Captura de cobras, escorpiões e aranhas cresce neste verão em Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Saúde pública19/03/2018 | 09h14Atualizada em 19/03/2018 | 09h16

Captura de cobras, escorpiões e aranhas cresce neste verão em Blumenau

Corpo de Bombeiros registrou ao menos uma ocorrência por dia envolvendo animais peçonhentos

  

 Blumenau - SC - Brasil - 16032018 - Escorpiões amarelos capturados pela vigilância epidemiológica em Blumenau, tityus serrulatus
Vigilância Sanitária atua contra o escorpião-amarelo na cidade.Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina

O verão acaba oficialmente amanhã, um período marcado por altas temperaturas e com inúmeros cuidados, principalmente com a saúde. Os dias de calor e chuva atraem animais peçonhentos e aumentam os riscos de acidentes deste tipo. No Vale do Itajaí as espécies mais comuns são as cobras, os escorpiões e as aranhas. Uma estimativa do Corpo de Bombeiros de Blumenau, que atende esse tipo de chamado, aponta que neste verão foi registrada, em média, uma ocorrência por dia envolvendo animais peçonhentos.

– Quando ocorrem esses períodos de grande calor esses animais se tornam muito ativos e aceleram o metabolismo, por isso saem à caça. Neste verão, em relação ao mesmo período de 2016/2017, tivemos um incremento importante de ocorrências envolvendo capturas de animais peçonhentos. Estima-se que cerca de 30% maior com relação ao verão anterior. Na média, um caso por dia – avalia Airton César Schmits, sargento do Corpo de Bombeiros de Blumenau.

O fim da estação não significa uma mudança repentina no clima. As altas temperaturas no Vale do Itajaí devem continuar, conforme o meteorologista Leandro Puchalski.

– Neste ano, tivemos um janeiro com temperaturas abaixo das verificadas no verão anterior e em fevereiro e março, temperaturas normais, porém, com calor. Em relação ao fim de estação é uma questão astronômica. Meteorologicamente falando as condições vão mudando aos poucos. Não é pelo fato de começar o outono que não terá mais calor. Ainda serão registradas temperaturas altas e aos poucos, ao longo da estação, teremos cada vez menos dias quentes – explica Puchalski.

 Blumenau - SC - Brasil - 16032018 - Escorpiões amarelos capturados pela vigilância epidemiológica em Blumenau, tityus serrulatus
Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina

As ocorrências suscitam um alerta à população. O Corpo de Bombeiros orienta sobre os cuidados no lar, como manter o ambiente limpo, terreno roçado, com muro e evitar acúmulo de telhas, tijolos, restos de madeira, locais onde esses animais possam se esconder.

– O que praticamos atualmente, quando temos relato de animais no interior de residência pelo telefone (número 193) é solicitar que o morador faça uma foto e nos envie por whatsapp. Usamos a tecnologia para filtrar o atendimento, pois acima de 80% dos casos que recebemos não são de animais que representam risco. Com a imagem identificamos o tipo de animal e deslocamos uma viatura até o local, se necessário. Na residência fazemos a captura e levamos até a Polícia Ambiental, que solta o animal no habitat natural dele – conta sargento dos bombeiros.

Em Blumenau a incidência de cobras é a mais comum nos atendimentos da corporação, sendo a coral, a jararacuçu e a jararaca as espécies mais comuns. A orientação dos bombeiros em caso de picada de um animal peçonhento é procurar atendimento médico imediatamente.

Mauro Sérgio Rota foi picado por um animal peçonhento há três anos. Ele relata que estava limpando o pátio da casa, na Itoupava Norte, e foi atacado no pé por um escorpião-amarelo.

– Passei perto de umas madeiras no pátio e o escorpião acabou me picando. Matei o animal e na hora não doeu na região em que fui atacado, mas ouvi falar que ele era perigoso, daí coloquei no vidro e meu filho me levou ao pronto atendimento. Chegando perto do hospital comecei a sentir uma dor terrível. Eles me deram um soro e logo começou a passar a dor, só ficando um ardor na região da picada, mas foi um susto – conta o autônomo, de 61 anos.

Vigilância Sanitária atua contra escorpião-amarelo

A Vigilância Sanitária e Ambiental de Blumenau implementou um plano de ação e prevenção para diminuir os focos de escorpião-amarelo (Tityus serrulatus) e prevenir os acidentes com este animal. Desde 2007, foram registrados sete casos de ataques desta espécie de escorpião na cidade.

– Esse animal possui fácil adaptação no meio urbano, com reprodução assexuada, que aumenta sua proliferação. Além da gravidade da ação do veneno, principalmente em crianças, idosos e pessoas que estejam com o sistema imunológico enfraquecido – alerta o coordenador de Fiscalização Sanitária, Saneamento Ambiental e Zoonoses, Valdecir Argenton.

Informar e orientar a população são as vertentes do plano, que consiste em reuniões com moradores de áreas de risco para esclarecer dúvidas e dar instruções, além de fazer buscas noturnas nos locais propícios a ter foco do animal, assim como um monitoramento semestral das residências destas áreas.

Os bairros Itoupava Norte, Itoupava Central, Testo Salto e Salto do Norte são as áreas identificadas com a presença do escorpião amarelo, de acordo com as denúncias recebidas por meio da Ouvidoria da Saúde e registros de acidentes notificados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) nos últimos cinco anos. A Vigilância Sanitária e Ambiental de Blumenau identificou estas sete áreas, mesmo que essa espécie de escorpião não seja nativa da região. Por isso as denúncias são fundamentais.

— Atendemos denúncias referentes a todo e qualquer animal peçonhento ou não, pois o que é levado em consideração é a prevenção de riscos à saúde de terceiros. O foco da nossa orientação é a eliminação das más condições de habitação dos imóveis e locais que possibilitam a proliferação – explica Argenton.

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaFestival de cucas de Blumenau está com inscrições abertas https://t.co/EptWe0dUTz #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCão é resgatado em tanque de tratamento de efluentes desativado em Blumenau https://t.co/KkgdB7vlL5 #LeiaNoSantahá 9 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca