Como os deputados de SC se preparam para a eleição da Câmara - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Política09/01/2017 | 12h24Atualizada em 09/01/2017 | 16h12

Como os deputados de SC se preparam para a eleição da Câmara

Como os deputados de SC se preparam para a eleição da Câmara Lucio Bernardo Jr / Câmara dos Deputados/Câmara dos Deputados
Foto: Lucio Bernardo Jr / Câmara dos Deputados / Câmara dos Deputados

Marcada para o próximo dia 2 de fevereiro, a votação que definirá o novo presidente da Câmara dos Deputados já movimenta os legisladores mesmo no recesso parlamentar. Os nomes cogitados a concorrer são Rogério Rosso (PSD-DF), Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE), que buscam conquistar aliados catarinenses. O único que faz oposição ao governo de Michel Temer é o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é o atual atual presidente da Casa e por isso não assume oficialmente que concorrerá ao cargo. 

O assunto divide opiniões na bancada catarinense. Enquanto alguns deputados vão esperar a orientação partidária para se posicionar, outros já estão envolvidos na articulação. O deputado federal Décio Lima (PT-SC), por exemplo, tem a intenção de compor uma das chapas para a mesa diretora da Câmara:

Confira o que eles disseram:

CARMEN ZANOTTO (PPS)
Vice-líder do PPS no Congresso Nacional, a deputada Carmen Zanotto diz que ainda não tem candidato definido. Questionada se pretende votar alinhada à determinação do partido, Carmen afirmou que só se posicionará "depois de um debate" junto da bancada. 

— Essa discussão deve acontecer no final de janeiro, por que deve ter uma reunião das bancadas. O PPS vai discutir internamente primeiro qual será o melhor encaminhamento. Até lá os nomes estarão consolidados.

EDINHO BEZ (PMDB)
Edinho Bez garante que tem conversado com políticos da base do governo. No entanto, a decisão de quem apoiar ainda não está tomada. Somente nos próximos dias, após reuniões junto ao colegas de partido, é que se posicionará. 

— O Rodrigo Maia só me ligou desejando um feliz ano-novo. Nós batemos um papo e ele não falou nada de voto. Fiquei na minha, já que ele é candidato e está sendo discutido se ele pode ou não. Já o Jovair Arantes também me ligou pedindo apoio, mas vamos aguardar os postulantes que são da base do governo.

CELSO MALDANER (PMDB)
O deputado federal Celso Maldaner é outro que ainda não tem posição sobre a votação do próximo dia 2. Para ele, no entanto, a maior preocupação é com posição interna do PMDB para vice na presidência. 

— Eu acho que é cedo ainda. Estou mais preocupado com a candidatura interna do PMDB para vice. Para presidente, vamos aguardar os próximos acontecimentos, até porque não tem ninguém do nosso partido. Vamos aguardar as regras do jogo, por enquanto não vou me manifestar. 

GEOVANIA DE SÁ (PSDB) 
A deputada Geovania de Sá continua sem posicionamento. Ela explica que na bancado do PSDB, apesar de alguns nomes já em articulação, ainda não há decisão fechada. 

— A gente está aguardando o líder do PSDB na Câmara nos chamar para a gente ver como o PSDB vai se comportar. Em relação ao posicionamento da bancada, ainda não existe uma decisão fechada. Isso se discute isoladamente. A gente está aguardando, mas o PSDB deverá ter uma vaga na mesa. É claro que já tem deputado pedindo voto, mas a gente vai sentar e discutir. 

JORGINHO MELLO (PR)
Sem definição ainda, Jorginho Mello foi procurado pelo petebista Jovair Arantes. No entanto, ainda não decidiu seu voto:

— Só recebi de um pré-candidato [Jovair Arantes], mas não tenho nada claro ainda. Não sei, vamos esperar. Na minha opinião, precisa ser um deputado que tenha diversos mandatos e, independentemente do partido, que seja limpo, que tenha a cara limpa. 

ROGÉRIO PENINHA MENDONÇA (PMDB)
O único catarinense a declarar voto até agora, Peninha acolheu o pedido de Jovair e apoiará o pré-candidato goiano na corrida pela presidência. Quando perguntado se contraria uma futura orientação do partido, Peninha garantiu que seu voto é de acordo com o que ele próprio decidiu. 

— Pretendo votar no Jovair Arantes. Inclusive, no dia 16 ele já está programando uma viagem para Santa Catarina, em Florianópolis, para conversar com os demais deputados. Além disso, deve tentar se reunir com o governador também. 

MARCO TEBALDI (PSDB) 
Um dos articuladores do PSDB no Estado, Tebaldi defende candidatura própria:

— Ainda acho que devemos ter candidato para presidência. Na eleição de Rodrigo Maia, no ano passado, decidimos que iríamos apoiá-lo para que nos apoiassem nessa eleição. Agora não sei o que aconteceu, não sei ainda como vai ficar. 

DÉCIO LIMA (PT)
Na corrida para compor a mesa da presidência neste ano, Décio Lima deverá se juntar aos colegas de partido nos próximos dias para escolher a chapa que o PT irá apoiar. 

— Esse debate nós vamos fazer internamente. Vamos ver como vamos compor junto ao partido. Já decidimos que não vamos ter candidatura a presidente, e agora decidiremos como participar em uma das chapas. 

Outros

O deputado Valdir Colatto (PMDB) diz que não se envolveu ainda nos bastidores da eleição. O deputado Espiridião Amin (PP) pretende se manifestar apenas depois do dia 20 de janeiro. Admite ter dúvidas sobre a candidatura de Maia e quer ter mais subsídios para se posicionar. 

Pedro Uczai (PT)  e Mauro Mariani (PMDB) estão em férias ou viagem. João Paulo Kleinübing (PSD), João Rodrigues (PSD), Jorge Boeira (PP) e Ronaldo Benedet (PMDB) não foram localizados pela reportagem para comentar o assunto. 



 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaNova lei reduz para 5 dias o tempo para abrir micro e pequenas empresas em Santa Catarina https://t.co/LcURFSK59c #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaNova lei reduz em até 5 dias o tempo para abrir micro e pequenas empresas em Santa Catarina https://t.co/ox37LyY2ek #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros