Vereador de Itajaí denuncia marca de sabão em pó ao MPF por "guerra contra a família" - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Polêmica19/10/2017 | 13h57Atualizada em 19/10/2017 | 13h57

Vereador de Itajaí denuncia marca de sabão em pó ao MPF por "guerra contra a família"

Edson Lapa (PR), que é pastor evangélico, acredita que propaganda viola direitos da criança

Vereador de Itajaí denuncia marca de sabão em pó ao MPF por "guerra contra a família" Davi Spuldaro / Câmara de Vereadores de Itajaí/Câmara de Vereadores de Itajaí
Foto: Davi Spuldaro / Câmara de Vereadores de Itajaí / Câmara de Vereadores de Itajaí

O vereador de Itajaí Edson Lapa (PR), que também é pastor evangélico, denunciou a marca de sabão em pó OMO ao Ministério Público Federal (MPF) alegando que a publicidade veiculada pela empresa na semana do Dia das Crianças representa uma "guerra contra a família brasileira".

Duramente atacada por correntes conservadoras, a propaganda propõe aos pais um “recall” das brincadeiras que reforçam clichês de gênero _ um assunto que há anos vem sendo discutido como um modelo de educação que combate, por exemplo, o machismo. 

Em pouco mais de um minuto, o recado da marca é que “mais importante do que o brinquedo é a brincadeira, a participação dos pais no processo de aprendizagem e momentos que vão marcar a vida delas para sempre”. Por fim, estimula pais e mães "a incentivarem seus filhos a se divertirem sem se preocupar com cores, regras e padrões".

Para o vereador, no entanto, a marca excedeu os limites da propaganda e feriu o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) ao abordar o comportamento e a educação das crianças. "Nossa missão enquanto pais, adultos, políticos, é defender as crianças, as famílias, seus direitos, suas convicções, sua moral, ética e suas crenças", afirmou em nota. 

Ao referir-se a uma suposta "guerra contra a família brasileira', o parlamentar completou a nota à imprensa dizendo que "a função de educar é dos pais, não de quem vende sabão".

Assista ao pronunciamento de Edson Lapa na Câmara de Vereadores de Itajaí:

A OMO Brasil manifestou-se através das redes sociais em resposta às críticas que recebeu em relação à campanha: "Vimos que tem muita gente falando da mensagem de OMO sobre o Dia das Crianças. Nossa intenção é celebrar que toda criança tem direito de se sujar e brincar livremente, de maneira positiva e saudável. Mais importante que o brinquedo é a brincadeira, o aprendizado, a participação dos pais e os momentos que marcam". 

Acompanhe outras publicações da colunista Dagmara Spautz:

Novo modelo de licenciamento vai liberar obras em 30 dias em Balneário Camboriú

Empresários espanhóis conhecem potencial de Itajaí para negócios


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: Meirelles é visto com bons olhos pelo mercado, mas só isso não basta https://t.co/vJtxZhOyYC #LeiaNoSantahá 38 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaColégio Militar de Blumenau abre inscrições na segunda-feira https://t.co/gzyiVxnyvB #LeiaNoSantahá 57 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca