Pente-fino do INSS cancela mais de 102 mil auxílios-doença no país  - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Revisão17/05/2017 | 21h42Atualizada em 17/05/2017 | 21h42

Pente-fino do INSS cancela mais de 102 mil auxílios-doença no país 

Em Santa Catarina, são quase 7 mil usuários impactados

Pente-fino do INSS cancela mais de 102 mil auxílios-doença no país  Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Agência Brasil
Agência Brasil

O governo federal cancelou 81% dos 126,2 mil benefícios de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebiam o auxílio-doença e há mais de dois anos não passavam por avaliação médica. Desde o início do segundo semestre de 2016, o órgão faz um pente-fino nos benefícios por incapacidade.

Com o fim dos pagamentos dos 102,6 mil benefícios, o governo estima uma economia de R$2 bilhões para os cofres públicos. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, a revisão mostrou ¿que as pessoas estão saudáveis e aptas para retornar ao trabalho¿. A avaliação periódica é obrigatória para manutenção do benefício.

Até agora, foram enviadas 322,8 mil cartas de convocação para revisão do auxílio-doença. Após o recebimento, o segurado tem cinco dias úteis para agendar a perícia pelo Disque 135. O beneficiário que não atender à convocação ou não comparecer na data agendada terá o benefício suspenso.

Em Santa Catarina, o governo federal cancelou 6.721 auxílios-doença, o que trouxe uma economia de R$ 111,7 milhões aos cofres da União. O pente-fino nesses benefícios começou em julho do ano passado, após o governo identificar 101,5 mil catarinenses que estavam recebendo o benefício por determinação judicial sem que tivessem passado por avaliação médica nos últimos dois anos.

Números

O não comparecimento do segurado à convocação do INSS já levou ao cancelamento de 11,5 mil benefícios. Além disso, 17,3 mil benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez; 1,3 mil em auxílio-acidente; 629 em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 4,2 mil pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional.

Ao todo, serão convocadas 1,7 milhão de pessoas que há mais de dois anos estão sem perícia. Dessas, 530 mil recebem o auxílio-doença e 1,1 mil são aposentadas por invalidez com menos de 60 anos.

Os beneficiários de auxílio-doença com mais de 60 anos também já começaram a ser chamados. Até o momento, 12,7 mil segurados nessa categoria passaram por perícia médica. Do total, 8 mil benefícios (63%) foram cancelados.

Leia também:
Governo cancela 86% dos auxílios-doença que passaram por pente-fino do INSS em SC

INSS convoca para pente-fino beneficiários com mais de 60 anos

73 mil aposentados por invalidez terão benefício revisado em SC

INSS prevê revisão de 100 mil benefícios em Santa Catarina

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaEntenda o caso do triplex, que levou à condenação de Lula por Sergio Moro https://t.co/BnrFc48PZC #LeiaNoSantahá 10 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaRelembre a condenação de Lula por Sergio Moro em caso do triplex do Guarujá https://t.co/0PkxU6BAwK #LeiaNoSantahá 10 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros