Ataque talibã contra delegacia mata cinco policiais no Afeganistão - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Cabul18/06/2017 | 11h42

Ataque talibã contra delegacia mata cinco policiais no Afeganistão

Os talibãs realizaram neste domingo um ataque coordenado que durou várias horas contra a sede da polícia de Gardez, sudeste do Afeganistão, confirmando assim a intensificação de suas ofensivas durante o mês sagrado muçulmano do Ramadã.

O ataque, que durou quase dez horas, deixou cinco mortos e nove feridos entre os policiais e treze feridos civis, anunciou o gabinete do governador da província de Paktiya em um comunicado.

O ataque foi realizado por um grupo de sete talibãs. Todos morreram, afirmaram as autoridades, precisando que um deles se explodiu na entrada da delegacia para dar abrir passagem para os demais.

"Quatro agressores morreram na resposta das forças especiais e outros dois resistiram no local durante várias horas", segundo o comunicado.

A base de Gardez, capital da província de Paktiya, conta com policiais comuns e membros das forças especiais da polícia afegã.

O comandante da polícia da região sudeste do Afeganistão, Asadulá Shirzad, detalhou um ataque coordenado e bem preparado, cujo esquema já havia sido usado no passado.

"Um primeiro agressor explodiu seu carro na entrada da sede, abrindo caminho para os outros dois, que dispararam contra as forças de segurança", explicou. "Outro camicase foi abatido", acrescentou.

O porta-voz dos talibãs, Zabihulá Muyahid, revindicou o ataque em um comunicado.

O porta-voz dos talibãs, Zabihulá Muyahid, revindicou o ataque em um comunicado.

"Nossos mártires mujahedines lançaram um ataque de mártires contra uma base das forças especiais em Gardez, Paktiya", escreveu.

E, como de costume, forneceu um balanço muito superior ao oficial, de "uma centena de mortos e feridos entre os policiais".

- Avanço insurgente -

Desde o começo, no final de abril, de sua ofensiva de primavera (europeia), os talibãs multiplicam os ataques contra posições do exército e a polícia afegãos, evidenciando a vulnerabilidade dessas instituições que perderam dezenas de homens nas últimas semanas.

Cerca de 60 militares morreram em ataques contra suas bases, em sua maioria realizados à noite, apenas na província de Kandahar, sul do país, no transcurso de uma semana no final de maio.

Atacaram também as forças da coalizão internacional que apoiam as forças afegãs.

Sete soldados americanos ficaram feridos no sábado por um soldado afegão, que disparou contra seus instrutores.

Sem reivindicar a operação, os talibãs, que querem a queda do regime do presidente Ashraf Ghani e a saída das forças ocidentais no país, classificaram o soldado de "patriota".

A multiplicação desses ataques acontece num momento em ue o Pentágono está disposto a anunciar o envio de milhares de homens adicionais para contra-atacar o avanço dos insurgentes islamitas no país.

* AFP

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDepois de amanhecer gelado, temperaturas podem chegar a 24ºC em Santa Catarina  https://t.co/h5QU3Ox1zx #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDiante da superlotação, moradores da Serra de SC oferecem hospedagem alternativa aos turistas https://t.co/JGBQBGYO6N #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros