Delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina deixará o cargo - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Segurança26/01/2018 | 15h52Atualizada em 26/01/2018 | 15h52

Delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina deixará o cargo

Artur Nitz pretende fazer uma transição da função para o delegado-geral adjunto, Marcos Flávio Ghizoni Júnior, mas decisão será de futuro secretário

Delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina deixará o cargo Betina Humeres/Agencia RBS
Foto: Betina Humeres / Agencia RBS

O comando da Polícia Civil de Santa Catarina terá uma troca nas próximas semanas. Artur Nitz, delegado-geral da instituição, deixará a função depois de três anos. Apesar de não falar oficialmente sobre isso, nos bastidores ele articula a saída para o mês de fevereiro. Em seu lugar, Nitz pretende deixar Marcos Flávio Ghizoni Júnior, atual delegado-geral adjunto, em um transição amigável.

A avaliação do atual chefe da Polícia Civil, segundo fonte ouvida pelo DC, é que o tempo dele no cargo terminou e que chegou a hora de o posto ter um novo fôlego. Por isso acredita que Ghizoni seja a pessoal ideal para assumir a delegacia-geral. Nitz pretende voltar a trabalhar na região Itajaí, de onde é oriundo.

O aval final ao nome do novo comandante será do vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB). Ele assume o governo do Estado em 16 de fevereiro, quando pretende ter o secretariado redefinido. Nesta manhã de sexta, Moreira demonstrou surpresa com a saída de Nitz, pois disse gostar do trabalho dele.

Pinho Moreira confirma saída de Grubba

Para a substituição na Polícia Civil, no entanto, o peemedebista pretende ouvir o futuro secretário de Segurança Pública do Estado (SSP). Cesar Grubba, atual ocupante do cargo, deve mesmo deixar a função. Nos bastidores da SSP foi ventilada a possibilidade de ele permanecer na função e desistir da ideia de concorrer a deputado estadual.

Mesmo que desista, Grubba será substituído por Pinho Moreira. Quem ficará no seu lugar ainda não está definido, mas o futuro governador já definiu que pretende colocar outra pessoa na pasta: "Tem que ser uma pessoa que una Ministério Público, Tribunal de Justiça...", disse nesta sexta. O ex-desembargador Nelson Schaeffer Martins é um dos nomes que teriam sido procurados. O atual secretário-adjunto da SSP, Aldo Pinheiro D'Ávila também é candidato ao posto.

Mudança na PM depende do novo secretário

A troca no comando-geral também depende da chegada do novo secretário da SSP. Três nomes foram confirmados pelo vice-governador como favoritos: coronel Araújo Gomes, atual subcomandante da PM, Cosme Manique Barreto, comandante da PM na região de Criciúma, e Norberto Souza filho, comandante da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Pinho já conversou com os três postulantes, mas espera o futuro secretário para a definição.

Justiça e Cidadania também terá troca

Outra pasta do governo do Estado ligada à segurança pública terá troca no comando. A secretária de Justiça e Cidadania (SJC), Ada de Luca, vai sair do cargo para concorrer à reeleição na Assembleia Legislativa (Alesc). O favorito ao posto é Leandro Soares Lima, atual secretário-adjunto.

Pinho Moreira, no entanto, ainda não confirma. Elogiou Lima durante discurso em um evento nesta sexta-feira no CIC, na Capital, mas em entrevista ao DC disse que ele "é um dos nomes" para assumir a pasta.

Leia as últimas notícias do DC

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaSurfista de Blumenau morre em praia de Navegantes https://t.co/4tcHqbP6PT #LeiaNoSantahá 12 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCorpos de duas vítimas de acidente aéreo em Manaus são velados no Vale do Itajaí https://t.co/fKvUhE0f9A #LeiaNoSantahá 13 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca