Empresa chinesa transforma cocô de panda em lenço de papel - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Pequim20/12/2017 | 10h33Atualizada em 20/12/2017 | 10h33

Empresa chinesa transforma cocô de panda em lenço de papel

Empresa chinesa transforma cocô de panda em lenço de papel MOHD RASFAN/AFP
Foto: MOHD RASFAN / AFP
AFP
AFP

Uma empresa chinesa com verdadeiro faro para bons negócios: a Qianwei Fengsheng Paper Company resolveu aproveitar as fibras das fezes dos pandas gigantes para fabricar papel higiênico, lenços de papel e outros produtos domésticos.

Com sede na província de Sichuan, no sudoeste da China, a empresa se associou ao Centro Chinês para a Conservação e Pesquisa do Panda Gigante para reciclar as fezes e os restos de alimentos desse animal.

Os produtos serão comercializados em breve na China e contarão com um atraente logotipo, que a imagem desse grande mamífero de pelagem negra e branca, segundo o jornal local "Chengdu Business Daily".

Os 10 quilos de excrementos gerados todos os dias por um panda adulto são ricos em fibras, já que o animal se alimenta exclusivamente de bambu, explicou um funcionário da empresa à agência oficial de notícias Xinhua.

Além disso, o panda produz cerca de 50 quilos de dejetos alimentares também todos os dias, devido às cascas que cospe depois da mastigação.

A fabricação de papel a partir do bambu precisa eliminar primeiro a frutose para que as fibras possam ser extraídas. Esse processo acontece naturalmente no aparelho digestivo do panda, explica o presidente da empresa, Yang Chaolin, citado pela Xinhua.

Uma vez fervida, pasteurizada e transformada em papel, a substância é analisada para garantir a ausência de bactérias.

Uma caixa de lenços de papel de cocô de panda será vendida por 43 iuanes (6,5 dólares), valor bem acima do que o produto convencional.

"Os pandas têm o que querem e nós também", resume Yang.

"Todo mundo sai ganhando", acrescentou.

yan/lth/mtp/acc.zm/cn/tt

* AFP

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaUniversidades do Vale do Itajaí suspendem aulas por causa da greve dos caminhoneiros https://t.co/fuis4ILw3l #LeiaNoSantahá 9 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaSupermercados de Blumenau e região são impactados pela paralisação dos caminhoneiros https://t.co/MDglIHbQA7 #LeiaNoSantahá 9 horas Retweet

Mais sobre

Jornal de Santa Catarina
Busca