Morre primeira mulher a assumir cargo de delegada no Brasil - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Luto na Polícia Civil07/11/2017 | 10h49Atualizada em 07/11/2017 | 10h49

Morre primeira mulher a assumir cargo de delegada no Brasil

Lucia Maria Stefanovich estava internada no Hospital de Florianópolis por causa de um AVC

Morre primeira mulher a assumir cargo de delegada no Brasil Marco Favero / Diario Catarinense/Diario Catarinense
Foto: Marco Favero / Diario Catarinense / Diario Catarinense
diario catarinense

A primeira mulher a assumir o posto de delegada no Brasil morreu na madrugada desta terça-feira (07).  Lucia Maria Stefanovich, 69 anos, estava internada no Hospital de Florianópolis, por causa de um AVC. Apesar de aposentada, a delegada continuava atuando na 2ª Delegacia de Polícia da Capital. Ela completaria 70 anos em 8 de dezembro.  

Natural de Lauro Müller, a delegada Lucia chegou a Florianópolis em 1960. A paixão pelo serviço policial começou na faculdade de Direito.  Durante os 45 anos na atividade policial, ganhou o respeito e a admiração dos seus colegas de trabalho.  

Em 1983, Lucia recebeu a missão de criar a primeira delegacia somente com mulheres no Estado. Foi assim que nasceu a 6ª DP da Capital, que na época era exclusiva para o atendimento a menores.  

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o velório começou às 9h. O sepultamento está previsto para as 18h, no Cemitério Jardim da Paz. 

Uma das autoridades que se manifestou pelas redes sociais na manhã desta terça-feira foi o vice-governador Eduardo Pinho Moreira.

— Lúcia Stefanovich, 1ª delegada do Brasil e 1ª secretária de Segurança Pública, deixa um legado de dedicação e vocação à causa pública — disse Pinho Moreira. 

O Governo do Estado divulgou nota de pesar pela morte da delegada e destacou o fato de Lúcia ter sido pioneira no Brasil como a primeira mulher a assumir os cargos de delegada e de secretária de Segurança Pública.  

"A delegada Lúcia Stefanovich foi exemplar na sua atuação de mais de 40 anos na área policial e, mesmo aposentada, seguia atuando na 2ª Delegacia de Polícia de Florianópolis", ressaltou o governador Raimundo Colombo por meio da nota.

Leia mais 

A primeira xerife do Brasil nem pensa em se aposentar

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDagmara Spautz: MP avalia importância histórica de um dos primeiros balneários de SC https://t.co/pouRvLAQ0H #LeiaNoSantahá 19 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDaniela Matthes: "Leis e bom senso não são suficientes para um trânsito mais seguro" https://t.co/5Djy3cxRvo #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca