Sinal gratuito de internet wi-fi é ampliado em Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Tecnologia12/05/2017 | 08h22Atualizada em 12/05/2017 | 08h29

Sinal gratuito de internet wi-fi é ampliado em Blumenau

Ampliação da rede de fibra óptica e do sinal de wi-fi melhora a conexão nas áreas públicas, mas estrutura carece de reforço


A professora Cristiane Aparecida Esser testou a internet gratuita no Parque Ramiro Ruediger Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Estar conectado é, hoje em dia, um ato quase instantâneo. Casas, empresas, escolas e repartições públicas já disponibilizam redes sem fio para quem estiver passando e as pessoas chegam a estranhar os lugares que ainda não oferecem esse tipo de conexão. Seguindo essa tendência de comportamento, as cidades passaram a disponibilizar estas redes em áreas públicas e Blumenau não ficou de fora. Começou em 2008 com a instalação de uma rede no Parque Ramiro Ruediger e se estendeu com a implantação do programa Blumenau Conecta, que hoje tem 51 pontos de acesso à internet em 35 locais diferentes e registra cerca de 22 mil conexões por dia.

::: Santa testa internet wi-fi em pontos públicos de Blumenau

A última evolução do sistema é a ampliação da rede de fibra óptica em toda a cidade e a melhoria do sinal no Parque Ramiro Ruediger em 30%, para aumentar a velocidade e a qualidade do serviço para os usuários do local.

O aumento da capacidade de sinal no parque foi possível por causa da troca do equipamento utilizado, instalado há quase 10 anos e com tecnologia já obsoleta em relação aos outros dispositivos utilizados no programa Blumenau Conecta, explica o diretor de Infraestrutura Tecnológica da Secretaria de Gestão e Transparência, Alexandre de Carly Ronsani.

Segundo ele, o modem utilizado no parque sequer estava integrado à rede do programa:

– Era um aparelho muito antigo. Quando dava problema não podíamos nem tentar verificar de forma remota. Para qualquer coisa tinha que ir um técnico até lá e verificar no local o que estava acontecendo. Além disso, ele era limitado, a área de cobertura era pequena, então resolvemos implantar outro aparelho, agora ligado a nossa rede de fibra óptica e que faz parte de fato do Blumenau Conecta.

Cadastro necessário para o acesso à rede

Com o aumento do sinal a área de cobertura foi ampliada, mas ainda não cobre todo o parque. O diretor explica que há um projeto já em análise para que todo o espaço do Ramiro seja coberto por rede wi-fi.

Ronsani explica que a ampliação da rede também exige que a oferta do serviço seja adequada ao Marco Civil da Internet, em vigor desde junho de 2014. Uma das exigências da legislação é a possibilidade de identificação dos usuários, principalmente nos casos de rede pública e, por isso, será necessário fazer um cadastro antes de utilizar a rede:

– Como é um serviço livre, mas não tem senha, a pessoa tem que se cadastrar e criar uma identificação, com login e senha, para poder utilizar a senha. Isso é importante porque precisamos ter algo que possibilite encontrar essa máquina. Por exemplo, se houver uma denúncia de pedofilia na internet e a investigação apontar que isso está ocorrendo na nossa rede, temos que ter a identificação, o IP ou registro desse aparelho que se conectou.

A conexão através de cadastro já foi implantada na prefeitura e será colocada também no Parque Ramiro Ruediger. Nos terminais de ônibus, onde o acesso é maior, porém o tempo de permanência na rede é menor, o acesso ainda ficará liberado e o cadastro só deve ser incluído quando a ampliação da rede de fibra óptica for concluída.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    Santa"São infelizes coincidências", diz secretário sobre ataques a agentes prisionais em SC https://t.co/m5tXxIVxoq #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEpagri/Ciram alerta para risco de ressaca e alagamentos no domingo e na segunda-feira em SC https://t.co/9sQLDUhstM #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros