Suspeito de estuprar duas mulheres em Joinville é preso em Balneário Camboriú - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Segurança10/01/2017 | 18h47Atualizada em 10/01/2017 | 18h48

Suspeito de estuprar duas mulheres em Joinville é preso em Balneário Camboriú

Denunciado por estupro, ele foi preso por comprar cigarros importados sem pagar impostos

Um homem de 37 anos suspeito de cometer pelo menos dois estupros em Joinville foi preso nesta terça-feira pela Polícia Civil em Balneário Camboriú. A prisão ocorreu durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa dele, onde foram encontrados 57 pacotes de cigarros importados da Indonésia, sem o pagamento de impostos, o que configura o crime de descaminho. Ele permanece preso na Polícia Federal.

Leia as últimas notícias sobre Joinville e região no AN.com.br

Segundo a delegada Georgia Marriany Gonçalves Bastos, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami), o homem foi indiciado por estupro contra duas mulheres, em casos que ocorreram em 2014 e 2015 em Joinville. Ele fazia contato com as vítimas por meio de redes sociais, marcava o encontro, as buscava na residência e oferecia substâncias para dopá-las. O suspeito ainda estuprava as mulheres, que apresentavam lesões de esganadura.

Na rede social do suspeito, havia fotos dele com helicóptero e carros de luxo, o que seria usado para chamar a atenção das vítimas. Quando foi questionado sobre os crimes de estupro, ele não se pronunciou, usando do direito constitucional de permanecer em silêncio.

A delegada também conta que há laudos de lesão corporal e toxicológico que atestam as mordidas e esganaduras. Uma das vítimas também realizou o exame toxicológico, que apontou morfina e codeína, substâncias que provocam sedação. Segundo Georgia, foram encontrados medicamentos controlados na casa do homem, além de bebida e copos no veículo. Tudo ainda será analisado pela perícia.

O homem tem histórico de crimes de violência sexual. Ele foi condenado pela Justiça em 2012 por estupro cometido em Balneário Camboriú. No entanto, conseguiu desclassificar para o crime de violação sexual mediante fraude, tendo reduzido a pena e cumprido em regime aberto. De acordo com a delegada Georgia, ele também tem passagem policial por comércio de anabolizantes.

Até o momento, duas vítimas reconheceram o suspeito como o autor dos crimes de estupro em Joinville. A suspeita é de quem exista outras vítimas que ainda não realizaram boletim de ocorrência. As denúncias podem ser realizadas pelo telefone 181 ou diretamente na delegacia. A Dpcami fica na rua Doutor Plácido Olímpio de Oliveira, 843, no bairro Bucarein.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Segurança 23/09/2016 | 16h41

Polícia busca autor de estupros contra mulheres na zona Sul de Joinville

Pelo menos três casos foram registrados em agosto e setembro e apontam para mesmo homem

Segurança 02/06/2016 | 06h31

ATUALIZAÇÃO: Número de mulheres que sofrem violência por dia em Joinville é de 12,2

Número real, no entanto, pode ser muito maior, já que por medo, boa parte das mulheres vítimas de agressões não leva o problema ao conhecimento da polícia e da Justiça.

Crime silencioso  01/06/2016 | 10h12

Madrinha é indiciada por abuso contra afilhada de nove anos em Joinville

Crime pode ter ocorrido durante pelo menos dois anos. Polícia pediu a prisão preventiva da mulher

Crime silencioso  26/06/2015 | 10h20

Exclusivo: Irmãs são vítimas de padrasto em Joinville

Não é um caso isolado: a cada dois dias, uma criança é vítima de abuso sexual em Joinville. Reportagem especial multimídia discute o tema

Crime 19/02/2015 | 21h40

Suspeito de pedofilia é preso nesta quinta-feira na zona Leste de Joinville

Homem é suspeito de ter abusado sexualmente de duas meninas

Fica para o ano que vem 21/11/2014 | 06h45

Burocracia impede programa contra violência sexual infantojuvenil de funcionar em Joinville

Para entrar em operação, Pair depende da definição da empresa que fará a integração da rede para vítimas jovens e adolescentes

Vítimas do medo 15/07/2014 | 06h02

Vítimas de abuso sexual podem se recuperar do trauma, mas precisam de acompanhamento psicológico

As sequelas de uma vida de abusos e de reclusão forçada continuam presentes depois que casos como o de Rio Negrinho, em que o pai estuprou as filhas, são descobertos

Crime contra a criança 12/07/2014 | 10h06

Conheça a história da menina que aos oito anos de idade sofria agressões na casa dos tios em Joinville

Garotinha gaúcha já havia sido separada dos pais biológicos que seriam alcoólatras e também teria sofrido maus-tratos na casa de outros parentes antes vir morar em Santa Catarina

Coragem depois do drama 08/12/2012 | 11h22

Mães que denunciaram professor por abuso sexual sofrem hostilidade em Monte Castelo

Mulheres se uniram para pedir justiça ante as denúncias confirmadas pelas 16 filhas

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaComando local pretende aguardar próximas etapas para avaliar impacto na cidade https://t.co/8OK3JXzVx8 #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaSudão do Sul alerta que quase metade de sua população passa fome https://t.co/se1rzRT2kG #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros