Vacina contra o HIV começa a ser testada na África do Sul - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Saúde28/11/2016 | 21h16Atualizada em 28/11/2016 | 21h16

Vacina contra o HIV começa a ser testada na África do Sul

Serão recrutadas mais de cinco mil pessoas para participarem dos testes

Zero Hora
Zero Hora

Começou nesta segunda-feira, na África do Sul, um novo e grande ensaio clínico de uma vacina contra o HIV. Serão recrutados mais de cinco mil homens e mulheres, com idades entre 18 e 35 anos, para participar da pesquisa que deve apresentar os primeiros resultados em 2020.

Chamado de HVTN 702, o estudo vai testar uma versão aprimorada da única vacina que já apresentou resultados significativos, a RV144. Conforme informações do The Guardian, esta primeira versão foi testada há sete anos na Tailândia e apresentou uma eficácia de 31%.

Agora, pesquisadores desejam ampliar a eficiência da droga para índices entre 50% e 60%.

Leia mais:
Há 35 anos, começava a epidemia de aids no mundo, mudando a vida de todos
Por que RS e Porto Alegre lideram as estatísticas da aids no país
Novas pesquisas impulsionam busca pela cura da aids

— Obviamente, gostaríamos que fosse 90%, mas isso é provavelmente pedir demais, dada a complexidade do HIV e a resposta imune do corpo a ele — disse o diretor do Instituo Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, ao The Guardian.

Produzida com um subtipo do vírus que circula pelo sul da África, chamado de "clade C", a vacina será aplicada em cinco doses e terão três reforços, além do uso de drogas adjuvantes para melhorar o sistema imunológico. Os voluntários serão monitorados durante dois anos.

A escolha da África do Sul se deve ao número elevado de pessoas que convivem com o vírus por lá. Estima-se que sete milhões de pessoas tenham HIV no país. Algumas regiões, inclusive, somam 30% da população com o vírus, segundo informações do Washington Post.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 5 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 5 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros