Jornalistas debatem produção de reportagens multimídias em palestra promovida pela RBS SC - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Diálogos18/04/2017 | 13h16Atualizada em 18/04/2017 | 13h16

Jornalistas debatem produção de reportagens multimídias em palestra promovida pela RBS SC

O evento foi o segundo de 11 encontros que formam o Diálogos Jornalismo, projeto que reúne profissionais e estudantes da área

Jornalistas debatem produção de reportagens multimídias em palestra promovida pela RBS SC Andressa Santa Cruz / UFSC/UFSC
Raquel Ritter Longhi, professora da UFSC, e Emerson Gasperin, repórter do Diário Catarinense, participaram do painel Foto: Andressa Santa Cruz / UFSC / UFSC
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O jornalista Emerson Gasperin, repórter do Diário Catarinense, e a professora Raquel Ritter Longhi, coordenadora do Núcleo de Estudos e Produção em Hipermídia aplicados ao Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) participaram de um painel na manhã desta terça-feira, 18, com o tema: Multiplataforma - A reportagem concebida para diversas linguagens. O evento, realizado no Centro de Comunicação e Expressão (CCE), foi o segundo de 11 encontros que formam o Diálogos Jornalismo, projeto da RBS SC que que reúne jornalistas e estudantes da área em universidades para debater sobre a profissão.

Gasperin abriu os diálogos explicando sobre o projeto, que foi desenvolvido para marcar o período em que se comemora o Dia do Jornalista (7 de abril) e o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa (3 de maio). Formado pela UFSC,  também contou aos estudantes sobre sua experiência profissional, como quando atuou como repórter de cultura do jornal O Estado de S. Paulo e quando chefiou a edição da revista Bizz que conquistou o Prêmio Abril de Jornalismo.

O jornalista falou sobre sua atuação no Diário Catarinense, no qual é colunista de música do Caderno Anexo e repórter do Caderno Nós, lançado em outubro de 2015 com periodicidade semanal. Sobre o caderno, detalhou suas características, os temas abordados e o processo de produção.

A professora Raquel, doutora em Comunicação e Semiótica e pesquisadora com ênfase em narrativas ciberjornalísticas, jornalismo imersivo, jornalismo online, contribuiu ao debate com informações sobre a linguagem hipermídia e sobre como o jornalismo continua vivo em tudo isso. Ela levantou questões como a polivalência do jornalista, a capacidade de ser multimídia e dominar as diferentes linguagens.

— Você pensar a multimídia antes de fazer é o grande desafio do jornalista hoje, ele precisa saber onde e como usar e não somente porque tem que fazer — explica Raquel.

Gasperin foi questionado pelo público sobre os novos formatos explorados na redação e o perfil da equipe perante a necessidade de produzir conteúdos multimídia. Ele citou a produção do Caderno Nós e de especiais desenvolvidos pelo jornal, que envolvem repórteres, editores, fotógrafos, editores de vídeo e web designers. Ao ser indagado quanto a diferença entre o online e a cultura do impresso, enfatizou que acredita que em algum dia esse suporte vai acabar, mas que ainda acredita na sua força:

— O jornal impresso tem uma grande força, já que através dele não é possível voltar atrás. É a ferramenta que as pessoas mais usam para aferir a veracidade de um fato. Eu acredito que a cultura do jornal impresso ainda é forte — defende.

Leia também:

Debate sobre a credibilidade da notícia abre ciclo de palestras promovido pela RBS SC no Estado

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMotociclista fica ferida em acidente na Rua 2 de Setembro em Blumenau https://t.co/yKsvM3Pdk1 #LeiaNoSantahá 4 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia espanhola prende quatro suspeitos de ligação com atentados de Bruxelas https://t.co/pCoNaKYoim #LeiaNoSantahá 4 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros