Prefeitura de Blumenau se manifesta sobre paralisação dos ônibus por meio de rede social  - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Transporte coletivo16/11/2017 | 10h57Atualizada em 16/11/2017 | 10h57

Prefeitura de Blumenau se manifesta sobre paralisação dos ônibus por meio de rede social 

Paralisação é a primeira desde que a Blumob assumiu a operação

A prefeitura de Blumenau, que concedeu a permissão para que a Blumob operasse o serviço de transporte coletivo na cidade após o processo de licitação, se manifestou sobre a paralisação dos trabalhadores da categoria na manhã desta quinta-feira por meio de rede social. 

No início da manhã a reportagem do Santa entrou em contato com o Seterb, mas a assessoria de imprensa da autarquia informou que o órgão ainda não havia sido notificado oficialmente sobre a a paralisação e que não havia ações planejadas para minimizar o impacto da ação dos trabalhadores. 

O prefeito Napoleão Bernardes, que está licenciado, falou sobre a paralisação dos trabalhadores da Blumob durante uma entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira que apresentou os lucros da 34ª Oktoberfest. Questionado sobre se os problemas que aconteciam no passado do transporte coletivo de Blumenau voltam a se repetir, ele afirma que não e espera que a questão seja resolvida em breve:

— Os problemas (do passado que envolveram o Consórcio Siga) não se repetem. É diferente de atrasar salário. É uma outra realidade. Lamento que a estratégia seja de paralisação, o que compromete o usuário. Ambos os lados, tanto empresa quanto trabalhadores, têm que ter abertura. 

O comunicado foi publicado na página da prefeitura de Blumenau no Facebook pouco antes das 10h, quase uma hora depois que a paralisação já estava iniciada. Confira abaixo a nota divulgada pela prefeitura: 

>> Abaixo o texto do comunicado na íntegra:

"Comunicado!

Diante das informações que nos chegaram por meio da imprensa, a Prefeitura de Blumenau pede a atenção de todos os usuários do transporte coletivo para possíveis paralisações nesta quinta-feira, dia 16.

Os horários das paralisações que o Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau (Sindetranscol) divulgou são: das 9h as 11h e das 15h as 17h.

A Prefeitura e o Seterb esclarecem, como órgãos reguladores do sistema, que não lhes cabe interferências neste momento de negociações trabalhistas, que se dão entre a empresa Blumob e o Sindicato da categoria. Mas estimam que as tratativas sejam conduzidas com bom senso. Diante de uma ruptura recente, necessária para que a prestação do serviço voltasse a cumprir o papel que o usuário merece, o novo modelo implantado trouxe diversas conquistas, como manutenção de postos de trabalho e pagamento dos salários em dia. Assim, a Prefeitura entende que esses avanços precisam ser reconhecidos e valorizados."

Leia mais: 

::: Trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau paralisam atividades
::: Blumob entra com pedido judicial para evitar paralisação dos ônibus em Blumenau
::: Blumenau perde 83 horários de ônibus em reformulação de tabela 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCão terapeuta leva conforto a velórios em Balneário Camboriú https://t.co/vKSN8Tr4RH #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDagmara Spautz: Cão terapeuta leva conforto a velórios em Balneário Camboriú https://t.co/jxmboyGlTw #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca