"Vamos agilizar a reestruturação", diz secretário nacional de Defesa Civil - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Apoio para a reconstrução18/01/2018 | 21h49Atualizada em 18/01/2018 | 21h54

"Vamos agilizar a reestruturação", diz secretário nacional de Defesa Civil

Catarinense Renato Newton Ramlow afirma que tem acompanhado a situação das chuvas no Estado

Secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, o catarinense Renato Newton Ramlow diz que acompanha a situação no Estado e trabalhará para liberar os recursos federais o mais rápido possível às cidades atingidas pelas chuvas. Confira a entrevista:

O governo de SC assinou nesta quinta-feira o decreto de homologação da situação de emergência em Florianópolis e a publicação no Diário Oficial deve ocorrer nesta sexta. A partir disso, quais os trâmites para a liberação de recursos?
Chegando a homologação, ela vem pro Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad). Ali, todas as informações do Estado e dos municípios são avaliadas pela nossa equipe técnica. A partir do momento que nossos engenheiros comprovarem que Florianópolis preencheu todos os requisitos necessários, é feito o reconhecimento federal. A partir daí o sistema nacional de Defesa Civil fica aberto para o município inserir o plano de trabalho, que é então novamente analisado pela equipe técnica. Se estiver tudo certo, o recurso é liberado. E com o reconhecimento federal do decreto de emergência, a população de Florianópolis tem acesso ao FGTS.

Em quanto tempo o senhor avalia que será possível dar uma resposta à prefeitura de Florianópolis?
Vou tentar agilizar o máximo possível. Já estava esperando que mandassem desde a semana passada. Chegando aqui, vamos agilizar para que o município possa se reestruturar, haja vista a operação veraneio e o Carnaval se aproximando. Claro que esperamos que o plano esteja correto e preencha todos os requisitos necessários. Se estiver tudo certo, pretendo analisar o plano de forma urgente e até sexta da semana que vem atender os pedidos.

O senhor tem acompanhado a situação das chuvas em SC?
Sim. Já fiz contato com Blumenau, Joinville, estou acompanhando cada município de SC. Blumenau foi muito prejudicada, Gaspar também, Joinville teve danos. Foram várias cidades e estou aguardando levantamento da Defesa Civil estadual para fazer o mesmo procedimento que está sendo feito em Florianópolis e consequentemente atender todo o Estado.

Além dessas liberações de recursos emergenciais e para reconstrução, existem projetos de prevenção para SCsendo tratados a nível nacional?
O senador Dário Berger (PMDB), como presidiu a Comissão de Orçamento, colocou no orçamento da União um recurso destinado à prevenção para SC. O valor virá ao longo do ano e não sei precisar quanto é nesse momento, mas é em cima disso que vamos trabalhar em 2018. A gente tem que trabalhar com prevenção. No morro da Praia Mole, por exemplo, nós temos que fazer um muro de contenção preventivo, aquele morro já veio abaixo várias vezes. Com essa verba garantida esse é o objetivo: fazer planos de prevenção para evitar que aconteça situações como a desta semana em todas as regiões.

Leia mais:

Prefeituras buscam recursos federais para recuperar danos com as chuvas em SC

Prefeitura de Florianópolis estima prejuízo de R$ 54 milhões em função das chuvas

Previsão aponta chuva forte na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Norte de SC

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDupla é detida furtando fiação elétrica na Itoupavazinha, em Blumenau https://t.co/ySFt0VAFa0 #LeiaNoSantahá 14 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaTia e sobrinha morrem em acidente em Rio dos Cedros; segundo a PM, motorista estava embriagado https://t.co/3zinKNdSmA #LeiaNoSantahá 15 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca