Confirmados primeiros casos de dengue e chikungunya deste ano em SC - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Prevenção24/02/2018 | 11h03Atualizada em 24/02/2018 | 11h03

Confirmados primeiros casos de dengue e chikungunya deste ano em SC

Pacientes teriam contraído doenças em outros Estados, por isso são considerados casos importados

Confirmados primeiros casos de dengue e chikungunya deste ano em SC Salmo Duarte/Agencia RBS
Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Foram confirmados os primeiros casos de dengue e de chikungunya deste ano em SC. Apesar de serem considerados casos importados, contraídos em outros Estados, os dados preocupam diante do número crescente de focos do mosquito, que potencializam o risco de transmissão das doenças. As informações foram divulgados no boletim da Diretoria da Vigilância Epidemiológica de SC (Dive-SC) 

O número de focos do mosquito Aedes aegypti não para de crescer em Santa Catarina. Só até o dia 17 de fevereiro, foram  2.998 focos identificados em 104 municípios. Esse número representa um acréscimo de 63,8% em relação ao mesmo período do ano passado, quando eram 1.830 focos em 87 municípios.

O Estado continua com os 64 municípios considerados infestados pelo mosquito que transmite dengue, zika vírus e chikungunya - o mesmo número divulgado no último boletim da Dive-SC, há 15 dias.  

Neste ano,  foram notificados 357 casos suspeitos de dengue em Santa Catarina. Desses, 267 foram descartados e 89 estão em investigação pelos municípios. Até o momento, o Estado teve um caso confirmado em um paciente de Biguaçu, porém o local provável de infecção foi no Mato Grosso do Sul. Por isso, é considerado um caso importado. Neste mesmo período no ano passado, haviam sido confirmados dois casos de dengue em SC. 

Já em relação à febre de chikungunya, o caso confirmado é de um paciente de Tubarão, que teria contraído a doença no Mato Grosso. Além disso, 22 casos suspeitos seguem em investigação. No ano passado, no mesmo período, também havia sido registrado um caso importado.  Sobre zika vírus, o Estado não tem nenhum caso confirmado, só 11 em investigação. 




Foto:

Leia também:

Focos do mosquito da dengue atingem marca recorde em SC

Focos de Aedes aegypti aumentam 71,7% em 2018 em SC

144 cidades de SC somam mais de 11,5 mil focos do Aedes aegypti em 2017

35 cidades catarinenses estão em situação de alerta por infestação pelo Aedes aegypti

Leia as últimas notícias no Diário Catarinense

 SC registra 9,9 mil focos do mosquito Aedes aegypti até novembro deste ano

Diante do aumento de focos do Aedes aegypti, ações de combate devem ser intensificadas em SC

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaOktoberfest espera receber quase 570 mil visitantes em Blumenau https://t.co/zUXG5p29S7 #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaTJ nega extinção de processo e professor responderá por abuso sexual no Alto Vale https://t.co/eh1bAr0GCe #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca