Trecho da BR-282 em São José do Cerrito é parcialmente liberado - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Na Serra19/06/2017 | 17h10Atualizada em 19/06/2017 | 17h58

Trecho da BR-282 em São José do Cerrito é parcialmente liberado

Apesar de ainda ter barro sobre a pista, o tráfego foi permitido para veículos leves em esquema de siga e pare

Trecho da BR-282 em São José do Cerrito é parcialmente liberado Polícia Rodoviária Federal / Divulgação/Divulgação
Ainda não há previsão para a liberação completa da pista Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Bloqueado desde o começo deste mês por uma queda de barreira provocada pelas fortes chuvas em Santa Catarina, o Km 253 da BR-282, em São José do Cerrito, na Serra de Santa Catarina, foi parcialmente liberado nesta segunda-feira. Apesar de ainda ter barro sobre a via, o tráfego opera no sistema de siga e pare. Por enquanto, apenas veículos leves foram liberados, explicou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A liberação parcial do trecho foi promovida pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

A PRF ainda destaca que a via possui um desnível, e por isso os motoristas que tiverem condições de passar por rotas alternativas devem evitar o trecho. A passagem de ônibus e caminhões ainda não foi autorizada, e também ainda não há previsão para a liberação completa da pista. O local, que permanece sendo monitorado pela polícia e órgão responsável, pode ser interditado novamente em caso de piora das condições.

A via é uma das principais entradas para o município de Lages, na Serra. Entre os trajetos alternativos pavimentados citados pela polícia, estão as BR-282 (sentido Campos Novos), BR-470 (sentido Vale) ou a BR-116 (sentido Rio Grande do Sul). Esses itinerários são de até três horas e somam até 240 quilômetros a mais. 

Antes da interdição, o caminho direto entre as duas cidades pelo trecho agora interditado era feito em até uma hora, e 56 quilômetros eram percorridos. Outra opção é seguir pela SC-120 até Curitibanos e de lá pegar as BR-470 e BR-116 sentido Lages, uma viagem que pode levar até duas horas. O caminho, que soma aproximadamente 120 quilômetros, não tem pavimentação.

Trecho antes das melhorias que permitiram a liberação parcial da via  Foto: PRF / Divulgação

Leia também:
Queda de barreira na BR-282 dificulta acesso à cidade de São José do Cerrito, na Serra

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMotociclista fica ferido em acidente na BR-470 em Gaspar https://t.co/mbwuCAJvPv #LeiaNoSantahá 10 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaSemana terá obras do sistema de esgoto em cinco bairros de Blumenau https://t.co/fSO7XwlCgo #LeiaNoSantahá 29 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros