Trocas de controle, portas que fecharam e outras que abriram na economia em 2017 - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Retrospectiva31/12/2017 | 05h01Atualizada em 31/12/2017 | 05h01

Trocas de controle, portas que fecharam e outras que abriram na economia em 2017

Confira temas que marcaram o cenário econômico no país e em Santa Catarina

diario catarinense

Operação da PF em frigoríficos teve desdobramentos em Santa Catarina, inclusive com o fechamento de uma empresa em Jaraguá do Sul. Além disso, grupos trocaram de controle e fábricas fecharam as portas. Confira temas que marcaram 2017 na economia do país e do Estado.  

Carne Fraca

17.3 | Uma investigação da PF levou à suspensão da licença de exportação de 21 frigoríficos no país. A operação revelou um esquema envolvendo empresários e fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento para liberação de autorizações e adulteração de produtos. BRF, JBS Souza Ramos, Larissa e Peccin foram as marcas envolvidas. O Ministério Público Federal denunciou 60 pessoas à Justiça. A notícia gerou uma crise internacional, com suspensão de importações de carne brasileira em importantes mercados como a União Europeia, Japão e México. Para comprovar que estava tudo bem, o presidente Temer reuniu autoridades para um legítimo rodízio de churrascaria. Em Santa Catarina, o Frigorífico Peccin, em Jaraguá do Sul, acabou encerrando as atividades após a operação. Todos os 177 funcionários foram demitidos.

Michel Temer janta com embaixadores em churrascaria
Foto: Divulgação / Twitter

Em queda

7.12 | A taxa básica de juros Selic alcança o patamar mais baixo desde 1999, definida em 7,5% pelo Banco Central.

11.12 | Analistas de mercado preveem que a inflação do ano feche pela primeira vez abaixo do piso da meta na história do país. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 3,03% para 2,88% em 2017.

Cerveja bem cotada

13.2 | A Brasil Kirin, dona das marcas Schin e Eisenbahn, é vendida para a Heineken por 77 bilhões de ienes (R$ 2,2 bilhões). Com a transação, a companhia se tornou a segunda maior fabricante de cervejas do país. Em Santa Catarina, o negócio repercutiu pela mudança no comando da patrocinadora da Oktoberfest em Blumenau.

900%

18.12 | A valorização da moeda virtual bitcoin em 2017 foi vertiginosa. A bolsa de commodities de Chicago, nos Estados Unidos, começou a negociar contratos futuros, aumentando a especulação em cima do investimento.

Troca no controle

22.3 | Busscar, de Joinville, é vendida com promessa de retomada da produção: empresários do interior de São Paulo finalizam a operação homologada pela Justiça. Expectativa é de reabrir com 300 funcionários.

27.11 | O fundo de investimento Tambaqui, que pertence à gestora Tarpon e até então detinha o controle acionário majoritário da Cremer, de Blumenau, anuncia a venda de 91% das ações à CM Hospitalar em uma transação de R$ 499,1 milhões. A empresa de Blumenau fabrica de materiais de saúde como esparadrapos, cotonetes, gaze e algodão.

18.12 | A fabricante de cristais Strauss, de Blumenau, é arrematada em leilão pela indústria de louças e porcelanas Oxford, de São Bento do Sul. O lote foi comprado em lance de R$ 3,85 milhões.

11.11 | Quatro meses após ser sancionada, a Reforma Trabalhista entra em vigor. Férias, jornada, remuneração e plano de carreira, além de novas modalidades de trabalho, como o home office, estão entre as mudanças. Apesar da promessa de aquecimento, em novembro, o saldo no país é de 12,3 mil vagas fechadas no país, segundo o Caged.

Dinheiro na mão

26.5 | Injeção de alegria na população e estratégia para esquentar o consumo: o governo federal libera o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A medida injeta R$ 44 bilhões na economia do país.

Adeus

5.12 | Aos 101 anos, o ex-vice-governador de SC Victor Fontana morre em São Paulo. Formado em engenharia química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Fontana foi deputado federal por dois mandatos, secretário da Agricultura de Santa Catarina, presidente da Celesc, conselheiro da República e presidente do Besc. Gaúcho de Santa Maria, veio para Concórdia a convite do empresário Atílio Fontana, e introduziu modernas técnicas de criação de suínos e aves na Sadia.

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL 31/07/2015. Empresário Victor Fontana durante a entrevista ao jornalista Moacir Pereira
Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS

7.4 | Ingo Doubrawa, filho do fundador da Docol Metais Sanitários, morre aos 75 anos em Joinville. O empresário presidiu a companhia de 1988 a 2016, foi cônsul honorário da República Tcheca em SC e vice-presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij) até junho de 2016.

Frase

"O mercado não se conquista dando beijinhos e abraços, mas na cotovelada e na botina."

Blairo Maggi, ministro da Agricultura, durante o lançamento do Plano Safra em 11 de julho, ao se referir sobre o comércio de produtos brasileiros no exterior

Novo porto

1.4 | Projeto de novo terminal causa polêmica em SC: o porto na praia do Sumidouro, em São Francisco do Sul, ocuparia área de 162 campos de futebol e teria investimento de mais de R$ 3 bilhões. Projeto está em fase de análise pela Fatma e é tema de embate na cidade.

 SÃO FRANCISCO DO SUL, SC, BRASIL (31-03-2017) - Praia do forte local onde se aprovado séra instalado o porto em São Francisco do Sul. (Foto: Maykon Lammerhirt, Agencia RBS)
Projeto do novo terminal causa polêmicaFoto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Na rede

3.2 | A startup de compras coletivas Peixe Urbano anuncia a transferência da sede do Rio de Janeiro para Florianópolis. A empresa prevê a contratação de 400 colaboradores na cidade.

Portas fechadas

20.7 | As fábricas da Dudalina de Benedito Novo e Presidente Getúlio, no Vale do Itajaí, são fechadas pela Restoque. A companhia tinha cerca de 430 funcionários nas plantas.

26.10 | O frigorífico da JBS em Morro Grande, no Sul do Estado, encerra os abates de aves (foto). Cerca de 600 pessoas da cidade de 3 mil habitantes são demitidas.

Chegada suíça

16.3 | A operadora Zurich Airport AG, da Suíça, vence o leilão de concessão do Aeroporto Hercílio Luz (foto), de Florianópolis. Com uma oferta de R$ 241 milhões como sinal de 25% pela outorga, a companhia ganhou o direito de administrar o terminal pelos próximos 30 anos.

Operadores europeus levam os 4 terminais em leilão de aeroportosSP - CONCESSÕES/AEROPORTOS/LEILÃO/RESULTADO - ECONOMIA - O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, na cerimônia de batida do   martelo junto com os vencedores da concessão do Aeroporto de Florianópolis (SC), na sede   da BM&FBovespa, no centro de São Paulo, nesta quinta-feira, 16. Os aeroportos de Porto   Alegre, Salvador e Fortaleza também foram leiloados, no primeiro certame de concessões de   infraestrutura de transportes da gestão Temer. Operadores europeus levaram os quatro   terminais e o governo conseguiu arrecadar com a licitação um valor global de R$ 1,459   bilhão com o leilão, considerando apenas o valor inicial de outorga, a ser pago nas   assinaturas dos contratos de concessão. Isso corresponde a um ágio de 93,7% em relação ao   montante mínimo inicial previsto de R$ 753,5 milhões.   16/03/2017 - Foto: NELSON ANTOINE/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOEditoria: ECONOMIALocal: SÃO PAULOIndexador: NELSON ANTOINEFonte: AGIFFotógrafo: AGIF
Empresa suíça vence leilão do aeroporto Hercílio LuzFoto: NELSON ANTOINE / AGIF


 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDuas pessoas morrem em acidente na BR-470, em Ilhota https://t.co/DzntbjJaXo #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDois homens são presos após roubo a lotérica no Centro de Gaspar https://t.co/4xM5W69r7C #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca