida. A iniciativa é submetida novamente a um filtro até que seja aprovada para receber o subsídio.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Sustentabilidade 20/11/2016 | 19h45

Fábio Basso ensina a reaproveitar pneus e monitores em workshop em Joinville

Designer participou de evento realizado pelo projeto Joinville que Queremos sobre inovação

Joinville que Queremos 19/11/2016 | 10h55

Designer de Joinville mostra como é possível inovar na reforma e na decoração utilizando materiais descartados

O que não falta são ferramentas para inovar, diz Fábio Basso. Segundo ele, a criatividade só acaba se não houver mais lixo

Joinville que Queremos 18/11/2016 | 17h35

Projeto realiza workshop sustentável com o designer Fábio Basso em Joinville

Evento do Joinville que Queremos mostrará como transformar pneus usados em criativas caminhas para cachorro

Joinville que Queremos 17/11/2016 | 10h44

Inovação está no centro das discussões empresariais de Joinville

O tema desta etapa do projeto Joinville que Queremos vai mostrar saídas para melhorar a cidade e olhar os problemas sob outra ótica

Joinville que Queremos 12/08/2016 | 08h49

Programa em Joinville oferece aulas gratuitas para pessoas com deficiência

Natação na Univille atende à comunidade em espaço para inclusão

Joinville que Queremos 09/08/2016 | 13h36

Projeto social no Jardim Paraíso em Joinville usa o esporte para fortalecer a cidadania

Mais de 50 crianças e adolescentes fazem parte do Projeto Leões de Judá

Joinville que Queremos 08/08/2016 | 08h04

Programas sociais em Joinville formam cidadãos por meio do esporte

Conheça os projetos que ensinam atividade esportiva e cidadania para jovens em situação de vulnerabilidade social. A segunda etapa do Joinville que Queremos vai apresentar histórias inspiradoras sobre o tema até o dia

Joinville que Queremos 18/06/2016 | 07h01

Entenda como Joinville se prepara para receber os recém-nascidos e dá suporte às grávidas atendidas na rede pública

No ECA, há um capítulo inteiro sobre a vida e a saúde como direitos fundamentais

OPINIÃO 17/06/2016 | 09h30

Direitos e Deveres

Sérgio Ricardo Joesting, promotor de justiça da infância e juventude fala sobre o ECA; para ele, a crise não é somente econômica ou política, é de falta de respeito

Joinville que Queremos 17/06/2016 | 09h01

Livro reúne relatos sobre aplicação do ECA no Norte de Santa Catarina

A publicação, com 270 páginas, faz um resgate histórico inédito no Brasil

Tema em discussão 16/06/2016 | 07h03

Joinville que Queremos: o que as crianças sabem sobre seus direitos

Desde cedo, as escolas ensinam, em sala de aula, sobre os direitos da criança e do adolescente. Como você encara o assunto? Durante 12 dias, o “AN” terá reportagens especiais sobre o tema

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet

Mais sobre

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros