Recurso federal estará disponível para 20 municípios de SC afetados pelas chuvas - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Transtornos12/01/2018 | 13h21Atualizada em 12/01/2018 | 13h21

Recurso federal estará disponível para 20 municípios de SC afetados pelas chuvas

Prefeito de Florianópolis se reuniu com a Defesa Civil Nacional e políticos federais para solicitar apoio financeiro nas obras de recuperação

Recurso federal estará disponível para 20 municípios de SC afetados pelas chuvas Cristiano Andujar / Prefeitura de Florianópolis/Prefeitura de Florianópolis
Foto: Cristiano Andujar / Prefeitura de Florianópolis / Prefeitura de Florianópolis

O secretário nacional de Defesa Civil, coronel Newton Ramlow, garantiu que a pasta disponibilizará recursos para as obras de recuperação após os estragos provocados pelas chuvas em Florianópolis e outros 20 municípios. Porém, o valor não foi revelado porque depende de levantamento esmiuçado das prefeituras sobre o que será necessário refazer.   

O anúncio foi feito durante reunião com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, na manhã desta sexta-feira (12). O secretário ainda deu aval para que as obras iniciem mesmo sem os recursos.

— Faça, mas não pague. Se pagar, não podemos indenizar depois. Então, pode fazer que o governo federal paga depois — disse Ramlow. 

O prefeito aproveitou a presença dos senadores Paulo Bauer e Dário Berger, de deputados federais, do vice-governador Pinho Moreira, além de representantes da Polícia Militar, Bombeiros, Deinfra e outros órgãos públicos para apresentar a situação de Florianópolis e garantir o apoio federal. 

Embora ainda não tenha o mapeamento completo dos estragos provocados pela chuva, Loureiro divulgou que mais de 200 ruas foram danificadas na Capital. O prefeito espera que o detalhamento seja entregue à pasta nacional até segunda-feira (15). 

Além disso, o prefeito garantiu que os acessos às praias estarão liberados até o final de semana. A limpeza dos balneários, que está sendo feita pelos servidores e temporários da Comcap, também deve ficar pronta até este sábado (13). 

— Eu não preciso fechar a ponte para arrumar a cidade. Eu não olho para o morador ou para o turista, eu posso olhar para os dois. Não precisamos cessar  o principal fator econômico da cidade — defendeu Loureiro. 

Segundo o prefeito, os dois abrigos disponíveis, na Escola Donícia Maria da Costa, no Saco dos Limões, e na Passarela Nego Quirido, estão recebendo os moradores desalojados e desabrigados. A Defesa Civil está avaliando a situação das residências para assegurar que as pessoas retornem para casa sem risco de deslizamento. 

O secretário nacional anunciou ainda que existe a possibilidade de o governo federal arcar com recursos para prevenção de catástrofes, para isso, o município precisa enviar um plano detalhado à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. 

A partir da afirmação do coronel Newton, o diretor da Defesa Civil da Capital, Luiz Eduardo Machado, disse que pretende providenciar um plano municipal para entregar ao órgão federal em até três meses. 

—  O que ele anunciou hoje veio a calhar com algumas necessidades que a gente tem, nós vamos montar esse plano de prevenção, que contemple, no mínimo, muros de contenção (de encostas e morros) e drenagem. 

Leia mais:

Sexta-feira é de tempo instável, mas com bons períodos de melhoria

SC tem 21 municípios afetados pela chuva e 1,7 mil pessoas fora de casa

Confira os pontos críticos nas rodovias da Capital em razão das chuvas

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlumenauense conquista ouro e fica em 22º lugar no país na Olimpíada Brasileira de Matemática   https://t.co/ipPKmD1Jwkhá 34 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaAluno de Pomerode acumula medalhas em olimpíadas de Matemática e Astronomia  https://t.co/XSa1PQF2dNhá 34 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca