Ação do MPSC acusa secretário de Saúde de Itajaí por improbidade - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Cidades29/08/2017 | 11h10

Ação do MPSC acusa secretário de Saúde de Itajaí por improbidade

Celso Dellagiustina teria usado carro da prefeitura irregularmente

A juíza Sônia Moroso Terres, da Vara da Fazenda Pública de Itajaí, deu prazo de 15 dias para que o secretário municipal de Saúde, Celso Dellagiustina, se defenda de uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público de Santa Catarina, que o acusa de improbidade administrativa. O secretário teria usado carro e motorista da prefeitura para ir e voltar diariamente de sua casa, em Itapema, até Itajaí.

O promotor Jackson Goldoni, responsável pela ação, afirma que além de uso de bem público e servidor para fins particulares, o secretário teria liberado o pagamento de diárias ao motorista.

Na ação, o Ministério Público pede o ressarcimento dos gastos indevidos, perda da função pública e suspensão dos direitos políticos.

O secretário de Saúde informou, através da assessoria de imprensa, que não havia sido citado e por isso não comentaria o assunto por enquanto.

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaOperação do Gaeco mira fraudes em Brusque, Balneário Camboriú e Navegantes https://t.co/Mw5lugTuAn #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaAtropelamento reacende discussão sobre travessia na Rua 7 de Setembro, em Blumenau https://t.co/DajvLf8mPX #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca