Hospital Infantil de Florianópolis segue sem realizar cirurgias eletivas - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Crise na saúde04/09/2017 | 16h04Atualizada em 04/09/2017 | 16h51

Hospital Infantil de Florianópolis segue sem realizar cirurgias eletivas

Apesar da promessa da Secretaria de Saúde da retomada dos serviços no Joana de Gusmão, alguns itens básicos ainda estão em falta

Hospital Infantil de Florianópolis segue sem realizar cirurgias eletivas Cristiano Estrela/Agencia RBS
Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
Hora de Santa Catarina
Hora de Santa Catarina

redacaohsc@somosnsc.com.br

Apesar da promessa da Secretaria de Estado da Saúde, as cirurgias eletivas no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, não foram retomadas no começo desta semana. O serviço está cancelado desde a semana passada e ainda não tem nova previsão para voltar a ser oferecido.

O Hospital Infantil ainda aguarda a chegada de novos itens considerados essenciais para a realização das cirurgias. Sob a alegação de falta de dinheiro, a direção e a Secretaria de Saúde pediram uma doação de R$ 200 mil da Associação de Voluntários do Hospital Infantil (Avos). Foram encomendados 41 itens, sendo que apenas 23 foram entregues. Por isso, ainda não seria possível retomar o serviço.

Leia mais notícias da Grande Florianópolis

Em entrevista ao Bom Dia SC, da NSC TV, o secretário adjunto da Saúde, Murillo Capella, reforçou a dificuldade financeira e explicou que ainda aguarda ter os recursos solicitados à disposição:

— Se hoje (estivermos) com o dinheiro que a Avos tem à disposição para pagar fornecedores à vista, essa semana, embora tenha feriadão - e em feriadão não existe cirurgia eletiva -, há possibilidade de quarta-feira reiniciar alguma coisa.

Capella ainda comentou a mudança na direção do Joana de Gusmão. Ele alegou que questões pessoais culminaram na saída do ex-diretor Carlos Schoeller, substituído por Mauricio Laerte Silva.

— Quando assumi como adjunto, coloquei para o então secretário, João Paulo Kleinübing, que o meu sucessor no Hospital Infantil deveria ser o Carlos Schoeller. Ele conhece o hospital como a palma da mão. Fez um trabalho realmente muito bom. No dia da visita do governador, entregou ao governador um ofício em que relata problemas do hospital e deu cópia para o secretário (da saúde, Vicente Caropreso) e para mim. A partir daí, começaram a haver divergências de ordem pessoal — explica.

Leia também:

Novo diretor do Hospital Infantil prevê retomar cirurgias eletivas na próxima semana
Ex-diretor nega que tenha pedido para deixar o cargo

MP-SC abre inquérito para apurar suspensão de cirurgias eletivas no Hospital Infantil
Hospital Infantil de Florianópolis suspende cirurgias eletivas

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaAcidente deixa quatro pessoas feridas na Rua Pedro Zimmermann em Blumenau https://t.co/WUSaL3oDRY #LeiaNoSantahá 30 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBr-470 será interditada para detonação de rochas em Gaspar https://t.co/OUaHcZ7Te8 #LeiaNoSantahá 39 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros