Motorista que atropelou 17 no Rio não estava alcoolizado, aponta laudo do IML - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Copacabana19/01/2018 | 11h19Atualizada em 19/01/2018 | 11h19

Motorista que atropelou 17 no Rio não estava alcoolizado, aponta laudo do IML

Homem alega que sofre de epilepsia e que teve um ataque no momento do acidente. Condutor estava com a CNH suspensa desde 2014

Motorista que atropelou 17 no Rio não estava alcoolizado, aponta laudo do IML Antonio Scorza/Agência O Globo
Dentro do veículo foram encontrados medicamentos para tratar epilepsia Foto: Antonio Scorza / Agência O Globo
Agência Brasil
Agência Brasil

O motorista Antonio Almeida Anaquim, que atropelou 17 pessoas na noite desta quinta-feira (18) em Copacabana, não estava alcoolizado, de acordo com o resultado de exame feito pelo Instituto Médico-Legal (IML). Anaquim dirigia pela Avenida Atlântica e, por volta das 20h30min, invadiu o calçadão, matando um bebê e ferindo 16 pedestres.

 Segundo o próprio motorista, ele sofre de epilepsia e sofreu um ataque no momento em que dirigia. Policiais encontraram no veículo medicamentos utilizados para tratar a doença. Anaquim prestou depoimento na Delegacia de Copacabana (12ª DP).

 Em sua carteira de motorista, estão registradas 14 multas, que somam 62 pontos em infrações. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran), Anaquim estava com a habilitação suspensa desde maio de 2014.

 De acorda com nota divulgada pelo Detran, o motorista não cumpriu a exigência de devolução da habilitação. Por ter cometido crime de trânsito e dirigido com a carteira suspensa, ele terá sua documentação cassada:

 " O Detran-RJ informa que o motorista Antonio de Almeida Anaquim, responsável pelo acidente na noite desta quinta-feira (18.01) na orla de Copacabana, está com a sua Carteira Nacional de Habilitação suspensa desde maio de 2014. No entanto, o cidadão não cumpriu com a exigência de devolução da CNH para realização de curso de reciclagem. Por cometer um crime de trânsito ao dirigir com a carteira suspensa, o cidadão terá sua documentação cassada, como determina a legislação federal de trânsito. Neste caso, o Detran esclarece que cumpriu com todo o trâmite do Código Brasileiro de Trânsito. O Detran-RJ, assim como toda a sociedade carioca, se solidariza com as vítimas deste acidente.

Leia mais:

FOTOS: carro atropela pelo menos 17 pessoas na praia de Copacabana e mata bebê de oito meses

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMudanças em linhas do transporte coletivo de Blumenau serão mantidas por mais um mês https://t.co/VFHuHTDgsq #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEscoteiros promovem atividades gratuitas para comunidade neste domingo no Centro de Blumenau https://t.co/2tVp92hTlW #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca