Projeto voltado à preservação do litoral em Garopaba vence prêmio latino-americano de meio ambiente - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Reconhecimento verde30/08/2017 | 10h49Atualizada em 30/08/2017 | 20h11

Projeto voltado à preservação do litoral em Garopaba vence prêmio latino-americano de meio ambiente

Monitoramento Mirim Costeiro foca na educação para conscientização da limpeza, preservação das praias e proteção da vida marinha

Projeto voltado à preservação do litoral em Garopaba vence prêmio latino-americano de meio ambiente Monitoramento Mirim Costeiro/Divulgação
Foto: Monitoramento Mirim Costeiro / Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O projeto Monitoramento Mirim Costeiro, que envolve crianças na preservação do litoral em Garopaba, venceu no final da semana passada o Prêmio América Latina Verde na categoria Oceano, após concorrer com outras duas iniciativas do Chile e do Peru. A cerimônia aconteceu em Guayaquil, na Colômbia, na última quinta-feira, 24. A iniciativa catarinense é focada na educação para conscientização da limpeza, preservação das praias e proteção da vida marinha. 

Desde que iniciou em 2012, o projeto já envolveu 1,5 mil alunos com idades entre 8 e 11 anos, dos 4º e 5º anos de 12 escolas municipais de ensino fundamental de Garopaba, além de mais de 30 professores da rede de ensino. Foram feitas 114 saídas a campo — em sete das nove praias do município do Sul do Estado —, 197 aulas teórico-participativas, e colocou 22 placas educativas nas principais vias de acesso das praias monitoradas.

A ideia é que cada escola cuide e monitore a praia do seu bairro ao longo do ano letivo, através de atividades como:

— Estudo das características das praias: tipo de areia, largura e inclinação da praia, fauna e flora existente, variação do nível da maré, ondulação, condições climáticas no dia de campo, análise da qualidade da água do mar e dos córregos que desembocam nas praias.

— Monitoramento dos resíduos sólidos na areia das praias;

— Avaliação da infraestrutura existente nas praias para atender aos turistas e ao mesmo tempo para garantir o mínimo de impacto ambiental neste ambiente.

Conforme a organização do Monitoramento Mirim Costeiro, por meio de atividades práticas e lúdicas na beira da praia e no ambiente escolar, as crianças aprendem os problemas socioambientais atuais dentro do contexto em que elas vivem, permitindo o desenvolvimento de uma reflexão crítica sobre o cenário atual, por meio da vivência, da observação e do diálogo.

"Acredita-se no potencial do público infantil como futuros agentes de mudança dos principais problemas enfrentados atualmente pela humanidade, dentre eles o consumo excessivo e o descarte inadequado de resíduos sólidos no ambiente natural, degradando a qualidade do mesmo e, consequentemente, a qualidade de vida no Planeta Terra", dizem os idealizadores, que acrescentam que ter vencido o prêmio latino-americano foi um divisor de águas para a iniciativa.

O projeto desenvolvido pela Associação Comunitária Amigos do Meio Ambiente para a Ecologia, o Desenvolvimento e o Turismo Sustentáveis, conta com o apoio das Secretarias Municipais de Educação e de Turismo de Garopaba, bem como da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca.

É possível entrar em contato com o Monitoramento Mirim Costeiro por este link. Os vencedores do prêmio América Latina Verde podem ser acessados aqui

Leia também:
Projeto de Ecoparque em Tijucas promete reaproveitar lixo descartado na Grande Florianópolis

Casan é multada por vazamento de esgoto em rio no Norte da Ilha

Entenda como vai funcionar a nova lei sobre reciclagem de óleos e gorduras em SC

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaAo vivo: acompanhe o trânsito em Blumenau nesta segunda-feira (25/9) https://t.co/ZaQnXvA8FW #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBlumenau sedia fórum de prevenção a riscos de desastres naturais na bacia do Rio Itajaí https://t.co/lkHbO5U7M7 #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros