Colombo autoriza em Joinville repasse de R$ 4,5 milhões para bombeiros e R$ 1,6 milhão para Bolshoi - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Infraestrutura12/04/2017 | 09h53Atualizada em 12/04/2017 | 09h53

Colombo autoriza em Joinville repasse de R$ 4,5 milhões para bombeiros e R$ 1,6 milhão para Bolshoi

Instituições da cidade têm caixa reforçado 

Colombo autoriza em Joinville repasse de R$ 4,5 milhões para bombeiros e R$ 1,6 milhão para Bolshoi Salmo Duarte/Agencia RBS
Thomazi (E) e Udo (C) acompanham a assinatura do contrato na sede dos Bombeiros Voluntários de Joinville Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS


Apesar de valorizar o repasse de R$ 4,5 milhões assinado pelo governador Raimundo Colombo para as corporações voluntárias, o presidente da Associação dos Bombeiros Voluntários de SC (Abvesc), Moacir Thomazi, deixou escapar uma ponta de insatisfação. Segundo ele, nos últimos 14 anos, desde que os militares se tornaram independentes da polícia, têm uma folha de pagamento mensal superior a R$ 9 milhões apenas com os inativos.

Leia as últimas notícias sobre Joinville e região no AN.com.br
Colombo assina edital de licitação para duplicação do Eixo Industrial de Joinville 

– O valor mensal é maior que o dobro da contribuição que o governo do Estado está dando para os bombeiros militares, que é anual – ressaltou Thomazi.

Colombo esteve ontem na sede dos Bombeiros Voluntários de Joinville para liberar os recursos, que serão destinados à manutenção do serviço e à compra de equipamentos para as 29 corporações do Estado. A divisão será feita de acordo com a população, sendo que 35% dos recursos ficarão na unidade joinvilense.

De acordo com o presidente da Abvesc, os recursos representam quase a diferença entre ¿a vida e a morte¿. Isso porque as corporações voluntárias dependem de doações da comunidade para manter o trabalho. Em Joinville, 35 mil pessoas contribuem mensalmente com doações pela conta de energia elétrica. No entanto, o valor sempre precisa ser complementado com recursos do Estado.

– Dessa vez, foi o convênio de valor mais expressivo da história da Abvesc – afirmou Thomazi.

Colombo afirmou que a legislação brasileira fortalece a corporação militar, que cumpre bem o seu papel e tem uma excelente cobertura em SC. O governador defendeu que é possível a convivência dos dois modelos – voluntários e militares –, aproveitando o melhor que ambos podem dar e somando os esforços. Porém, ele admite que o repasse feito ontem é importante porque os bombeiros voluntários trabalham com muitas dificuldades no Estado.

– São vários os municípios que estão sendo atendidos que prestam serviço de grande relevância, inclusive substituindo o Estado com um custo muito menor. Então, a gente tem que ajudar para que eles continuem se aperfeiçoando, comprando novos equipamentos e se estruturando para enfrentar os desafios – concluiu.

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDecreto da prefeitura pode acabar com conselhos municipais de Florianópolis, dizem ONGs https://t.co/fveKGgi34y #LeiaNoSantahá 4 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPrefeito de Rio do Sul tem o mandato cassado após denúncia de caixa 2 nas eleições https://t.co/WJZ2cnQjNZ #LeiaNoSantahá 13 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros