Blumob entra com pedido judicial para evitar paralisação dos ônibus em Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Transporte coletivo16/11/2017 | 08h53Atualizada em 16/11/2017 | 08h53

Blumob entra com pedido judicial para evitar paralisação dos ônibus em Blumenau

Trabalhadores estão em estado de greve desde esta quarta-feira

Blumob entra com pedido judicial para evitar paralisação dos ônibus em Blumenau Lucas Correia/Jornal de Santa Catarina
Funcionários da Blumob aprovaram estado de greve e devem parar por quatro horas nesta quinta-feira Foto: Lucas Correia / Jornal de Santa Catarina
Jornal de Santa Catarina
Jornal de Santa Catarina

A Blumob, concessionária do transporte coletivo em Blumenau, emitiu nota oficial informando que entrou com ação na Justiça do Trabalho para evitar as duas paralisações dos funcionários da empresa programadas para esta quinta-feira. 

De acordo com o texto, a empresa esclarece que mantinha negociações com o Sindetranscol — entidade que representa os trabalhadores —para manter todas as condições do acordo coletivo vigente, "sem perdas de direitos aos trabalhadores expressos no documento" e que a expectativa da empresa é de que "não haja prejuízo à cidade, aos usuários do transporte coletivo e a seus colaboradores".

>> Confira abaixo a nota oficial na íntegra:

"COMUNICADO

Diante do anúncio de greve divulgado pelo Sindestranscol na tarde desta quarta-feira (15), a BluMob esclarece que negociava as condições para o período 2017-2018 mantendo todos os termos do instrumento coletivo vigente, sem perdas de direitos aos trabalhadores expressos no documento.

A empresa, prestadora de serviço público essencial de transporte coletivo urbano de pessoas já  ajuizou ação perante a Justiça do Trabalho objetivando disciplinar o exercício da greve, evitando transtornos desnecessários à população. 

A expectativa da BluMob continua sendo a de que não haja prejuízo à cidade, aos usuários do transporte coletivo e a seus colaboradores."

A assessoria de imprensa do Seterb informou na manhã desta quinta-feira que a autarquia ainda não tinha sido notificada oficialmente da greve e que não havia nenhuma ação programada para minimizar possíveis impactos da paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo. 

Leia mais:

::: Trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau entram em estado de greve
::: Os desafios do transporte coletivo em Blumenau para atrair mais passageiros
::: Blumenau perde 83 horários de ônibus em reformulação de tabela


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaLoetz: 99 Pop, concorrente do Uber, chega a Joinville https://t.co/iuvuKm9Y2h #LeiaNoSantahá 34 segundosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPrefeitura de Florianópolis possui todas as certidões negativas federais https://t.co/RB5s3knpjj #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca