Argentina de 54 anos é esquecida pela família na praia dos Ingleses - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

MAIS UM CASO13/01/2017 | 18h02Atualizada em 13/01/2017 | 20h46

Argentina de 54 anos é esquecida pela família na praia dos Ingleses

Dona Maria teve os pertences furtados e não sabe onde está hospedada

Argentina de 54 anos é esquecida pela família na praia dos Ingleses Anderson Pompeu/Arquivo Pessoal
Maria Elena Pérez procurou ajuda em um imobiliária Foto: Anderson Pompeu / Arquivo Pessoal

Mais um caso de argentina esquecida pela família aconteceu nesta sexta-feira (13) no norte de Florianópolis. Dona Maria Elena Pérez, de 54 anos, disse que se perdeu dos parentes na praia dos Ingleses, onde estão hospedados, e que a família foi passar o dia no Sul da Ilha sem ela. Para piorar, a senhora teve os pertences furtados e ficou sem dinheiro.

Outra turista argentina encontrou Maria caminhando perdida e chorando na rua das Gaivotas e levou a mulher até uma imobiliária para pedir ajuda. Só que ela não sabe onde a família está hospedada.

— Aqui me deram de comer porque roubaram meu dinheiro na praia. Eu não vi nada porque foi quando entrei no mar — contou à reportagem a moradora de San Miguel de Tucumán, no norte da Argentina, e que está pela segunda vez veraneando na capital catarinense.

Dona Maria Elena ficou com o celular descarregado. Conforme Anderson Pompeu, corretor da imobiliária onde ela bateu na porta, a argentina sabe o número do marido de cor, mas chama e ninguém atende.

— Sorte que a gente tinha sobrando uma marmita inteira de uma funcionária que não quis almoçar aqui. Agora ela está comendo. Está mais tranquila. Antes ficava chorando e fumando um cigarro atrás do outro — disse Anderson.

Quando a imobiliária fechou, às 19h, ela foi levada até a 8ª Delegacia de Polícia. Em seguida, segundo informações do plantão, policiais militares conseguiram localizar os parentes da Dona Maria.

Esse é o segundo caso parecido nesta temporada. Em dezembro, argentinos esqueceram jovem em posto de combustíveis em Santana do Livramento. Na temporada passada, foram três casos de argentinas esquecidas no Rio Grande do Sul por famílias que vieram passar o verão em Santa Catarina. 

Em fevereiro de 2016, uma mulher procurou socorro em um posto de gasolina para o carro do marido, enguiçado a cerca de 20 km. Quando voltou, o carro dele não estava mais lá. Dias antes, um casal de argentinos esqueceu a filha de 19 anos num posto de gasolina da BR-290, em Eldorado do Sul. Em em janeiro, um argentino deixou a esposa num posto de Passo Fundo, após voltar para casa das férias.


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaComplexo Portuário de Itajaí é destaque em ranking mundial de movimentação de contêineres https://t.co/3Pq2uDnzhW #LeiaNoSantahá 39 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaReunião da CCJ da Assembleia Legislativa debate polêmico empréstimo da Celesc https://t.co/fLbGm6hxE5 #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros