Reportagem em site nacional diz que Santa Catarina é o Estado com mais praias poluídas no país - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Prejuízo no turismo12/01/2017 | 16h55Atualizada em 12/01/2017 | 18h10

Reportagem em site nacional diz que Santa Catarina é o Estado com mais praias poluídas no país

Fatma questiona modelo de análise feito pela publicação

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

Uma reportagem no site da revista Exame, publicada nesta quinta-feira, traz Santa Catarina ao topo do ranking dos estados com mais praias impróprias para banho no país — e ilustra o texto com uma foto de Balneário Camboriú. 

Compartilhada nas redes sociais, a matéria causou polêmica, especialmente pelos critérios de comparação utilizados.

O texto afirma que 14 Estados no país têm balneários com alta concentração de bactérias. E que Santa Catarina tem 71 praias que "estão poluídas e devem ser evitadas". O Estado, que tem 214 pontos de coleta e avaliação, é comparado com o Maranhão, que tem apenas 21 pontos de análise, sendo somente um deles considerado impróprio.

A lista de ¿praias não recomendadas para banho¿ em Santa Catarina inclui as cidades de Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul, Balneário Rincão, Barra Velha, Bombinhas, Florianópolis, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Joinville, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

A Fatma explicou por meio da assessoria de imprensa que o Estado tem em média 70% dos pontos analisados considerados próprios para banho. "Se pegarmos outros Estados, Espírito Santo, por exemplo, a proporção é quase a mesma. Eles avaliam 70 pontos e 18 estão impróprios. Também há de se levar em conta o tamanho dos litorais, já que o serviço de balneabilidade é de saúde pública. Santa Catarina, que possui 560 quilômetros de litoral, avalia quase o dobro de pontos que a Bahia, que possui 1.183 quilômetros de litoral".

O secretário de Turismo de Balneário Camboriú, Miro Teixeira, lamentou a avaliação e a exposição negativa:

— A pesquisa deveria usar o mesmo parâmetro para todos os Estados. Santa Catarina tem um monitoramento mais evoluído e acabamos penalizados por isso. Fomos expostos de maneira injusta. Os turistas podem vir tranquilamente às praias de Balneário Camboriú. Temos 100% da rede de esgoto tratada. 

Há o que melhorar

De fato, a análise da publicação comparou modelos de análise de balneabilidade que não são semelhantes. E isso causou um problema sério para o Estado na temporada. Logo num verão com movimento abaixo do esperado.

Não há dúvidas de que há muito o que melhorar em saneamento em Santa Catarina. E que temos praias impróprias demais para um Estado que se vende como um dos melhores destinos do país. Mas é fato que dificilmente seríamos o local com praias mais poluídas no Brasil se os critérios fossem os mesmos para todo o Brasil.

Quem sabe não é hora de unificar os modelos de análise?  

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlog do Pancho: "Cachorro motorista" alerta para infração perigosa https://t.co/gvRqd9c69Shá 14 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaReajuste da gasolina deve atingir todos os postos da Grande Florianópolis até segunda-feira https://t.co/BZQfJlpenM #LeiaNoSantahá 42 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros