Moradores limpam ruas e famílias continuam ilhadas em Blumenau depois do temporal - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Chuva17/01/2018 | 14h56Atualizada em 17/01/2018 | 14h58

Moradores limpam ruas e famílias continuam ilhadas em Blumenau depois do temporal

Após a enxurrada que atingiu a cidade na terça-feira, pessoas continuam sem conseguir transitar em alguns bairros

Moradores limpam ruas e famílias continuam ilhadas em Blumenau depois do temporal Marco Favero/Diário Catarinense
Dia foi de limpeza e reconstrução em locais como a Rua Araranguá, no Garcia Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

Enxurradas e temporais não são fatos inéditos em Blumenau, mas moradores das áreas mais atingidas na cidade custam em lembrar de alguma chuva tão forte quanto a que caiu no começo da noite de terça-feira. Foram cerca de duas horas de um temporal que causaram, segundo a Defesa Civil, mais de 230 ocorrências entre deslizamentos e alagamentos. Mais de 20 ruas ainda estão obstruídas na cidade e o alerta continua para esta quarta com a previsão de mais chuva, em atenção especialmente para as regiões do Garcia, Progresso, Velha e Coripós.

Um dos pontos mais críticos foi no bairro Progresso, na região do Morro do Arthur. Várias casas foram atingidas por pequenos deslizamentos e um grande desmoronamento ocorreu em uma curva da Rua Enio Manoel Pires. A terra bloqueou totalmente a rua e caiu nos fundos de uma casa onde moram cinco pessoas. Jeferson Santana mora no local com a família e diz que desde 2008 não via uma chuva tão forte na cidade. Na hora do temporal a água dentro da casa chegou a bater no joelho e fez com que o morador tivesse que abrir buracos na parede para escoar o volume.

— É difícil, perdemos vários móveis e eletrodomésticos. Hoje vamos tentar limpar tudo para não piorar com mais chuva — lamentou o homem de 32 anos enquanto carregava para fora de casa um sofá coberto de lama.

Após o trecho da rua interditado moram outras cinco famílias que estão sem conseguir sair de casa. Os próprios moradores tentaram limpar o local, mas a Defesa Civil foi acionada para verificar o local.

 BLUEMANAU, SC, BRASIL - 17/01/2018Efeitos da chuva em Blumenau. Na foto, Jeferson Santana (dir.) e Ademar Horbach (esq.) retira seu sofá perdido durante a chuva. Sua casa fica no Morro do Artur, no bairro Progresso
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

Rua Araranguá registrou um dos maiores volumes de chuva

As lajotas da rua foram arrancadas e empilhadas, calçadas quebraram e o barro tomou conta da via. A Rua Araranguá, no Garcia, "virou um rio" durante o temporal e foi uma das mais atingidas em Blumenau. Nesta quarta, depois da água secar, os moradores tiveram que pegar as enxadas e começar a limpar o local. Santos Pereira, aposentado de 67 anos e morador da Rua Araranguá desde os 14, já conhece o histórico do local e construiu a casa onde mora atualmente mais alta, acima da rua, para evitar os alagamentos. A prova da necessidade ficou marcada no muro: um risco marrom delimita a altura que a água chegou no dia anterior.

Equipes da Secretaria de Conservação e Manutenção Urbana e da URB estão pelas ruas da cidade trabalhando para desobstruir passagens e limpar áreas que foram inundadas.

Confira imagens do momento da enxurrada na Rua Araranguá nesta terça:


 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMudanças em linhas do transporte coletivo de Blumenau serão mantidas por mais um mês https://t.co/VFHuHTDgsq #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEscoteiros promovem atividades gratuitas para comunidade neste domingo no Centro de Blumenau https://t.co/2tVp92hTlW #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca