Suprema Corte do Paquistão determina investigação contra primeiro-ministro por corrupção - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Panama Papers20/04/2017 | 11h48Atualizada em 20/04/2017 | 12h21

Suprema Corte do Paquistão determina investigação contra primeiro-ministro por corrupção

Nawaz Sharif é acusado de ter ocultado a existência de empresas e bens imobiliários dos filhos

Suprema Corte do Paquistão determina investigação contra primeiro-ministro por corrupção AAMIR QURESHI/AFP
Foto: AAMIR QURESHI / AFP
AFP
AFP

a Suprema Corte do Paquistão ordenou, nesta quinta-feira, uma investigação mais detalhada sobre as acusações contra o primeiro-ministro Nawaz Sharif, envolvido no caso conhecido como Panama Papers. O tribunal, no entanto, não pediu a destituição de Sharif.

O primeiro-ministro é acusado de ter ocultado a verdade sobre as empresas e os bens imobiliários que seus filhos possuem por meio de sociedades financeiras conhecidas como "offshore".

Leia mais
Anistia Internacional e UE alertam para a violência na Venezuela
Operação para retirar moradores de cidades sitiadas é suspensa na Síria
Papa Francisco canonizará crianças pastoras de Fátima em 13 de maio

O caso surgiu com o vazamento maciço de documentos do escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca, que revelou manobras de evasão fiscal de empresas e personalidades de todo o mundo.

— É necessária uma investigação mais profunda — afirmou o juiz Asif Saeed Khosa ao anunciar a decisão do Supremo, nesta quinta-feira.

O tribunal ordenou a criação, em um prazo de sete dias, de uma comissão de inquérito conjunta com a presença de representantes do Escritório de Combate à Corrupção e do Serviço Secreto militar. A equipe terá 60 dias para as investigações.

Dois dos cinco juízes foram mais longe e exigiram a destituição de Sharif, a quem classificaram de "desonesto".

O caso, iniciado pelo líder da oposição Imran Khan, é destaque há vários meses na imprensa do Paquistão, que deve realizar eleições gerais em 2018, ao final do terceiro mandato de Sharif.

— Todas as explicações que deram ao Tribunal Supremo sobre suas fontes de renda são mentirosas — disse à imprensa Khan, que pediu a renúncia de Sharif até que a investigação seja concluída.

Leia as últimas notícias de Mundo

*AFP

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaFelipe Neto apresenta espetáculo Megafest em Florianópolis https://t.co/HgZ3KuDXfl #LeiaNoSantahá 12 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBlumenau sedia Encontro Sul-Americano de Motociclistas https://t.co/AgqjfWIUkR #LeiaNoSantahá 47 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca