Medicamentos da classe do Omeprazol aumentam risco de câncer, sugere estudo  - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Uso contínuo06/11/2017 | 16h19Atualizada em 06/11/2017 | 16h19

Medicamentos da classe do Omeprazol aumentam risco de câncer, sugere estudo 

Apesar das conclusões, pesquisadores sugerem cautela com os resultados

Medicamentos da classe do Omeprazol aumentam risco de câncer, sugere estudo  Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS
GaúchaZH
GaúchaZH

O uso contínuo de medicamentos inibidores da bomba de prótons (IBPs), classe a qual pertencem Omeprazol, Lansoprazol, Pantoprazol, Rabeprazol, Esomeprazol e Dexlansoprazol, podem estar relacionados a mais do que o dobro do risco de desenvolver câncer de estômago. Essa foi a conclusão de um levantamento feito por pesquisadores da University College London (UCL)  e da Universidade de Hong Kong, publicado no periódico Gut

Para chegar aos resultados, os pesquisadores selecionaram pacientes tratados com antibióticos, fator que eliminou a influência da bactéria Helicobacter pylori, relacionada ao maior risco de desenvolver este tipo de câncer. Foram mais de 63 mil adultos escolhidos e divididos em dois grupos: um recebeu tratamento à base de IBPs e outro com histamina-2, que tem efeito parecido com o do Omeprazol. Os grupos foram observados por cerca de 7,5 anos. 

Ao longo desse período,  3.271  dos voluntários tomaram IBPs por uma média de três anos e  21.729 usaram histamina-2. No total, 153 indivíduos desenvolveram câncer de estômago após o tratamento com IBPs, o que mostrou que o uso dessa classe poderia aumentar em 2,4 vezes o risco de desenvolver a doença. Já o consumo diário desses medicamentos elevou o risco em 4,55 vezes. 

— IBPs são importantes e seguros a curto prazo para tratar a infecção por Helicobacter pylori. No entanto, o uso desnecessário e a longo prazo deve ser evitado — disse o coautor da pesquisa, Ian Wong, ao site da UCL. 

Apesar dos resultados, os cientistas alertam que, por se tratar de um estudo observacional — não foram considerados outros fatores de risco —, as conclusões de causa e efeito devem ser vistas com cautela.


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCom placar apertado, Câmara de Blumenau aprova moção de aplauso a evento sobre diversidade da Escola Elza Pacheco… https://t.co/P7qW8L1t8Qhá 47 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaAdolescente é apreendido com quatro quilos de maconha em terminal de ônibus de  Blumenau https://t.co/Ummd7eCJnm #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca