Tribunal anula condenação à prisão perpétua do ex-presidente Mursi - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

No Egito22/11/2016 | 08h13Atualizada em 22/11/2016 | 08h13

Tribunal anula condenação à prisão perpétua do ex-presidente Mursi

Ele havia sido condenado após ser acusado de espionagem a favor do movimento palestino Hamas, do Hezbollah libanês e do Irã

Tribunal anula condenação à prisão perpétua do ex-presidente Mursi KHALED DESOUKI/AFP
Foto: KHALED DESOUKI / AFP
AFP
AFP

O Tribunal de Cassação egípcio anulou, nesta terça-feira, a condenação à prisão perpétua contra o ex-presidente islamita Mohamed Mursi, destituído em 2013 pelo exército.

Mohamed Mursi foi condenado à prisão perpétua, em 2015, durante um julgamento pela acusação de espionagem a favor do movimento palestino Hamas, do Hezbollah libanês e do Irã.

O tribunal também anulou as penas contra vários dirigentes da Irmandade Muçulmana, grupo ao qual pertence o ex-presidente, afirmou o advogado Abdel Moneim Abdel Maqsud.

Leia mais notícias de mundo


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaNaufrágio deixa ao menos três mortos e 30 desaparecidos na Colômbia https://t.co/uAnF87Db0q #LeiaNoSantahá 14 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCorpo de jovem é encontrado em Criciúma, no sul do Estado https://t.co/DzW2gA9IrW #LeiaNoSantahá 50 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros