Repartições públicas alteram a rotina para evitar ataques no Litoral - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Segurança01/09/2017 | 10h08Atualizada em 01/09/2017 | 13h51

Repartições públicas alteram a rotina para evitar ataques no Litoral

Delegacia de Balneário Camboriú permaneceu fechada nas últimas noites

Atingida pelo arremesso de coquetel molotov na noite de quinta-feira, a Delegacia da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Balneário Camboriú, onde também fica o Instituo Médico Legal (IML), permaneceu fechada nas últimas madrugadas. Todo o trabalho ficou concentrado na Central de Plantão Policial (CPP), na Rua Inglaterra. A decisão do delegado David Queiroz foi para proteger os policiais e o público que procura a delegacia.

Estado registra série de ataques na madrugada desta sexta-feira

O ataque com coquetel molotov não chegou a causar estragos, mas a Polícia Civil continua em alerta. Policiais civis participaram de rondas pela cidade. A polícia não foi a única a fazer alterações na rotina. O fórum de Camboriú também fechou mais cedo na quinta, às 17h30min, por precaução. 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaEm reunião da Fiesc, Jorge Bornhausen comenta reunião com Temer https://t.co/j0VMwIdmqN #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEspaço do centro administrativo da Vila Germânica deve dar lugar a mais camarotes no futuro https://t.co/62XJRU4GrS #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca