Confira como estão os casos de outros três moradores de Blumenau acompanhados pelo Santa  - Geral - Jornal de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Saúde Pública28/07/2017 | 07h10Atualizada em 28/07/2017 | 07h10

Confira como estão os casos de outros três moradores de Blumenau acompanhados pelo Santa 

Eles são Valceli França Zuave, Isali Inez Müller e Doroteu Romero Arrua

Moradora do bairro Badenfurt, Valceli França Zuave, 47 anos, aguarda desde dezembro de 2016 por um exame de ultrassom doppler nas pernas. Nas últimas semanas — coincidentemente quando as temperaturas diminuíram no Vale —, ela conta que as dores provenientes de problemas de circulação aumentaram e passaram a atrapalhar até mesmo a rotina de trabalho que exerce em uma lanchonete.

Valceli França Zuave Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Até esta semana ela seguia no aguardo pelo serviço na rede pública e não havia recebido nenhum contato da Secretaria de Saúde. À reportagem, a pasta informou que ela está na posição 1.108 de um total de 1.942.

Valceli França Zuave, 47 anos
Badenfurt, Blumenau
¿ Aguarda por: ultrassom doppler
¿ Desde: 8/12/2016
¿ Quadro: problemas de circulação nas pernas, segue com dores no fim do dia
¿ Posição: 1.108 de 1.942
¿ Situação: nenhum contato feito desde a publicação da primeira reportagem, em 11 de março

Período de recuperação para Doroteu

Doroteu Romero Arrua, 52 anos, está curtindo a vida nova. Depois de quase um ano de hemodiálise e convivência com os efeitos da insuficiência renal, ele conseguiu um transplante em 16 de junho, cinco meses após ser ativado na lista de espera pelo transplante do órgão. Apesar de ser o procedimento mais complexo, o morador do Passo Manso foi o primeiro dos quatro pacientes acompanhados pelo Santa na série sobre as filas da saúde a conseguir o atendimento esperado. 

Doroteu Romero Arrua Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Doroteu fez hemodiálise apenas duas vezes após a cirurgia e logo passou a conviver com a volta das funções renais normais, que já permitiriam inclusive uma perda de 11 quilos. Durante mais dois meses, porém, ele ainda precisa seguir uma dieta rígida sem alimentos crus e tomar medicações que despertam reações na pele. Um esforço que ele faz sem se queixar, para evitar complicações e selar a passagem para a nova vida, que ele começa a aproveitar com a saúde em dia, ao lado da família.

Doroteu Romero Arrua, 52 anos
Passo Manso, Blumenau
¿ Aguardava por: transplante de rim
¿ Desde: 16/1/2017
¿ Transplante feito em: 16/06/2017
¿ Quadro: sofria de insuficiência renal crônica e fazia hemodiálise três vezes por semana. Está em recuperação pós-transplante, mas já não faz hemodiálise e teve a função renal recuperada
¿ Situação: resolvida

Isali: inchaço e desconforto

À espera de uma cirurgia para retirada de pinos e placa da perna esquerda, Isali Inez Müller, 56 anos, ainda não recebeu nenhum contato sobre um possível agendamento. A fila em que ela está, de procedimento de pé e tornozelo na área da ortopedia, é uma das mais concorridas e demoradas do município. No início de julho, quando ela esteve na policlínica pela última vez, ainda haviam 430 pessoas à frente dela na relação. 

Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Os meses mais frios diminuíram parte do inchaço na perna, mas ela continua afastada do trabalho — ganhou mais seis meses de licença este mês em razão do problema na perna —, pois sofre com algumas dores e tem dificuldade para se locomover livremente.

Isali Inez Müller, 56 anos
Itoupava Norte, Blumenau
¿ Aguarda por: retirada de pinos e placa
¿ Desde: 27/9/2016
¿ Quadro: segue em recuperação após fratura na perna, ainda tem inchaço e sente dores
¿ Posição: 429 de 710
¿ Situação: nenhum contato feito desde a publicação da primeira reportagem, em 11 de março

::
Após 10 meses de espera, paciente conseguiu atendimento com cardiologista em Blumenau

 
Jornal de Santa Catarina
Busca