Governo considera varredura nas contas da saúde como positiva  - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Saúde em crise01/09/2017 | 18h46Atualizada em 01/09/2017 | 18h46

Governo considera varredura nas contas da saúde como positiva 

Nota reforça indicadores positivos e fala em crise nacional da saúde 

Na tarde desta sexta-feira, o governo do Estado emitiu uma nota oficial sobre as ações do Ministério Público de Santa Catarina diante da dívida de R$ 508 milhões da Secretaria Estadual de Saúde. O documento diz que o governador Raimundo Colombo vê como positiva a decisão do procurador-geral de Justiça, Sandro José Neis, de solicitar ao Tribunal de Contas do Estado uma auditoria de todo o sistema de saúde e à Assembleia Legislativa o resultado dos julgamentos das contas do governo dos últimos cinco anos. Considera que ¿trata-se de uma ação legítima que vai mostrar aos catarinenses a complexidade do sistema e o que está sendo feito na área da saúde pelo governo do Estado¿.

A nota oficial reforma indicadores positivos que o Santa Catarina possui, como o menor índice de mortalidade infantil e a maior expectativa devida entre todos os estados brasileiros, além de excelentes resultados na realização de transplantes. Sobre o momento econômico da secretaria, diz que ¿a crise na saúde é nacional e produto de vários fatores, como o aumento da demanda por serviços públicos - apenas em Santa Catarina, no ano passado, mais de 25 mil pessoas cancelaram seus planos de saúde, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) -, a falta de reajuste da tabela SUS e o aumento do custo dos remédios e dos materiais hospitalares que são balizados pelo dólar¿. Reforça que ao cenário soma-se a queda na arrecadação de tributos que o governo do Estado.

O governo fala que o sistema de saúde é complexo e que, apenas no primeiro semestre de 2017, os 13 hospitais públicos administrados pela Secretaria da Saúde registraram 585.953 atendimentos (internação, ambulatório e emergência);23.303 cirurgias e 1,6 milhão de exames. ¿O mutirão da cirurgia - até esta sexta-feira - tinha 17 instituições cadastradas para realizar cerca de 8 mil procedimentos, de acordo com dados preliminares da Secretaria de Estado da Saúde¿.

Anota oficial encerra dizendo que ¿são conquistas que precisam ser respeitadas,visto que alguns setores apontam a área da saúde como uma terra arrasada, o que não corresponde com a verdade¿.

Ministério Público solicita varredura nas contas da Saúde do Estado

"Temos nos esforçado para fazer as coisas acontecerem", diz secretário de Saúde, Vicente Caropreso
Proposta na Alesc, destinação de parte de empréstimo do governo estadual para a saúde é inviável

Leia as últimas notícias sobre a Grande Florianópolis

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaNovo empreendimento em SC marca uma nova época para inovação tecnológica no Estado  https://t.co/UEX4Vz7XRe #LeiaNoSantahá 40 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDenúncia contra Temer chega à Câmara dos Deputados https://t.co/aA2ddEjhtV #LeiaNoSantahá 5 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros