Putin: relações entre a Rússia e os EUA pioraram com Trump - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Tensão12/04/2017 | 07h52Atualizada em 12/04/2017 | 07h52

Putin: relações entre a Rússia e os EUA pioraram com Trump

Presidente russo afirmou que o "nível de confiança" na questão militar "não melhorou, mas provavelmente piorou" após a posse do republicano

Putin: relações entre a Rússia e os EUA pioraram com Trump SERGEI CHIRIKOV/POOL AFP
Foto: SERGEI CHIRIKOV / POOL AFP
AFP
AFP

s relações entre a Rússia e os Estados Unidos pioraram desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca em janeiro, afirmou o presidente russo, Vladimir Putin, em uma entrevista exibida nesta quarta-feira.

— Você pode dizer que o nível de confiança em nossas relações de trabalho, especialmente na questão militar, não melhorou, mas provavelmente piorou — disse Putin ao canal de notícias Mir 24 ao falar sobre o relacionamento entre os dois países.

Leia mais
Rússia quer conhecer as "verdadeiras intenções" dos EUA, diz ministro
Presidente da China defende "solução pela via pacífica" com a Coreia do Norte
Coptas do Egito limitam as celebrações de Páscoa após atentados

Durante as eleições, Trump chegou a ensaiar uma aproximação com a Rússia, fazendo elogios públicos a Putin. No entanto, a relação entre as potências recuou após o ataque norte-americano a uma base área síria, já que o regime de Bashar al-Assad é apoiado pelos russos.

Nesta quarta-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia e o secretário de Estado norte-americano estão reunidos em Moscou. O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, afirmou que o país deseja conhecer "as verdadeiras intenções" dos Estados Unidos. Em resposta, Rex Tillerson disse que deseja um diálogo "aberto, franco e sincero".

Leia as últimas notícias de Mundo

*AFP

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaFacebook, Microsoft, Twitter e YouTube criam fórum mundial contra terrorismo https://t.co/uASGC5xPPI #LeiaNoSantahá 55 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEUA exorta China a dar 'liberdade de movimento" a nobel Liu Xiaobo https://t.co/kMBCQgcUtc #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros