Testemunha de defesa é dispensada de julgamento em SC por falar com pirulito na boca - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Inusitado07/02/2018 | 13h36Atualizada em 07/02/2018 | 13h36

Testemunha de defesa é dispensada de julgamento em SC por falar com pirulito na boca

Caso ocorreu em São José durante uma audiência de ação trabalhista

Diário Catarinense
Diário Catarinense

Uma mulher, que não teve o nome e idade divulgados, teve o depoimento desconsiderado e foi dispensada de uma audiência na 3ª Vara do Trabalho de São José, na Grande Florianópolis. Segundo o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SC) da 12ª Região, a mulher teria insistido em ficar com um pirulito na boca enquanto falava. As informações são do G1 SC. 

A mulher chegou a ser advertida pela juíza Magda Eliete Fernandes sob a justificativa de que não havia entendimento sobre o que a testemunha falava, mas a mulher teria dito que, por estar grávida, seguiria com o doce. Ela participava de um julgamento de uma ação contra um restaurante e era a única testemunha de defesa. 

Ainda segundo o G1 SC, a trabalhadora chegou a recorrer para a 3ª Câmara do TRT-SC para considerar o depoimento da testemunha. Porém, o desembargador Roberto Guglielmetto teria dito que a juíza tinha respaldo legal para advertir a testemunha. No fim, não foi considerado cerceamento de defesa, que é quando ocorre uma limitação na produção de provas de uma das partes do processo.  

A mulher não teria apresentado mais nenhum recurso. De acordo com o G1 SC, nesta terça-feira o TRT-SC confirmou que a mulher perdeu a causa. 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlumenau inaugura curso de tecnologia inclusiva nesta quarta-feira https://t.co/8yE1keYYHH #LeiaNoSantahá 33 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPRF apreende veículo com mais de R$ 17 mil em débitos na BR-101, em Itapema https://t.co/a46xZki5EE #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca