Geral, Jornal de Santa Catarina, clicRBSJornal de Santa Catarinahttp://jornaldesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/urn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-iatom© 2011-2018 clicrbs.com.br2018-06-19T20:59:17-03:00urn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-defeito-deixa-cerca-de-14-mil-casas-sem-energia-eletrica-em-blumenau-10382726Defeito deixa cerca de 14 mil casas sem energia elétrica em BlumenauVila Nova e Escola Agrícola são os bairros mais atingidos2018-06-19T20:59:17-03:002018-06-19T20:59:17-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUm defeito no alimentador das unidades da Vila Nova e da Escola Agrícola deixou cerca de 14 mil casas em Blumenau sem energia elétrica nesta terça-feira à noite. De acordo com a Celesc ainda não se sabe o que causou o problema, que teria durado cerca de 30 minutos.Equipes da Celesc já estão nas ruas para restabelecer a rede de energia, que deve voltar ao normal ainda nesta terça à noite. Conforme os dados em tempo real da Celesc, mais de 5400 casas na Escola Agrícola ficaram sem luz e outras 4900 na Vila Nova. Os bairros Água Verde, Centro, Salto, Itoupava Seca, Velha e Victor Konder também foram atingidos e centenas de residências ficaram sem energia.::: Leia mais notícias de BlumenauPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaDefeito deixa cerca de 14 mil casas sem energia elétrica em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-defeito-deixa-cerca-de-14-mil-casas-sem-energia-eletrica-em-blumenau-10382726Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24431652Projeto torna Blumenau cidade-irmã de município no PeruCidade de Oxapampa também foi colonizada por alemães2018-06-19T20:46:54-03:002018-06-19T20:46:54-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDivulgaçãoProjeto torna Blumenau cidade-irmã de município no PeruJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24431652Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-projeto-torna-blumenau-cidade-irma-de-municipio-no-peru-10382696Projeto torna Blumenau cidade-irmã de município no PeruCidade de Oxapampa também foi colonizada por alemães2018-06-19T20:46:54-03:002018-06-19T20:46:54-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brVocê conhece Oxapampa? A pequena cidade de 10 mil habitantes foi fundada em 1891, é uma produtora de café no Peru e fica a 1,8 mil metros do nível do mar. Quase cinco mil quilômetros ao Leste de Oxapampa está Blumenau, no Vale do Itajaí, com seus mais de 330 mil habitantes. Pode até parecer que as duas não tem nada em comum, mas agora são oficialmente cidades irmãs.Um Projeto de Lei que declara as cidades irmãs foi aprovado nesta terça-feira na Câmara de Vereadores de Blumenau. De autoria do Executivo, o projeto pretende estreitar as relações entre os municípios nas áreas econômicas, culturais, sociais e de educação.Assim como Blumenau, Oxapampa também foi colonizada por imigrantes da Alemanha. Conforme registros, colonos vieram para o Peru através de um contrato entre o governo local e um barão alemão no século 19.Com algumas tradições parecidas às de Blumenau, os peruanos de Oxapampa já firmaram um contrato de intenções com a prefeitura de Blumenau. A oficialização das cidades irmãs, agora, pode acelerar o intercâmbio entre as regiões.Além da cidade no Peru, Blumenau também tem outras três irmãs: Weingarten (Alemanha), Bariloche (Argentina) e Osorno (Chile).Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaProjeto torna Blumenau cidade-irmã de município no PeruJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-projeto-torna-blumenau-cidade-irma-de-municipio-no-peru-10382696Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-exposicao-em-shopping-promove-estudos-de-fritz-muller-10382592Exposição em shopping promove estudos de Fritz Müllermostra gratuita contém informações sobre os estudos e desenhos produzidos pelo naturalista 2018-06-19T19:34:52-03:002018-06-19T19:34:52-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA Fundação Municipal do Meio Ambiente (Faema) promove até o dia 19 de julho, no Shopping Park Europeu, a exposição "Estudos Imagéticos de Fritz Müller". A mostra gratuita contém informações sobre os estudos e desenhos produzidos pelo naturalista durante a vida dele.De acordo com a diretora de Educação Ambiental, Adriane Bortoleto Vieira Velozo, além de um renomado cientista reconhecido ao redor do mundo Fritz Müller foi um excelente desenhista.– Ele observava minuciosamente os aspectos de flora e fauna que estudava e os desenhava com precisão e riqueza de detalhes, utilizando a técnica da ilustração científica. Em suas correspondências com colegas pesquisadores, enviava os desenhos junto com as anotações dos estudos, o que contribuiu para a divulgação e o reconhecimento do seu trabalho em âmbito internacional – afirma.A exposição faz parte das atrações do Junho Verde, que tem a programação completa clicando aqui.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaExposição em shopping promove estudos de Fritz MüllerJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-exposicao-em-shopping-promove-estudos-de-fritz-muller-10382592Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23200198Juiz determina suspensão do direito de dirigir do ex-deputado João PizzolattiConforme a decisão judicial, a privação ao ex-parlamentar é válida até o julgamento do processo criminal que ele responde na Justiça2018-06-19T19:14:45-03:002018-06-19T19:14:45-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLucio Bernardo Jr.Juiz determina suspensão do direito de dirigir do ex-deputado João PizzolattiJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:23200198Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-juiz-determina-suspensao-do-direito-de-dirigir-do-ex-deputado-joao-pizzolatti-10382569Juiz determina suspensão do direito de dirigir do ex-deputado João PizzolattiConforme a decisão judicial, a privação ao ex-parlamentar é válida até o julgamento do processo criminal que ele responde na Justiça2018-06-19T19:14:45-03:002018-06-19T19:14:45-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO juiz Juliano Rafael Bogo, da 1ª Vara Criminal de Blumenau, ordenou a suspensão do direito de dirigir do ex-deputado federal João Pizzolatti (PP). A decisão é do dia 14 de junho, mas foi publicada no sistema do Judiciário nesta segunda-feira.Conforme a decisão judicial, a privação ao ex-parlamentar seria válida até o julgamento do processo criminal que ele responde na Justiça. O magistrado determinou o comunicado da decisão ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SC).O ato é baseado no inquérito que denunciou Pizzolatti pelo crime de tentativa de homicídio doloso (dolo eventual) em um acidente de trânsito no dia 20 de dezembro de 2017, na rodovia SC-421 entre Blumenau e Pomerode. O ex-deputado estaria alcoolizado na hora do acidente, quando o carro que ele conduzia bateu contra outros dois veículos. O motorista de um dos veículos envolvidos, Paulo Marcelo Santos, 24, sofreu queimaduras graves e ficou internado por mais de quatro meses.Pizzolatti foi denunciado mas até o momento, segundo o juiz, não foi encontrado para a citação. O Ministério Público fez uma petição pedindo o novo endereço do ex-parlamentar.A reportagem entrou em contato com o advogado de Pizzolatti, mas não teve retorno até o momento.Leia maisAdvogado de Pizzolatti diz: "Ele é dependente químico do álcool e vai ser internado"Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaJuiz determina suspensão do direito de dirigir do ex-deputado João PizzolattiJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-juiz-determina-suspensao-do-direito-de-dirigir-do-ex-deputado-joao-pizzolatti-10382569Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24428829Nova alça de acesso à BR-470 deve impactar no Parque das ItoupavasMudança proposta pelo Estado prevê uma nova ligação à rodovia, que deve passar por parte do parque. Projeto ainda precisa ser entregue ao Dnit2018-06-19T05:58:26-03:002018-06-19T05:58:26-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesNova alça de acesso à BR-470 deve impactar no Parque das ItoupavasJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24428829Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-nova-alca-de-acesso-a-br-470-deve-impactar-no-parque-das-itoupavas-10380785Nova alça de acesso à BR-470 deve impactar no Parque das ItoupavasMudança proposta pelo Estado prevê uma nova ligação à rodovia, que deve passar por parte do parque. Projeto ainda precisa ser entregue ao Dnit2018-06-19T05:58:26-03:002018-06-19T05:58:26-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA história envolvendo a duplicação da BR-470 e a liberação do Parque das Itoupavas, em Blumenau, ganhou um novo episódio. Isso porque o governo do Estado propõe a construção de mais uma alça de acesso à rodovia que não estava prevista, inicialmente, pelo governo federal. Ela ligaria o espaço de lazer à via. O projeto deve ser entregue pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em breve, afirma o secretário de Estado de Infraestrutura, Paulo França, sem precisar a data. Segundo ele, a proposta está sendo debatida há pelo menos um ano. O objetivo seria dar mais segurança e agilidade nesse trajeto.A dúvida é quanto a nova alça avançaria sobre o parque, que está praticamente pronto. O secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Régis Evaloir da Silva, acredita que algumas vagas serão suprimidas, caso a proposta seja tirada do papel, e que o bicicletário precisará ser realocado. Ele aposta no diálogo para resolver o impasse e até espera algum tipo de compensação.– A prefeitura sabe que parte do projeto pode ser aumentada, digamos assim, para dentro do parque, mas ainda não temos a definição de quanto vai atingir, pois o projeto definitivo ainda não nos foi apresentado pelo Dnit. Precisamos buscar uma solução harmoniosa – defende o secretário.O superintendente do Dnit em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa, aguarda pelo projeto que virá do Estado para definir o traçado a ser seguido. Ele se diz surpreso com a proposta, já que o cronograma da rodovia está atrasado. As obras na região do Viaduto da Mafisa começaram em março, após liberação de recursos do governo federal. Ainda assim, o superintendente aponta que, com o material em mãos, a ideia é discutir com a prefeitura a viabilidade de execução. Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, só ocorrerá uma definição após consenso entre Dnit, Deinfra e município. O superintendente do Dnit em Santa Catarina reforçou o discurso do secretário estadual e não descarta, até mesmo, a possibilidade de um debate com a comunidade, nos moldes de audiência pública.– Se for de interesse da comunidade, a gente faz. Se não, a gente não faz – afirma Carioni.Sem data certa para liberaçãoA obra do Parque das Itoupavas foi contratada em 2015 e era para ser entregue em 2016. O projeto teve que ser readequado e o custo que seria de R$ 2,8 milhões passou para quase R$ 4 milhões, um aumento de 42%. Agora está praticamente tudo pronto, mas o público não pode entrar. É preciso esperar o cronograma do Dnit para decidir quando o local será liberado. A previsão do órgão é finalizar os trabalhos na região da Mafisa até o fim de 2019.Quando for entregue, o parque vai suprir uma demanda da comunidade da região Norte da cidade, que atualmente não conta com estruturas para lazer. Serão, ao todo, 49,5 mil metros quadrados à disposição dos moradores, um espaço maior que o Ramiro Ruediger, que tem 43 mil metros quadrados. No local os cidadãos contarão com pista de caminhada, ciclovia, quadras de basquete, futsal, vôlei de areia, playground, academia ao ar livre, pista de skate, bosque para piquenique e até cancha de bocha.Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaNova alça de acesso à BR-470 deve impactar no Parque das ItoupavasJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-nova-alca-de-acesso-a-br-470-deve-impactar-no-parque-das-itoupavas-10380785Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-em-acao-social-policia-militar-de-blumenau-leva-criancas-ao-cinema-10380713Em ação social, Polícia Militar de Blumenau leva crianças ao cinemaAo todo, 68 meninos e meninas da Casa de Acolhida São Felipe Neri foram contemplados2018-06-18T21:08:43-03:002018-06-18T21:08:43-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brAs crianças atendidas na Casa de Acolhida São Felipe Neri tiveram uma sexta-feira especial. Elas foram contempladas em uma parceria entre a Polícia Militar de Blumenau e um cinema da cidade. A união de esforços permitiu que os 68 meninos e meninas acompanhassem uma sessão na telona.Os pequenos foram buscados na sede da entidade com o próprio ônibus do 10º Batalhão e partiram para conhecer a história do Pedro Coelho. Uma atividade simples, mas que talvez fosse distante da realidade de alguns dos pequenos.Além de aproximar a comunidade da Polícia Militar, a iniciativa também teve como foco oferecer às crianças acesso gratuito a um momento de diversão e interação. - Acreditamos que o serviço policial seja capaz de promover oportunidades para a participação igualitária de todos na sociedade e cooperar para o desenvolvimento social das crianças – disse o comandante do 10º BPM, tenente-coronel Jefferson Schmidt.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaEm ação social, Polícia Militar de Blumenau leva crianças ao cinemaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-em-acao-social-policia-militar-de-blumenau-leva-criancas-ao-cinema-10380713Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24428546Paralisação de servidores vai afetar serviços públicos de Blumenau nesta terça-feiraPrefeitura acredita que ao menos 82 unidades entre creches, escolas e postos de saúde ficarão sem atendimento 2018-06-18T19:07:08-03:002018-06-18T19:07:08-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesParalisação de servidores vai afetar serviços públicos de Blumenau nesta terça-feiraJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24428546Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-paralisacao-de-servidores-vai-afetar-servicos-publicos-de-blumenau-nesta-terca-feira-10380563Paralisação de servidores vai afetar serviços públicos de Blumenau nesta terça-feiraPrefeitura acredita que ao menos 82 unidades entre creches, escolas e postos de saúde ficarão sem atendimento 2018-06-18T19:07:08-03:002018-06-18T19:07:08-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brAssembleia está programada para as 15h30min na Praça Victor KonderFoto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa CatarinaA paralisação convocada pelo Sindicato Único dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Blumenau (Sintraseb) deve afetar o funcionamento de diversas unidades de saúde, creches e escolas nesta terça-feira. Um levantamento da prefeitura aponta que ao menos 82 estabelecimentos estarão fechados ao longo da data. Na saúde, 49 Estratégias Saúde da Família estarão fechadas e duas não atenderão no período da tarde. Os sete Ambulatórios Gerais estarão abertos, mas com alguns setores prejudicados. Na educação, 22 Centros de Educação Infantil e 11 Escolas Básicas Municipais ficarão sem atendimento. Outras 20 creches e oito escolas manterão atendimento parcial durante a terça-feira e 29 escolas e 35 creches funcionarão normalmente.A paralisação dos servidores públicos municipais está programada para durar toda a terça-feira na Praça Victor Konder. A mobilização é resultado da negativa da categoria diante da proposta apresentada pelo Executivo para a pauta de negociação salarial de 2018. A assembleia que vai decidir se os funcionários acatam a proposta do governo municipal ou estabelecem novas paralisações está programada para as 15h30min.::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaParalisação de servidores vai afetar serviços públicos de Blumenau nesta terça-feiraJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-paralisacao-de-servidores-vai-afetar-servicos-publicos-de-blumenau-nesta-terca-feira-10380563Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-crianca-de-sete-meses-tem-15-do-corpo-queimado-em-blumenau-10380541Criança de sete meses tem 15% do corpo queimado em BlumenauSegundo o Samu, o menino teve ferimentos no rosto, abdômen e coxas2018-06-18T18:34:41-03:002018-06-18T18:34:41-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUma criança teve aproximadamente 15% do corpo queimado com água quente na tarde desta segunda-feira, em Blumenau. O caso ocorreu no bairro Velha e, segundo o Samu, o menino de sete meses teve ferimentos no rosto, abdômen e coxas. A mãe contou à equipe do Arcanjo 3 que estava preparando o banho do bebê no momento do acidente. Conforme o relato, ela havia colocado água quente na banheira e na sequência iria colocar água fria. Nesse intervalo o menino acabou virando a banheira sobre ele. A criança foi levada ao Hospital Santo Antônio.Confira abaixo as recomendações do Corpo de Bombeiros para evitar queimaduras em crianças:- Antes do banho, verifique a temperatura da água. Teste também a temperatura de alimentos.- Mantenha a criança longe de líquidos quentes.- Não beba com a criança no colo.- Mantenha a criança longe de fósforos, acendedores e todo o tipo de substância inflamável.- Guarde o ferro de passar em local inacessível para crianças após o uso.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaCriança de sete meses tem 15% do corpo queimado em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-crianca-de-sete-meses-tem-15-do-corpo-queimado-em-blumenau-10380541Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24425660Motorista com caminhão invade casa e derruba parede no bairro Cidade Nova, em ItajaíVeículo atingiu o quarto de duas crianças, que não estavam no local no momento do acidente2018-06-18T10:19:23-03:002018-06-18T10:19:23-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDivulgaçãoMotorista com caminhão invade casa e derruba parede no bairro Cidade Nova, em ItajaíJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24425660Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-motorista-com-caminhao-invade-casa-e-derruba-parede-no-bairro-cidade-nova-em-itajai-10378527Motorista com caminhão invade casa e derruba parede no bairro Cidade Nova, em ItajaíVeículo atingiu o quarto de duas crianças, que não estavam no local no momento do acidente2018-06-18T10:19:23-03:002018-06-18T10:19:23-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUm caminhão de frete invadiu uma casa, por volta das 22h do último sábado, no bairro Cidade Nova, em Itajaí. Segundo a Defesa Civil, o veículo atingiu o quarto de duas crianças, que não estavam no local na hora da invasão. Com o impacto a parede desse cômodo chegou a cair. Além da parede, o caminhão derrubou também o muro de outra residência.De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido e o condutor fugiu do local após o acidente. Os bombeiros informaram que o motorista do caminhão apresentava sinais de embriaguez, conforme relato de moradores da região e que latas de cerveja foram encontradas no interior do veículo.A Defesa Civil interditou o quarto e os proprietários da casa continuam no imóvel. O caminhão foi retirado ontem do local e o suspeito ainda não foi encontrado. ::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaMotorista com caminhão invade casa e derruba parede no bairro Cidade Nova, em ItajaíJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-motorista-com-caminhao-invade-casa-e-derruba-parede-no-bairro-cidade-nova-em-itajai-10378527Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24421912Celesc inicia obra na Usina Salto e abastecimento de água em Blumenau pode ser afetadoSamae utiliza o local para captar água para o tratamento na ETA 2, na Rua Bahia2018-06-15T17:17:01-03:002018-06-15T17:17:01-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RS Sabrina Domingos / DivulgaçãoCelesc inicia obra na Usina Salto e abastecimento de água em Blumenau pode ser afetadoJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24421912Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-celesc-inicia-obra-na-usina-salto-e-abastecimento-de-agua-em-blumenau-pode-ser-afetado-10376707Celesc inicia obra na Usina Salto e abastecimento de água em Blumenau pode ser afetadoSamae utiliza o local para captar água para o tratamento na ETA 2, na Rua Bahia2018-06-15T17:17:01-03:002018-06-15T17:17:01-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO abastecimento de água em Blumenau pode ficar comprometido nesta terça-feira, dia 19. A Celesc vai começar a troca das comportas da Usina Salto, local onde o Samae faz a captação de água para o tratamento na ETA 2, na Rua Bahia. Para fazer o serviço no local, será necessário esvaziar totalmente o reservatório por duas horas de manhã e uma hora à tarde.De acordo com a Celesc, primeiramente os técnicos vão apenas fazer uma inspeção e tirar medidas para a fabricação da nova estrutura, que deve ser trocada durante o inverno — quando o consumo de água é menor na cidade. A obra na usina deve reduzir o número de interrupções que têm ocorrido no abastecimento de água por conta de manutenções no reservatório. Conforme as informações da Celesc, a troca das comportas passará a oferecer mais segurança aos técnicos que trabalham em áreas alagadas da usina, sem a necessidade de esvaziar o reservatório para novas manutenções.::: Leia mais notícias de BlumenauVia assessoria de imprensa, o Samae de Blumenau informa que a medida afetará diretamente a captação de água da ETA 2, que não operará enquanto os serviços estiverem em execução. Por isso, os bairros abastecidos pela estação de tratamento poderão sofrer com falta de água.A autarquia solicita a compreensão dos consumidores e pede economia na ocasião e afirma que o abastecimento voltará à normalidade assim que os trabalhos forem concluídos. Mais informações pelo telefone 115, na opção 20 do menu.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaCelesc inicia obra na Usina Salto e abastecimento de água em Blumenau pode ser afetadoJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-celesc-inicia-obra-na-usina-salto-e-abastecimento-de-agua-em-blumenau-pode-ser-afetado-10376707Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24420921Fim de semana deve ser de frio e chuva fraca em BlumenauPrevisão aponta dias de céu com muitas nuvens2018-06-15T17:01:26-03:002018-06-15T17:01:26-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSpatrick rodriguesFim de semana deve ser de frio e chuva fraca em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24420921Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-fim-de-semana-deve-ser-de-frio-e-chuva-fraca-em-blumenau-10376659Fim de semana deve ser de frio e chuva fraca em BlumenauPrevisão aponta dias de céu com muitas nuvens2018-06-15T17:01:26-03:002018-06-15T17:01:26-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO fim de semana deve ser apropriado para quem quer ficar em casa e assistir a um filme ou aos jogos da Copa do Mundo. Céu nublado, chuva fraca e frio devem resumir o sábado e o domingo em Blumenau, de acordo com a previsão dos meteorologistas do Alertablu.A previsão aponta condições parecidas para os dois dias do fim de semana e também não muito diferentes da sexta-feira. O tempo instável favorece a condição de chuva fraca a qualquer momento do dia e as temperaturas mínimas ficarão entre 11 e 13°C, enquanto as máximas não passam de 18°C.Para o começo da semana que vem o tempo deve melhorar um pouco, segundo o Alertablu, com a previsão de mais aberturas de sol e as temperaturas passando levemente dos 20ºC.Fake news nas redes sociaisA Epagri/Ciram e a Defesa Civil do Estado estão destacando nesta sexta-feira que uma mensagem que circula nas redes sociais alertando sobre a previsão de neve para a madrugada de sábado é falsa. O texto, que diz ter como fonte a própria Epagri, cita a previsão de neve para todas as regiões de SC. No entanto, segundo as fontes oficiais, não passa de uma notícia falsa.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaFim de semana deve ser de frio e chuva fraca em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-fim-de-semana-deve-ser-de-frio-e-chuva-fraca-em-blumenau-10376659Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24421519Trânsito de Blumenau sofrerá alterações em diversas ruas no fim de semanaObras e eventos alteram o fluxo de vias nos bairros Garcia, Velha e Vila Itoupava2018-06-15T13:36:31-03:002018-06-15T13:36:31-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesTrânsito de Blumenau sofrerá alterações em diversas ruas no fim de semanaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24421519Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-transito-de-blumenau-sofrera-alteracoes-em-diversas-ruas-no-fim-de-semana-10376515Trânsito de Blumenau sofrerá alterações em diversas ruas no fim de semanaObras e eventos alteram o fluxo de vias nos bairros Garcia, Velha e Vila Itoupava2018-06-15T13:36:31-03:002018-06-15T13:36:31-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO motorista blumenauense vai precisar redobrar a atenção fim de semana, já que o trânsito da cidade sofrerá com diversas mudanças. No sábado, as alterações ocorrerão na proximidade da Vila Germânica. Por causa das obras de instalação da galeria pluvial, a Rua Itapiranga ficará interditada para o fluxo de veículos, enquanto a Rua Jacó Brueckheimer terá o sentido invertido para absorver o tráfego que vai em direção à Rua Humberto de Campos. Os motoristas também podem utilizar a Rua Alberto Stein como alternativa para acessar a Humberto de Campos.– Este fluxo será invertido por cerca de 90 dias, até que sejam finalizadas as obras na localidade – afirma o secretário de Infraestrutura Urbana, Régis Evaloir da Silva.Também no sábado a Rua Prefeito Frederico Busch Júnior, no bairro Garcia, ficará com o trânsito interrompido ao fluxo de veículos no trecho em frente ao Colégio Shalom, das 17h a 0h. No local, ocorrerá uma confraternização de jovens. Durante o período, o trânsito na localidade será desviado para a Rua Araranguá. Haverá sinalização para orientar os motoristas.No domingo, a Vila Itoupava terá alterações temporárias no trânsito por causa da 1ª Corrida Rústica da Vila Itoupava. A concentração da prova será na Sociedade Serrinha, na Rua Hermann Hein, 1.389. Agentes estarão na região para orientar os motoristas.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaTrânsito de Blumenau sofrerá alterações em diversas ruas no fim de semanaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-transito-de-blumenau-sofrera-alteracoes-em-diversas-ruas-no-fim-de-semana-10376515Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24420752Carro capota e cai de ribanceira na Itoupava Central em BlumenauMotorista ficou preso dentro do veículo e após foi encaminhado para o hospital 2018-06-15T11:33:42-03:002018-06-15T11:33:42-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBelmiro AvanciniCarro capota e cai de ribanceira na Itoupava Central em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24420752Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-carro-capota-e-cai-de-ribanceira-na-itoupava-central-em-blumenau-10376388Carro capota e cai de ribanceira na Itoupava Central em BlumenauMotorista ficou preso dentro do veículo e após foi encaminhado para o hospital 2018-06-15T11:33:42-03:002018-06-15T11:33:42-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUm homem ficou ferido em um capotamento no começo da manhã desta sexta-feira, em Blumenau . Ele estava em um veículo Celta na Rua Doutor Pedro Zimmermann, no bairro Itoupava Central quando acabou capotando e caindo de uma ribanceira, parando em um riacho.Segundo o corpo de Bombeiros, a vítima relatou que vinha no sentido Centro, por volta das 4h30min, mas não lembra como o acidente aconteceu. Ele teve alguns ferimentos e apresentava dor no peito. O homem foi encaminhado para o Hospital Santa Isabel para atendimento. ::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaCarro capota e cai de ribanceira na Itoupava Central em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-carro-capota-e-cai-de-ribanceira-na-itoupava-central-em-blumenau-10376388Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24420465Itajaí celebra 158 anos de história com desenvolvimento social e econômicoCidade que se tornou segundo PIB estadual cresceu junto às águas e busca se diversificar, mas mantém a âncora no Itajaí-Açu2018-06-15T09:25:36-03:002018-06-15T09:25:36-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLuiz Carlos de SouzaItajaí celebra 158 anos de história com desenvolvimento social e econômicoJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24420465Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-itajai-celebra-158-anos-de-historia-com-desenvolvimento-social-e-economico-10376268Itajaí celebra 158 anos de história com desenvolvimento social e econômicoCidade que se tornou segundo PIB estadual cresceu junto às águas e busca se diversificar, mas mantém a âncora no Itajaí-Açu2018-06-15T09:25:36-03:002018-06-15T09:25:36-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brDez mil fatias de bolo distribuídas à população e um casamento coletivo com o recorde local de 119 casais são parte das comemorações dos 158 anos de Itajaí, completados hoje. A programação é farta e a data remete a uma união que, acredita-se, ninguém mais separa: a cidade e o rio. A história do município é contada a partir do Itajaí-Açu, onde navega também o futuro.– É o elo da cidade com o mundo – resume o professor Francisco Alfredo Braum Neto, coordenador do curso de História da Univali.Ele lembra que, no começo, o rio foi o ponto de entrada para imigrantes, principalmente alemães, instalarem-se na região. Não foram os únicos. Itajaí teve uma formação cultural e étnica bem diversificada. No século 18 vieram os açorianos, que fundaram Porto Belo e da cidade próxima muitos deles partiram para Itajaí que ganhou, também, traços marcantes da cultura dos Açores: como o sotaque "chiado" e o jeito acelerado de falar. Se nos séculos anteriores, o rio possibilitou a vinda de tantos povos diferentes, hoje ele conecta a cidade com o mundo. Itajaí mantém relações com o Japão – tem Sodegaura como cidade-irmã – e com a Nova Zelândia, ao sediar uma das etapas nas últimas três edições da Volvo Ocean Race, a mais importante competição náutica do mundo.– São elementos que marcam uma vocação do passado que é presente. É uma condição importante e será a perspectiva econômica – reforça o historiador.ECONOMIA DA CIDADE FORTALECIDA PELO RIOEntre os anos 1950 e 1960, no chamado Ciclo da Madeira, carregamentos de toras de árvores extraídas em Santa Catarina eram levados para outras regiões. O presidente da Associação Empresarial de Itajaí (Acii), Mario Cesar dos Santos, lembra que Itajaí chegou a ser o maior exportador de madeira da América Latina.– Na época, essa indústria extrativista era muito forte – conta.Agora, anos mais tarde, novamente a exportação de madeira – reflorestada e na forma de móveis, aglomerados e outros – volta a apresentar crescimento entre os itens exportados, segundo Heder Cassiano Moritz, assessor da superintendência do complexo portuário. O presidente da Acii lembra que a partir da exportação da madeira, o porto junto ao Itajaí-Açu ganhou outros contornos e estrutura. Com o tempo, tornou-se o maior porto pesqueiro do Brasil, superando o de Santos.Empresas de logística, de despacho aduaneiro e de vários outros setores se agregaram ao porto, que recebe, por exemplo, toda a importação de uma marca de bebida energética para distribuição na América Latina. Mário Cesar menciona que a economia diversificou e impulsionou setores como a construção civil e, mais recentemente, o turismo.Atualmente, mesmo tendo quase metade da população de Joinville, Itajaí tem resultados econômicos semelhantes aos da maior cidade do Estado (veja na tabela).– Existe uma mobilização de setores público e privado que ajuda a fortalecer isso – indica.O tamanho exato e a importância de cada setor – indústria, comércio e serviços – estão sendo apurados. A Acii e a prefeitura começaram um estudo para dimensionar cada área.O prefeito Volnei Marostani (MDB) sabe que será preciso investir para que Itajaí continue crescendo, com qualidade. Ele espera um aporte de US$ 62,5 milhões em financiamento internacional para mudar o sistema viário, desapropriar áreas, erguer pontes e, ainda, retomar a via portuária. A prefeitura aguarda diagnóstico que encomendou à UFSC sobre o transporte público, para iniciar uma licitação.O município prepara, ainda, mudanças no Plano Diretor e aposta na tecnologia, com a construção de um centro de inovação. Um sinal dos bons ventos é que, graças ao turismo e à organização da Volvo Ocean Race, o número de leitos em hotéis triplicou em três edições do evento ou em 10 anos. É parte do casamento da cidade e do rio.A história da cidade na memóriaA professora Marlene Rothbarth, 85 anos, que lecionou em Itajaí durante 31 anos, conhece como poucos a relação do local com o Itajaí-Açu. Tanto, que escreveu oito livros a respeito. Pedagoga, ela ensina que a cidade se emancipou de Porto Belo, em 1940, mas que ninguém sabe ao certo quem a fundou no começo. O certo é que por causa do rio, Itajaí foi recebendo imigrantes, comerciantes. Famílias vieram cultivar a terra e também aventureiros chegaram. Marlene conta que no começo havia barcos a vapor que distribuíam mantimentos à região. A pesca cresceu depois.O prático Alexandre Gonçalves da Rocha viveu bem de perto o passado e presente do rio. Fez concurso em Itajaí, foi aprovado e não a deixou. – Minha vida se divide em antes e depois do rio – resume.Ele conta ter vivido muitas experiências junto ao Itajaí-Açu, nem todas alegres. Acompanhou a história de um navio que tentava vencer a agitação da água e encalhou por quatro dias no porto. Em 2008, em uma das grandes enchentes, o rio despejou no canal uma quantidade de lama equivalente ao que normalmente seria retirada em um ano e meio. Gonçalves acredita que, para o futuro, é preciso sonhar com outras fontes econômicas.– Senão, ficamos limitados pelos humores do rio – conclui.ITAJAÍ EM NÚMEROS- É terceira em arrecadação no ranking de SC: de janeiro a junho foram R$ 506,2 milhões em ICMS.- É segunda em Produto Interno Bruto (PIB) de SC, com R$ 18,855 bilhões, atrás apenas de Joinville.- Ocupa segunda posição no Índice de Participação dos Municípios (IPM) em 2018, atrás somente de Joinville. O IPM municipal é 7,24% do total de SC. Para 2019, o índice provisório, de 7,55%, a mantém nesta posição. As projeções são de que a cidade receba R$ 15 milhões a mais do que em 2018.- Está na 43ª posição do PIB brasileiro.- O Índice de Desenvolvimento (IDH) é 0,795 entre 5.565 municípios, situado na faixa de "muito alto", principalmente pelos critérios de longevidade, renda e educação (dado mais recente disponível, de 2010).Fonte: Secretaria de Estado da Fazenda e Atlas do Desenvolvimento HumanoCom bolo e shows- Sexta-feira, às 9h: reinauguração da Igreja Imaculada Conceição, seguida de missa com o arcebispo metropolitano dom Wilson Jönck e Coral Santíssimo Sacramento- Sexta-feira, às 14h: corte do bolo e show com Mari Monteiro e Banda Universus, na Praça Genésio Miranda Lins, na Beira-Rio- Sábado, às 14h30min: casamento coletivo, no Centreventos- Sábado, às 18h: corte do bolo e show com Ninguém Sabe, no Parque Ecológico Alessandro Weiss - Sábado, às 14h: Concurso Mais Belo Idoso e Mais Bela Idosa de Itajaí, na Sociedade Cultural e Assistencial TiradentesPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaItajaí celebra 158 anos de história com desenvolvimento social e econômicoJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-itajai-celebra-158-anos-de-historia-com-desenvolvimento-social-e-economico-10376268Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24419577Sete linhas de ônibus sofrem alterações de horários e itinerários em BlumenauAs mudanças foram anunciadas pelo Seterb e entram em vigor na segunda-feira2018-06-14T19:14:40-03:002018-06-14T19:14:40-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLuís Carlos Kriewall FilhoSete linhas de ônibus sofrem alterações de horários e itinerários em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24419577Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-sete-linhas-de-onibus-sofrem-alteracoes-de-horarios-e-itinerarios-em-blumenau-10375786Sete linhas de ônibus sofrem alterações de horários e itinerários em BlumenauAs mudanças foram anunciadas pelo Seterb e entram em vigor na segunda-feira2018-06-14T19:14:40-03:002018-06-14T19:14:40-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brSão ao menos 10 horários alterados, três trajetos modificados e um horário excluídoFoto: Luís Carlos Kriewall Filho / EspecialO Seterb anunciou no fim da tarde desta quinta-feira mudanças em sete linhas do transporte coletivo de Blumenau. As alterações de horários e trajetos afetam o Troncal 17 - Via Rua das Missões; 423 - Grevsmuehl; 601 - Fortaleza; 603 - Tribess; 606 - Romário Badia; 902 - Loteamento Primavera; e 903 - Eça de Queiroz. São ao menos 10 horários alterados, três trajetos modificados e um horário excluído. De acordo com a autarquia, as mudanças são pautadas em análises técnicas e pesquisas de demanda. As mudanças podem ser consultadas aqui.Leia tambémEstações de embarque devem passar por reforma a partir da próxima semanaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaSete linhas de ônibus sofrem alterações de horários e itinerários em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-sete-linhas-de-onibus-sofrem-alteracoes-de-horarios-e-itinerarios-em-blumenau-10375786Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24419503Estações de embarque devem passar por reforma a partir da próxima semanaRecuperação será feita em uma estrutura de cada vez e usuários devem ficar atentos aos pontos de embarque2018-06-14T18:50:13-03:002018-06-14T18:50:13-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSLucas CorreiaEstações de embarque devem passar por reforma a partir da próxima semanaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24419503Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-estacoes-de-embarque-devem-passar-por-reforma-a-partir-da-proxima-semana-10375764Estações de embarque devem passar por reforma a partir da próxima semanaRecuperação será feita em uma estrutura de cada vez e usuários devem ficar atentos aos pontos de embarque2018-06-14T18:50:13-03:002018-06-14T18:50:13-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA partir da próxima segunda-feira deve começar a recuperação das quatro estações de embarque situadas no Centro de Blumenau. Segundo a prefeitura, o trabalho será realizado em uma estrutura de cada vez e vai custar R$ 55 mil. Os serviços incluem pintura, limpeza e melhorias na iluminação, e serão feitos por uma empresa licitada. A expectativa é que elas fiquem prontas até o dia 30 de julho.A primeira a passar por manutenção será a Estação Catedral, próxima ao shopping. Enquanto os serviços forem executados, embarque e desembarque de passageiros ocorrerão ao lado da estação. Na sequência, os serviços vão se concentrar na Estação Floriano Peixoto, na Rua 7 de Setembro. Como o espaço ficará desativo, o ponto será transferido temporariamente à frente da Confeitaria Saxônia. A Estação Dr. Blumenau será a terceira recuperada e por último a Estação Carlos Gomes, ambas situadas na Avenida Presidente Castelo Branco. De acordo com a administração municipal, em todos os casos, bancos serão instalados próximos aos pontos para atender os usuários do transporte coletivo. Nas estações da Beira-Rio também serão instaladas coberturas.::: Leia também Sete linhas de ônibus sofrem alterações de horários e itinerários em BlumenauPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaEstações de embarque devem passar por reforma a partir da próxima semanaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-estacoes-de-embarque-devem-passar-por-reforma-a-partir-da-proxima-semana-10375764Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24418617Quadra de vôlei de areia do Parque Ramiro é interditada por 10 diasDesde quarta-feira, duas das três quadras passam por manutenção2018-06-14T15:08:48-03:002018-06-14T15:08:48-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSJoão CorreiaQuadra de vôlei de areia do Parque Ramiro é interditada por 10 diasJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24418617Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-quadra-de-volei-de-areia-do-parque-ramiro-e-interditada-por-10-dias-10375470Quadra de vôlei de areia do Parque Ramiro é interditada por 10 diasDesde quarta-feira, duas das três quadras passam por manutenção2018-06-14T15:08:48-03:002018-06-14T15:08:48-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brDesde a manhã de quarta-feira, duas das três quadras de vôlei de areia do Parque Ramiro Ruediger estão interditadas para manutenção. O trabalho inclui a substituição das hastes atuais, que sustentam a rede. Elas terão a base reforçada com concreto e segundo a administração do parque, a manutenção é necessária, pois as quatro hastes apresentavam problemas causados pelo tempo de uso e pressão da própria amarração das redes.A previsão é de que as duas quadras fiquem interditadas para uso por 10 dias. Neste período, a população terá uma das quadras disponíveis para a prática esportiva. ::: Leia mais no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaQuadra de vôlei de areia do Parque Ramiro é interditada por 10 diasJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-quadra-de-volei-de-areia-do-parque-ramiro-e-interditada-por-10-dias-10375470Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-defesa-civil-faz-levantamento-dos-estragos-causados-por-vendaval-10375304Defesa Civil faz levantamento dos estragos causados por vendavalEpagri/Ciram definiu o fenômeno, em Presidente Getúlio, como uma microexplosão com velocidade de ventos estimada em mais de 150 km/h2018-06-14T11:07:32-03:002018-06-14T11:07:32-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO vendaval foi na tarde de terça-feira, mas só no meio da manhã de ontem foi possível ter uma dimensão dos estragos em Presidente Getúlio, no Vale do Itajaí. Para chegar até as propriedades atingidas, primeiro foi preciso abrir caminho. Bombeiros de quatro cidades ajudaram na tarefa e máquinas da prefeitura foram usadas pra agilizar o trabalho. A comunidade mais afetada foi Serra Vencida.O cenário é parecido ao registrado nos tornados de Guaraciaba, em 2009, e de Xanxerê, em 2015. A diferença é que a área afetada no Alto Vale foi menor e se trata de uma comunidade rural. Em nota enviada, por volta das 15h30, a Epagri/Ciram definiu o fenômeno, em Presidente Getúlio, como uma microexplosão com velocidade de ventos estimada em mais de 150 km/h. Dezenas de casas foram destelhadas. O galpão que era usado para guardar as máquinas agrícolas veio abaixo e vários animais morreram.– Vi que estourou um eucalipto no fundo do rancho, daí tentei sair pela porta da frente, mas a porta não abriu mais. Tinha um lugar que faltava duas tábuas no rancho e saí por lá para ir para a garagem da casa do vizinho me defender – contou o operador de máquinas, Adriano Wiemes.A casa em que Adriano se abrigou perdeu o telhado. O vento arrancou a janela, mas ela está de pé. Para o alívio de Loreni. Ela não estava em casa, mas a filha e os dois netos pequenos, sim.– Graças a Deus ninguém se machucou, porque Deus é grande, a gente tem fé. Deus protegeu a minha filha e os meus anjinhos, que são os meus netos – lembra.A agricultora Mirim Poffo diz que perdeu o chão, e o sustento da família está comprometido.– Perdemos 95%, porque tinha mais ou menos 300 sacos de milho para colher seco. Uns 30 quilos de semente de silagem para o gado e não tem mais nada. Restou a vida. É hora de recomeçar. Levantar a cabeça, com muita dificuldade, rezar bastante, fé em Deus e recomeçar – pondera a agricultora.A tempestade começou por volta das 16h e durou menos de 10 minutos. A prefeitura ainda não sabe o tamanho do prejuízo, mas estuda a possibilidade de decretar situação de emergência.– Nossa equipe está na estrada, está fazendo o levantamento de quantas casas, quantas propriedades foram atingidas, o que aconteceu para, no máximo em 24 horas, dar o respaldo e o levantamento econômico da situação – projeta o coordenador da Defesa Civil de Presidente Getúlio, Lúcio Bittencourt.(Informações de Eduardo Cristófoli, da NSC TV)Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaDefesa Civil faz levantamento dos estragos causados por vendavalJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-defesa-civil-faz-levantamento-dos-estragos-causados-por-vendaval-10375304Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24416972Alerta e agradecimento: as lições do Dia do Doador de SangueData lembra a necessidade de doação regular para ajudar a salvar vidas. Em Blumenau, mais de 1,8 mil pessoas fazem, mensalmente, o ato de solidariedade2018-06-14T07:00:02-03:002018-06-14T07:00:02-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesAlerta e agradecimento: as lições do Dia do Doador de SangueJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24416972Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-alerta-e-agradecimento-as-licoes-do-dia-do-doador-de-sangue-10374832Alerta e agradecimento: as lições do Dia do Doador de SangueData lembra a necessidade de doação regular para ajudar a salvar vidas. Em Blumenau, mais de 1,8 mil pessoas fazem, mensalmente, o ato de solidariedade2018-06-14T07:00:02-03:002018-06-14T07:00:02-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brNesta quinta-feira é lembrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data, criada em 2011, tem o intuito de aumentar a conscientização sobre a necessidade da doação e agradecer aos voluntários, que com este ato ajudam a salvar vidas, ainda mais no período de inverno, onde há queda no número de coleta e consequentemente dos estoques.Atualmente no Brasil, 1,8% da população é doadora regular de sangue, um índice abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 3%. O morador de Blumenau, José Jerônimo está entre os que doam regularmente. No Hemosc de Blumenau, ele é o voluntário com o maior número de doações, são 34 até o momento.— Tudo começou na época do quartel. Eu me alistei e não precisei servir, mas fui incentivado a doar e desde então nunca parei. Faço sempre quatro doações possíveis em um mesmo ano, neste mês já dará o tempo hábil e vou voltar — conta o comerciante.José afirma que se cuida bastante, para poder manter o hábito da doação. Costuma fazer exercícios, comer alimentos saudáveis, não ingerir bebida alcoólica, algo que ajudou ele a manter esta saúde, com quase 50 anos de idade.— Além de fazer bem para a sua saúde, também podemos ajudar quem precisa. Quem puder doar sangue deve fazer, é uma questão de consciência. Pois, em algum momento, todo mundo pode precisar de sangue — alerta.O Ministério da Saúde estabelece que, para ser um doador voluntário, é necessário ter idade mínima de 16 anos e máxima de 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica no dia anterior e não ter doenças sanguíneas, além de outras especificações que são avaliadas na triagem feita antes da doação. Tudo para garantir a segurança do doador e do receptor do sangue.Média de 1,8 mil doações por mêsUma única doação de sangue pode salvar várias vidas, por isso a importância de manter os estoques sempre abastecidos. Segundo a responsável pela captação de doadores do Hemosc em Blumenau, Thaise Molinari, mesmo neste período que, historicamente, as doações caem, a instituição tem conseguido manter uma média mensal de 1,8 mil doações , que servem para abastecer os 34 hospitais e pacientes da região.— A condição do tempo afasta um pouco os doadores, assim como os mitos referente à prática de doação. Uma série de fatores que acabam influenciando da pessoa de não vir até a instituição, dentre outros itens da legislação que impedem certas pessoas de fazer a doação — aponta Molinari.Ela salienta que o sangue doado é utilizado para inúmeras situações. São várias patologias e cirurgias que necessitam. Há uma demanda grande na região, o que evidencia ainda mais a necessidade de doações frequentes, inclusive de plaquetas.O engenheiro civil, Erni Daniel Zilles é um dos que decidiram doar somente plaquetas, para contribuir com o estoque deste “hemocomponente”. Ele está na sua quinta doação por aférese no ano. Este tipo de coleta é diferente da convencional, equivale de seis a oito doações de sangue tradicional. Ele conta que fazer doação vai muito além de um simples ato.— Doar é um privilégio. Está ajudando outra pessoa sem distinção não tem preço. Quando você faz isso, está doando uma oportunidade e um tempo de vida para quem vai receber — diz o voluntário de 32 anos.::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaAlerta e agradecimento: as lições do Dia do Doador de SangueJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-alerta-e-agradecimento-as-licoes-do-dia-do-doador-de-sangue-10374832Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24417040Política e economia no centro do debate em BlumenauColunistas da NSC discutiram com lideranças da região como esses fatores nacionais afetam o Vale2018-06-13T21:55:33-03:002018-06-13T21:55:33-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesPolítica e economia no centro do debate em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24417040Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-politica-e-economia-no-centro-do-debate-em-blumenau-10374852Política e economia no centro do debate em BlumenauColunistas da NSC discutiram com lideranças da região como esses fatores nacionais afetam o Vale2018-06-13T21:55:33-03:002018-06-13T21:55:33-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO auditório do Centro Empresarial de Blumenau (CEB) reuniu líderes da região na noite desta quarta-feira para painel sobre perspectivas econômicas e políticas promovido pelo Jornal de Santa Catarina, com apoio da Associação Empresarial de Blumenau e da Setra Plus Corretora de Seguros. Colunistas da NSC Comunicação debateram como fatos nacionais e até mesmo internacionais podem influenciar no desenvolvimento regional. Comandado pela apresentadora do Jornal do Almoço, Adriana Krauss, o encontro contou com a presença de lideranças regionais.Sob a responsabilidade da colunista Estela Benetti ficou uma análise em relação ao futuro econômico de SC. Com os colegas Pancho e Pedro Machado, colunistas do Santa, avaliou o cenário projetado pelo Banco Mundial (Bird) e Focus, que apontam o Produto Interno Bruto (PIB) na casa do 3,1%, e 1,94% de expansão no Brasil. Na apresentação, abordou o bom desempenho na arrecadação de SC no ano passado e os resultados apresentados em 2018, que somente no mês de maio fecharam em 5,42%. Atrelado a isso, pontuou a liderança do Estado na geração de empregos em relação às demais regiões do país em 2017. Apesar dos obstáculos a serem superados, frisou a expectativa de retomada do crescimento, prevista para avançar em 3%, de acordo com a Secretaria do Planejamento.Moacir Pereira contextualizou como se desenha o tabuleiro para as próximas eleições e o caminho que nomes do Vale do Itajaí almejam para a disputa de outubro. No ponto de vista dele, um contexto ainda nebuloso e indefinido, que pode ser afetado pelos desdobramentos da Operação Lava-Jato. O futuro do PSDB e o papel do PT na atual conjuntura também entraram em pauta, junto com fatores como a prisão do ex-presidente Lula os inquéritos contra o atual chefe do Executivo nacional e a quantidade de eleitores indecisos."A informação, a análise e a opinião deste qualificado time de profissionais da NSC ajudam a compreender melhor as tendências da economia e os cenários político-eleitoral para o segundo semestre”.Domingos Aquino - Gerente regional de jornalismo da NSC"É importante esse diálogo, pois você consegue não só ter uma atualização, mas também uma projeção de quem conhece sobre esses assuntos”. Avelino Lombardi - Presidente da Associação Empresarial de Blumenau"Eu chamo de encontro caseiro, pois trata exatamente do nosso problema, do nosso dia a dia, e democratiza a informação, deixando as pessoas mais conscientes”. Ulrich Kuhn - Membro do conselho superior do Sintex "Toda informação que um empresário consegue numa situação como a que vivemos hoje é fundamental, além de ser oportunidade de trocar ideias”. Emilio Schramm - Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Blumenau"Os debates promovidos pela NSC são fundamentais para esclarecer e, acima de tudo, orientar o público para que entenda o momento que o país está passando e os desafios”. Ademir Arnon - Presidente da Associação Catarinense de Imprensa"A importância do contexto político-econômico nessa participação da política no desenvolvimento econômico e vice-versa é extremamente relevante”.Mário Hildebrandt - Prefeito de Blumenau::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaPolítica e economia no centro do debate em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-politica-e-economia-no-centro-do-debate-em-blumenau-10374852Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24416146Mais de 2 mil casas continuam sem energia no Alto Vale após vendaval de 150 km/hFenômeno climático foi definido como uma microexplosão pela Epagri/Ciram2018-06-13T16:35:03-03:002018-06-13T16:35:03-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSEduardo CristófoliMais de 2 mil casas continuam sem energia no Alto Vale após vendaval de 150 km/hJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24416146Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-mais-de-2-mil-casas-continuam-sem-energia-no-alto-vale-apos-vendaval-de-150-km-h-10374584Mais de 2 mil casas continuam sem energia no Alto Vale após vendaval de 150 km/hFenômeno climático foi definido como uma microexplosão pela Epagri/Ciram2018-06-13T16:35:03-03:002018-06-13T16:35:03-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brApós o vendaval que atingiu cidades do Alto Vale do Itajaí nesta terça-feira à noite, mais de duas mil casas ainda estão sem energia elétrica nas cidades de Presidente Getúlio, Taió e Rio do Oeste, que foram atingidas por um fenômeno climático definido como microexplosão, com ventos de mais de 150 km/h.De acordo com a Celesc, 25 postes da rede de energia caíram nas três cidades e ainda mobilizam 22 equipes do órgão nas ruas para restabelecer a situação. Às 16h30min desta quarta, Presidente Getúlio ainda registrava 761 unidades sem energia, enquanto Taió tinha 448 casas afetadas e Rio do Oeste 923.A expectativa da Celesc é de conseguir reduzir o número de interrupções nas três cidades para 500 até o fim do dia.Leia maisDefesa Civil de Presidente Getúlio faz levantamento dos estragos causados por vendavalPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaMais de 2 mil casas continuam sem energia no Alto Vale após vendaval de 150 km/hJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-mais-de-2-mil-casas-continuam-sem-energia-no-alto-vale-apos-vendaval-de-150-km-h-10374584Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24416126Idoso envolvido em acidente na BR-470 na terça-feira morre em TimbóEle caiu em um ribeirão e foi levado ao Hospital Oase desorientado2018-06-13T15:13:19-03:002018-06-13T15:13:19-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBombeiros Voluntários de AscurraIdoso envolvido em acidente na BR-470 na terça-feira morre em TimbóJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24416126Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-idoso-envolvido-em-acidente-na-br-470-na-terca-feira-morre-em-timbo-10374536Idoso envolvido em acidente na BR-470 na terça-feira morre em TimbóEle caiu em um ribeirão e foi levado ao Hospital Oase desorientado2018-06-13T15:13:19-03:002018-06-13T15:13:19-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA 52ª morte na BR-470, no trecho que corta o Vale do Itajaí, foi registrada na manhã desta quarta-feira. A vítima, um senhor de 60 anos, sofreu um acidente por volta das 19h30min de terça-feira na altura do quilômetro 90, em Ascurra, quando caiu com o veículo em um ribeirão. Ele foi socorrido por um popular, que o retirou da água. Os bombeiros chegaram ao local e o levaram para o Hospital Oase, em Timbó, desorientado. Ele faleceu às 6h desta quarta-feira. A vítima conduzia um carro Gol, com placa de Ascurra, e foi identificado com Dalton Demarchi.::: Leia tambémChega ao fim sequência de 31 dias sem ocorrências com vítima fatal na BR-470 no ValePorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaIdoso envolvido em acidente na BR-470 na terça-feira morre em TimbóJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-idoso-envolvido-em-acidente-na-br-470-na-terca-feira-morre-em-timbo-10374536Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24416011Prefeitura define medidas para melhorar o trânsito no Centro de BlumenauEntre as ações de contingência definidas em reunião nesta quarta-feira, a Guarda de Trânsito vai intensificar trabalho nos cruzamentos e profissionais da prefeitura vão fazer uma avaliação para rever a sinalização das obras em execução na cidade2018-06-13T14:27:21-03:002018-06-13T14:27:21-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSEverton SiemannPrefeitura define medidas para melhorar o trânsito no Centro de BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24416011Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-prefeitura-define-medidas-para-melhorar-o-transito-no-centro-de-blumenau-10374498Prefeitura define medidas para melhorar o trânsito no Centro de BlumenauEntre as ações de contingência definidas em reunião nesta quarta-feira, a Guarda de Trânsito vai intensificar trabalho nos cruzamentos e profissionais da prefeitura vão fazer uma avaliação para rever a sinalização das obras em execução na cidade2018-06-13T14:27:21-03:002018-06-13T14:27:21-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUma reunião com secretários municipais, membros da Guarda de Trânsito e a equipe de planejamento viário ocorreu na manhã desta quarta-feira no gabinete do prefeito Mário Hildebrandt (PSB) e discutiu ações para melhorar o trânsito na região central de Blumenau, após os engarrafamentos registrados no fim de tarde e noite de terça-feira.Na avaliação dos envolvidos, os fatores primordiais que contribuíram para o trânsito intenso foram o volume de chuva que atingiu o município, a grande movimentação no comércio gerada pelo Dia dos Namorados e dois carros com problemas que aguardavam pela chegada de guinchos em vias públicas, além de seis acidentes registrados entre 18h30min e 19h30min.O grupo elencou medidas de contingência a serem tomadas imediatamente. Entre elas, a Guarda de Trânsito vai intensificar trabalho nos cruzamentos e nas marcações de áreas de conflitos, popularmente conhecidas como boxes amarelas, aplicando o Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, ficou determinado que profissionais da Secretaria de Infraestrutura Urbana farão uma avaliação para rever a sinalização das obras em execução.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaPrefeitura define medidas para melhorar o trânsito no Centro de BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-prefeitura-define-medidas-para-melhorar-o-transito-no-centro-de-blumenau-10374498Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24415737Defesa Civil de Presidente Getúlio faz levantamento dos estragos causados por vendavalBombeiros de quatro cidades e máquinas da prefeitura foram usadas na manhã desta quarta-feira para atender moradores da comunidade mais afetada, em Serra Vencida2018-06-13T12:53:25-03:002018-06-13T12:53:25-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSEduardo CristófoliDefesa Civil de Presidente Getúlio faz levantamento dos estragos causados por vendavalJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24415737Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-defesa-civil-de-presidente-getulio-faz-levantamento-dos-estragos-causados-por-vendaval-10374392Defesa Civil de Presidente Getúlio faz levantamento dos estragos causados por vendavalBombeiros de quatro cidades e máquinas da prefeitura foram usadas na manhã desta quarta-feira para atender moradores da comunidade mais afetada, em Serra Vencida2018-06-13T12:53:25-03:002018-06-13T12:53:25-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO vendaval foi na tarde de terça-feira, mas só no meio da manhã desta quarta-feira foi possível ter uma dimensão dos estragos em Presidente Getúlio. Para chegar até as propriedades atingidas, primeiro foi preciso abrir caminho. Bombeiros de quatro cidades ajudaram na tarefa e máquinas da prefeitura foram usadas pra agilizar o trabalho. A comunidade mais afetada foi Serra Vencida.O cenário é parecido ao registrado no tornado de Guaraciaba, em 2009, e no tornado de Xanxerê, em 2015. A diferença é que aqui a área afetada no Alto Vale foi menor e se trata de uma comunidade rural. Em nota enviada por volta das 15h30min, a Epagri/Ciram definiu o fenômeno em Presidente Getúlio como uma microexplosão com velocidade de ventos estimada em mais de 150 km/h. Dezenas de casas foram destelhadas. O galpão que era usado para guardar as máquinas agrícolas veio abaixo e vários animais morreram.– Vi que estourou um eucalipto no fundo do rancho, daí tentei sair do rancho pela porta da frente, mas a porta não abriu mais. Tinha um lugar que faltava duas tábuas no rancho e saí por lá para ir para a garagem da casa dele (do vizinho) me defender – contou o operador de máquinas Adriano Wiemes.A casa em que Adriano se abrigou perdeu o telhado. O vento arrancou a janela, mas ela está de pé. Para o alívio de Dona Loreni. Ela não estava em casa, mas a filha e os dois netos pequenos, sim.– Graças a Deus ninguém se machucou, porque Deus é grande, a gente tem fé. Deus protegeu a minha filha e os meus anjinhos, que são os meus netos – lembra Dona Loreni, emocionada.A agricultora Mirim Poffo diz que perdeu o chão, e o sustento da família está comprometido.– Perdemos 95%, porque tinha mais ou menos 300 sacos de milho para colher seco. Uns 30 quilos de semente de silagem para o gado não tem mais nada. Restou a vida. É hora de recomeçar. Levantar a cabeça, com muita dificuldade, rezar bastante, fé em Deus e recomeçar – pondera a agricultora.A tempestade começou por volta das 16h e durou menos de 10 minutos. A prefeitura ainda não sabe o tamanho do prejuízo, mas estuda a possibilidade de decretar situação de emergência.– Nossa equipe está na estrada, está fazendo o levantamento de quantas casas, quantas propriedades foram atingidas, o que aconteceu para no máximo em 24 horas dá o respaldo e o levantamento econômico da situação – projeta o coordenador da Defesa Civil de Presidente Getúlio, Lúcio Bittencourt.*Informações de Eduardo Cristófoli, da NSC TVPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaDefesa Civil de Presidente Getúlio faz levantamento dos estragos causados por vendavalJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-defesa-civil-de-presidente-getulio-faz-levantamento-dos-estragos-causados-por-vendaval-10374392Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24414694Ação voluntária leva alegria às crianças em hospital de BlumenauVoluntárias do Projeto Naninhas do Bem em Blumenau produzem almofadas coloridas para alegrar crianças internadas em hospital2018-06-13T07:30:02-03:002018-06-13T07:30:02-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesAção voluntária leva alegria às crianças em hospital de BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24414694Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-acao-voluntaria-leva-alegria-as-criancas-em-hospital-de-blumenau-10373866Ação voluntária leva alegria às crianças em hospital de BlumenauVoluntárias do Projeto Naninhas do Bem em Blumenau produzem almofadas coloridas para alegrar crianças internadas em hospital2018-06-13T07:30:02-03:002018-06-13T07:30:02-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO sorriso no rosto não deixa dúvidas. Kaio, de apenas 11 meses, adorou o presente que recebeu durante a internação no Hospital Santo Antônio. Em tratamento por causa de uma pneumonia, os olhos do menino brilharam ao ver as voluntárias do projeto Naninhas do Bem de Blumenau entrarem no quarto. A almofada colorida, em forma de bichinho é um pequeno gesto para tornar a internação um pouco mais confortável para ele e a família. O encantamento do pequeno é igual ao de muitas crianças que passam por tratamento na unidade de saúde.Desde quando a iniciativa começou, em julho do ano passado, sorrisos como os de Kaio já estamparam os rostos de quase 700 pessoas. Quem plantou a semente, se emociona ao ver os frutos. A artesã Carla Baloni, 35 anos, conta que iniciou o trabalho como uma forma de gratidão, após receber e superar um diagnóstico de câncer de mama. Quando concluiu o tratamento, que levou cerca de nove meses, ela começou a mobilizar quem estava ao redor para implantar o projeto na cidade.– Assim que acabou (o tratamento) eu só tinha que agradecer e foi quando tentei buscar alguma coisa que conseguisse transformar em bem para outra pessoa – conta.A Thauany, também com 11 meses, tem uma naninha de estimação. Ela recebeu logo que entrou no hospital, há quase dois meses. A mãe, Viliane de Sousa Silva, 27 anos, conta que a almofadinha está até murcha de tanto a pequena apertar. Para ela, a ação das voluntárias é um suporte emocional que ajuda a enfrentar os longos dias de estadia para o tratamento da filha.– É um carinho que a gente ganha – diz a mãe, emocionada.A assistente social do Hospital Santo Antônio, Lourdes Zimmermann Cenci, comenta que a dedicação do grupo contribui com a humanização do ambiente hospitalar, o que é fundamental durante o período de internação. Na visão da profissional, faz as famílias se sentirem bem, além de deixar o espaço mais alegre para todos, com o carinho que é oferecido aos pacientes. A avó de Yuri, 10 anos, concorda. Luzia Oliveira Silva, 53 anos, cuida do neto há mais de 40 dias, quando ele passou por uma cirurgia. Os olhos marejados são de quem só tem a agradecer pelo gesto das voluntárias.– A gente fica aqui sozinha. Um presentinho é bom para ele – agradece a senhora pela atenção que o neto recebe.Carla deu início ao trabalho em Blumenau após superar um câncerFoto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa CatarinaUma rede de solidariedadePara acalentar crianças e adultos com o mimo, Carla mobilizou quem estava ao redor. No começo, eram seis voluntárias. Todas próximas dela, como a mãe, tias e amigas. Com o passar do tempo, o grupo ganhou reforço e atualmente são 18 pessoas dedicadas à confecção das almofadas. Marizete Martins de Souza, 40 anos, é uma delas. A dona de casa, que também venceu um câncer, sempre pensou em fazer algo pelo próximo e viu a chance no projeto.– Ver o sorriso no rosto deles enche o coração de alegria – dizHá cinco meses, Marizete dedica as tardes de sexta-feira ao projeto. Não dominar a máquina de costura não foi um problema, já que há trabalhos para todos. Desenhar no tecido o modelo da almofada, cortar os materiais, colar os olhinhos, encher as almofadas. O pré-requisito básico é amor. Tanta dedicação permitiu ultrapassar as paredes dos hospitais. – A ideia era entregá-las apenas às crianças em tratamento de câncer, mas cresceu tanto que hoje elas são distribuídas às crianças em qualquer condição hospitalar, acolhidas em situação de vulnerabilidade e até para idosos moradores de casas asilares – explica a idealizadora.Ato de carinho para mulheres mastectomizadasA próxima meta é confeccionar as almofadas em formato de coração, para mulheres mastectomizadas atendidas pela Rede Feminina de Combate ao Câncer. Para isso, porém, as voluntárias precisam do apoio da comunidade e de empresas, pois o novo desafio exige mais pessoal e material. Atualmente, os produtos utilizados são comprados através de vaquinhas feitas entre elas e doações de itens como tecido 100% algodão, fibra siliconada, manta sintética e percal são bem-vindas.Outra forma de ajudar é comprando as naninhas. Elas são comercializadas por R$ 30. Com esse dinheiro, segundo Carla, é possível fazer outras oito almofadas. Quem tiver interesse em contribuir com a inciativa pode entrar em contato com as voluntárias através das redes sociais, no endereço facebook.com/carlabaloni.::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaAção voluntária leva alegria às crianças em hospital de BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-acao-voluntaria-leva-alegria-as-criancas-em-hospital-de-blumenau-10373866Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24414631BR-470 registra a 51ª morte do ano e quebra sequência de 31 dias sem ocorrências com vítima fatal no Vale Acidente nesta terça-feira colocou fim ao período menos violento do trecho entre Pouso Redondo e Navegantes desde 20142018-06-13T06:51:39-03:002018-06-13T06:51:39-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesBR-470 registra a 51ª morte do ano e quebra sequência de 31 dias sem ocorrências com vítima fatal no Vale Jornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24414631Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-br-470-registra-a-51-morte-do-ano-e-quebra-sequencia-de-31-dias-sem-ocorrencias-com-vitima-fatal-no-vale-10373851BR-470 registra a 51ª morte do ano e quebra sequência de 31 dias sem ocorrências com vítima fatal no Vale Acidente nesta terça-feira colocou fim ao período menos violento do trecho entre Pouso Redondo e Navegantes desde 20142018-06-13T06:51:39-03:002018-06-13T06:51:39-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA BR-470 registrou nesta terça-feira a 51ª morte no trecho entre Pouso Redondo e Navegantes, que compreende as regiões do Alto Vale do Itajaí ao litoral norte do Estado. O acidente, que envolveu uma caminhonete no trecho de Trombudo Central, interrompeu o maior período sem vítimas fatais na rodovia desde o início do monitoramento feito pelo Santa, em 2014. Antes, o maior espaço de tempo sem ocorrências com óbito era de 27 dias, entre 9 de janeiro e 6 de fevereiro de 2016 – justamente em meio à temporada de verão. Neste ano, embora os primeiros cinco meses tenham sido violentos na principal rodovia da região, não havia registro de morte desde 11 de maio. Nesse meio tempo houve a paralisação dos caminhoneiros, é verdade, mas será que ela foi a única responsável por esse período de tranquilidade? Para Fábio Campos, coordenador estadual do Maio Amarelo, não. Conforme o especialista em trânsito, uma soma de fatores impacta nesses números.– O momento de obras na BR-470 pode até reduzir a imprudência, com a falta de espaço para o condutor fazer manobras perigosas. Mas, acredito que esse período sem mortes já é reflexo de uma mudança no pensamento das pessoas. Pode ser pouco, mas tem. Querendo ou não, o mês passado foi muito intenso nas políticas de trânsito com o Maio Amarelo – explica.O policial rodoviário federal Carlos Possamai explica ainda que esse período do ano, historicamente, registra menos ocorrências graves. Isso aliado à greve dos caminhoneiros contribuiu para a soma de 31 dias sem mortes.– Os dias da paralisação cooperaram em meio a esses 31 dias, tanto que nesse período nem houve mortes nas outras rodovias federais de Santa Catarina. Dá para a gente dizer que houve duas semanas de atipicidade, já que mesmo após a paralisação dos transportadores levou um tempo para tudo voltar à normalidade – opina.Para a especialista em trânsito, Márcia Pontes, não é possível comemorar esse índice, já que ele não indica o fim das ocorrências ou mesmo de acidentes que terminem com vítimas feridas. Na terça-feira, inclusive, além da morte em Trombudo Central, houve um capotamento próximo ao limite entre as cidades de Indaial e Blumenau envolvendo um veículo GM Corsa. Márcia diz que, do ponto de vista técnico, é difícil avaliar os motivos desse período sem mortes na rodovia federal, mas acredita que ele não pode ser tão festejado.– No Brasil, 50 mil pessoas morrem por ano no trânsito e o batalhão de sequelados chega a 500 mil. Não há nada para comemorar. Vítima tem todo dia e são essas pessoas que entopem o sistema de saúde. Não é porque só uma alça de caixão foi segurada que a gente precisa festejar. Pode não ter gente matando gente agora, mas tem gente ferindo gente – argumenta.Primeiro semestre foi violento na rodoviaEmbora os 31 dias formem o maior período sem mortes desde 2014, o primeiro semestre deste ano é violento na BR-470. Em 11 de maio, quando ocorreu o penúltimo acidente com vítima fatal – envolvendo um motociclista de 52 anos, no Km 71 da rodovia, em Indaial –, chegou a 50 o número de mortes no trecho monitorado pelo Santa. Em 2016, até 12 de junho, 31 óbitos haviam sido registrados, enquanto no mesmo período de 2017 foram 33. Desde 2000, já são 1.900 mortes computadas no trecho da rodovia federal que corta o Vale do Itajaí.– O número assusta. O mesmo ano em que tivemos um longo período sem mortes é o ano em que mais temos vítimas fatais. Esse aumento repentino e a coincidência, como a gravidade de alguns acidentes em Pouso Redondo, chamam a atenção. É algo que carece de estudos, mas é uma região sem dúvidas perigosa – argumenta o policiai rodoviário.::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaBR-470 registra a 51ª morte do ano e quebra sequência de 31 dias sem ocorrências com vítima fatal no Vale Jornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-br-470-registra-a-51-morte-do-ano-e-quebra-sequencia-de-31-dias-sem-ocorrencias-com-vitima-fatal-no-vale-10373851Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24414303Blumenau tem lentidão nas principais ruas da cidade na noite desta terça-feiraGuarda de Trânsito diz que problema é a chuva, com agravante de Dia dos Namorados2018-06-12T19:30:30-03:002018-06-12T19:30:30-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSEverton SiemannBlumenau tem lentidão nas principais ruas da cidade na noite desta terça-feiraJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24414303Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-blumenau-tem-lentidao-nas-principais-ruas-da-cidade-na-noite-desta-terca-feira-10373745Blumenau tem lentidão nas principais ruas da cidade na noite desta terça-feiraGuarda de Trânsito diz que problema é a chuva, com agravante de Dia dos Namorados2018-06-12T19:30:30-03:002018-06-12T19:30:30-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brNa região Central da cidade, a maioria das ruas está congestionadaFoto: Everton Siemann / Arquivo pessoalQuem precisou pegar a estrada em Blumenau no início da noite desta terça-feira pode não ter conseguido chegar ao destino no prazo que imaginava. Aplicativos de trânsito apontam pontos de lentidão nas principais ruas da cidade e alertam os motoristas que um simples trajeto pode levar tempo. Segundo a Guarda de Trânsito, os agentes estão distribuídos em pontos estratégicos da cidade e o problema não é ocasionado por acidentes. A dificuldade está na chuva intensa das últimas horas, agravado pelo Dia dos Namorados, que coloca mais pessoas nas ruas. Conforme dados do AlertaBlu, choveu em média 7,14 milímetros entre 18h e 19h. A estação que teve o maior volume de chuva nesse intervalo de tempo foi a do bairro Passo Manso, com 12,4 milímetros.Foto: Arte NSC TotalPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaBlumenau tem lentidão nas principais ruas da cidade na noite desta terça-feiraJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-blumenau-tem-lentidao-nas-principais-ruas-da-cidade-na-noite-desta-terca-feira-10373745Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24414108Vale do Itajaí é destaque no Globo Repórter desta sextaEdição tem participação da NSC TV e mostra como Brusque e Dona Emma mobilizaram moradores e instituições para conter o avanço do crime2018-06-12T18:15:39-03:002018-06-12T18:15:39-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDivulgaçãoVale do Itajaí é destaque no Globo Repórter desta sextaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24414108Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-vale-do-itajai-e-destaque-no-globo-reporter-desta-sexta-10373657Vale do Itajaí é destaque no Globo Repórter desta sextaEdição tem participação da NSC TV e mostra como Brusque e Dona Emma mobilizaram moradores e instituições para conter o avanço do crime2018-06-12T18:15:39-03:002018-06-12T18:15:39-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPrograma tem reportagem de Ricardo von Dorff, da NSC TV, em duas cidades da regiãoFoto: Divulgação / DivulgaçãoO Globo Repórter (Globo/NSC TV) desta sexta-feira vai apresentar o Brasil que vive em paz. Destacará cidades onde a violência é uma realidade distante e outras que conseguiram mobilizar moradores e instituições para conter o avanço do crime. Duas são catarinenses, ambas no Vale do Itajaí: Brusque, que tem a menor taxa de mortes violentas do Brasil entre os municípios com mais de 100 mil habitantes, e Dona Emma, onde os moradores ainda vivem com portas e janelas abertas.O programa tem como base o Atlas da Violência de 2018 produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O levantamento mostra que 28% dos municípios brasileiros não registraram nenhuma morte violenta em 2016, ano em que o levantamento foi realizado. Cerca de 10 milhões de brasileiros vivem nessas cidades pequenas e médias onde o sossego ainda é a regra.E a equipe da reportagem da NSC TV vai mostrar como Brusque consegue manter a paz apesar de ter tido um dos maiores crescimentos populacionais do Brasil em uma década. Conforme o programa, um dos segredos é a confiança e o bom relacionamento que os moradores têm com a polícia. Já Dona Emma é uma daquelas cidadezinhas catarinenses onde todo mundo se conhece, dá bom dia e não faltam emprego e tranquilidade. Por isso, mulheres de cinco gerações da família Silva nem pensam em sair de lá. Confira no Globo Repórter "Cidades da Paz", com reportagem de Ricardo von Dorff, imagens de Jean Carlos, Fabiano Souza e Gito Rossi, apoio técnico de Jhonathan Martins e produção de Ana Beatriz Azevedo.Foto: Arte NSC TotalPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaVale do Itajaí é destaque no Globo Repórter desta sextaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-vale-do-itajai-e-destaque-no-globo-reporter-desta-sexta-10373657Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24414043Temporal causa estragos em cidades do Alto ValeDefesa Civil trabalha em ocorrências em Taió e Presidente de Getúlio2018-06-12T18:05:59-03:002018-06-12T18:05:59-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSJessica GrimmTemporal causa estragos em cidades do Alto ValeJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24414043Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-temporal-causa-estragos-em-cidades-do-alto-vale-10373639Temporal causa estragos em cidades do Alto ValeDefesa Civil trabalha em ocorrências em Taió e Presidente de Getúlio2018-06-12T18:05:59-03:002018-06-12T18:05:59-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUm temporal de aproximadamente trinta minutos no fim da tarde desta terça-feira assustou os moradores de Taió. Por volta das 16h30min, o vento forte e uma chuva de granizo atingiram a cidade e trouxeram problemas a algumas famílias.Segundo a Defesa Civil, a região mais afetada é o Ribeirão Osvaldo, onde casas foram destelhadas, árvores caíram e até um rancho foi ao chão. No Centro, imóveis residenciais também foram afetados em virtude da força do vento. A Defesa Civil ainda está atendendo as ocorrências e no momento não chove na cidade. Em Presidente Getúlio, a situação mais preocupante é em Serra Vencida. Agentes da Defesa Civil estão se dirigindo ao local, onde uma casa teria desabado. A estrada que dá acesso à localidade está totalmente bloqueada em virtude de quedas de árvores. Nesta quarta-feira pela manhã, bombeiros irão até o local para liberar a rua.Durante a tarde, o radar meteorológico da Defesa Civil de Santa Catarina detectou uma intensa linha de instabilidade sobre o Vale do Itajaí. Segundo o alerta, a condição para temporais na região permanece nas próximas horas. Foto: Arte NSC TotalPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaTemporal causa estragos em cidades do Alto ValeJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-temporal-causa-estragos-em-cidades-do-alto-vale-10373639Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24414046Mulher de 29 anos morre em acidente na BR-470, em Trombudo CentralEla estava no banco de trás de uma caminhonete que tombou 2018-06-12T15:45:42-03:002018-06-12T15:45:42-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSArte NSC TotalMulher de 29 anos morre em acidente na BR-470, em Trombudo CentralJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24414046Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-mulher-de-29-anos-morre-em-acidente-na-br-470-em-trombudo-central-10373528Mulher de 29 anos morre em acidente na BR-470, em Trombudo CentralEla estava no banco de trás de uma caminhonete que tombou 2018-06-12T15:45:42-03:002018-06-12T15:45:42-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUma mulher de 29 anos morreu por volta das 13h desta terça-feira na BR-470, na altura do quilômetro 159, em Trombudo Central. Ela estava no banco de trás de uma caminhonete com placa de Salete. O condutor teria perdido o controle do veículo em uma curva, no sentido Pouso Redondo/Rio do Sul, e tombado. Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, a vítima foi encontrada fora do automóvel sem sinais vitais. O motorista e a caroneira não tiveram lesões.::: Leia mais no SantaFoto: Arte NSC TotalPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaMulher de 29 anos morre em acidente na BR-470, em Trombudo CentralJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-mulher-de-29-anos-morre-em-acidente-na-br-470-em-trombudo-central-10373528Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24413637Homem morre em acidente de trabalho em GasparA vítima trabalhava em uma empresa de solda e usinagem2018-06-12T15:00:00-03:002018-06-12T15:00:00-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCorpo de Bombeiros de GasparHomem morre em acidente de trabalho em GasparJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24413637Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-homem-morre-em-acidente-de-trabalho-em-gaspar-10373509Homem morre em acidente de trabalho em GasparA vítima trabalhava em uma empresa de solda e usinagem2018-06-12T15:00:00-03:002018-06-12T15:00:00-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brCorpo de Bombeiros atendeu a ocorrência no início da tarde desta terça-feiraFoto: Corpo de Bombeiros de Gaspar / DivulgaçãoUm acidente de trabalho registrado no início da tarde de ontem acabou com uma morte em Gaspar. O homem de 33 anos perdeu a vida enquanto trabalhava na Foguesatto Usinagem, no bairro Lagoa. A vítima estaria operando uma esmerilhadeira quando a pedra de rebolo teria estourado e o atingido no peito.Segundo a empresa, o homem usava todos os equipamentos de segurança. A vítima foi identificada pelo Corpo de Bombeiros como José Garcia, natural de Tocantins.Nos últimos seis anos, 20.799 Comunicações de Acidentes de Trabalho (CATs) foram registradas em apenas sete municípios do Vale do Itajaí. O número equivale a 13,2% de todos os casos de Santa Catarina.Somente em Gaspar, de 2012 a 2017, foram 457 acidentes e ao menos três mortos. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, vinculado ao Ministério Público do Trabalho.::: Leia tambémNúmeros acendem alerta para a segurança dos trabalhadores no Vale do ItajaíFoto: Arte NSC TotalPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaHomem morre em acidente de trabalho em GasparJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-homem-morre-em-acidente-de-trabalho-em-gaspar-10373509Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24410974Dia dos Namorados traz alívio para o comércio após prejuízosSetor de restaurantes é um dos mais valorizados na data2018-06-12T07:00:43-03:002018-06-12T07:00:43-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesDia dos Namorados traz alívio para o comércio após prejuízosJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24410974Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-dia-dos-namorados-traz-alivio-para-o-comercio-apos-prejuizos-10371751Dia dos Namorados traz alívio para o comércio após prejuízosSetor de restaurantes é um dos mais valorizados na data2018-06-12T07:00:43-03:002018-06-12T07:00:43-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brFoto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa CatarinaApós um fim de mês com prejuízos na economia por conta da greve dos caminhoneiros, o Dia dos Namorados faz brilhar os olhos de comerciantes e empreendedores da região. Um alívio, após as perdas que o setor amargou, e faz a data – que já é uma das principais para o comércio – ganhar ainda mais destaque no calendário, batendo as expectativas positivas que circulam geralmente no Dia das Mães e dos Pais.Conforme uma pesquisa de intenção de compras feita pela Fecomércio de Santa Catarina, em Blumenau, o gasto médio, por pessoa, deve ficar em aproximadamente R$ 180, que representa um leve aumento (cerca de R$ 5) em relação ao indicado pelo levantamento do ano passado. Isso se deve, conforme a entidade, a um indicador que aponta na pesquisa que 49% dos entrevistados disseram que a situação financeira em 2018 está melhor que nos anos anteriores. Mais do que presentes, o investimento deve ser alto também no setor de serviços, em especial para hotéis e restaurantes.– A região toda se mobilizou para a data e a expectativa está muito boa. Depois do impacto negativo da greve (dos caminhoneiros), sinto que agora, realmente, o amor está no ar – destaca a presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Blumenau e Região (Sihorbs), Tatiana Honczaryk.Segundo a pesquisa, 42% dos blumenauenses vão almoçar ou jantar em algum lugar especial no Dia dos Namorados. Estatística que é confirmada pelos donos de restaurantes, que tem mais reservas e percebem um efeito pulverizado pelos dias antes e depois da data. No fim de semana, o movimento já foi acima do normal e nos dias seguintes também deve seguir bem. Na avaliação dos dirigentes ligados ao setor, parte dos casais preferem evitar filas ou lugares cheios na data comemorativa e acabam frequentando os restaurantes nos dias seguintes a data comemorativa.Proprietário de dois restaurantes em Blumenau, que terão um atendimento diferenciado hoje para os casais, Caio Fontenelle diz que o Dia dos Namorados para ele já é o de maior faturamento no ano e a expectativa é de um aumento de até 40% no movimento.– Tem características diferentes. O Dia das Mães tem mesas maiores, com famílias, enquanto o Dia dos Namorados é para casais. O número de mesas que a gente precisa atender é muito maior, pois são só mesas para duas pessoas. É uma data que a pessoa quer comemorar de forma especial, com um jantar diferente, tomar um vinho, e isso reflete bastante no faturamento. Para isso, a gente reforça o atendimento e contrata mais garçons. O lema é criar um diferencial, mas manter o padrão de atendimento – explica o empresário.No ramo de hotéis, o Sihorbs aponta também que mais casais escolheram por um tipo de pacote que tem ficado mais comum nos últimos anos: a "noite romântica", que soma um jantar especial e a hospedagem de uma noite no hotel.Vestuário lidera lista de intenção de compraSe a maioria dos casais blumenauenses pretende celebrar a data em um restaurante, na hora da troca de presentes quase metade dos entrevistados pela Fecomércio apontam que será uma peça de roupa dentro da embalagem. O vestuário lidera a lista com 45% das intenções, seguido por perfumes e cosméticos com 17% e calçados e bolsas com 13%. Isso faz o comércio ficar ainda mais otimista com a data, que para algumas lojas é quase que um "segundo Natal" em termos de faturamento.A CDL de Blumenau aponta que, em média, as vendas devem crescer 1,5% em relação ao ano passado, mas que alguns lojistas esperam vender até 50% a mais em relação aos meses anteriores.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaDia dos Namorados traz alívio para o comércio após prejuízosJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-dia-dos-namorados-traz-alivio-para-o-comercio-apos-prejuizos-10371751Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24338401Após o fim da campanha, rede pública segue vacinando contra a gripe em BlumenauVacinação gratuita foi ampliada para crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos 2018-06-11T21:09:45-03:002018-06-11T21:09:45-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCristiano EstrelaApós o fim da campanha, rede pública segue vacinando contra a gripe em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24338401Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-apos-o-fim-da-campanha-rede-publica-segue-vacinando-contra-a-gripe-em-blumenau-10371768Após o fim da campanha, rede pública segue vacinando contra a gripe em BlumenauVacinação gratuita foi ampliada para crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos 2018-06-11T21:09:45-03:002018-06-11T21:09:45-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA campanha nacional de vacinação contra a gripe terminou na semana passada em Blumenau com 88.958 pessoas dos grupos de risco imunizadas. Com o resultado abaixo da meta (83,4% do previsto), sobraram vacinas na rede pública e os Ambulatórios Gerais e postinhos de saúde da cidade seguem vacinando gratuitamente.Além das pessoas que são dos grupos de risco que já tinham o direito da vacina, agora a rede pública ampliou a imunização para crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos . A medida segue uma orientação da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) do Governo do Estado. Conforme o balanço do município, até o momento as gestantes são as que menos se vacinaram: apenas 64,1%. Trabalhadores da saúde (64,2%) e crianças (72,5%) também preocupam a secretaria de Saúde. Até o momento, 14 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) gerados pelo vírus influenza foram registrados em Blumenau. Quem pode se vacinar gratuitamente contra a gripe na rede pública:- adultos com mais de 50 anos;- crianças maiores de seis meses a nove anos;- gestantes;- puérperas (até 45 dias após o parto);- trabalhadores da saúde;- professores das redes pública e privada;- povos indígenas;- portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaApós o fim da campanha, rede pública segue vacinando contra a gripe em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-apos-o-fim-da-campanha-rede-publica-segue-vacinando-contra-a-gripe-em-blumenau-10371768Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24410857Blumob começa a trocar sinalização dos terminais em BlumenauIdentidade visual de todos os terminais ganhará novos padrões2018-06-11T19:56:18-03:002018-06-11T19:56:18-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDivulgaçãoBlumob começa a trocar sinalização dos terminais em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24410857Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-blumob-comeca-a-trocar-sinalizacao-dos-terminais-em-blumenau-10371692Blumob começa a trocar sinalização dos terminais em BlumenauIdentidade visual de todos os terminais ganhará novos padrões2018-06-11T19:56:18-03:002018-06-11T19:56:18-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA Blumob começou nesta segunda-feira a mudança na identidade visual dos terminais de ônibus em Blumenau. Novas placas vão sinalizar as rotas das linhas e também identificar com cores específicas e símbolos cada um dos terminais da cidade, com a intenção de facilitar a leitura dos usuários e também modernizar a comunicação.A mudança começou pelo Terminal da Velha e deve durar cerca de 30 dias em cada uma das estações. Na sequência, o próximo local a receber as placas será o Terminal da Fortaleza, seguido pelo Terminal da Proeb, Terminal do Garcia e Terminal da Fonte. Os trabalhos encerrarão no Terminal do Aterro. O assunto estava sendo discutido desde setembro do ano passado entre o Seterb e a Blumob, e a renovação veio como sugestão da concessionária para utilizar o dinheiro inicialmente previsto para a pintura dos ônibus antigos do sistema. Houve o entendimento de que não era necessário pintar os veículos brancos de prata, afinal a frota inteira deve ser renovada até o ano que vem. ::: Leia mais notícias de BlumenauPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaBlumob começa a trocar sinalização dos terminais em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-blumob-comeca-a-trocar-sinalizacao-dos-terminais-em-blumenau-10371692Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24410169Três casas são desocupadas após deslizamento na Rua Bahia, em BlumenauQueda de barreira ocorreu próximo à entrada da Rua Água Branca2018-06-11T12:52:05-03:002018-06-11T12:52:05-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSJosé Alberto EspercotTrês casas são desocupadas após deslizamento na Rua Bahia, em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24410169Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-tres-casas-sao-desocupadas-apos-deslizamento-na-rua-bahia-em-blumenau-10371414Três casas são desocupadas após deslizamento na Rua Bahia, em BlumenauQueda de barreira ocorreu próximo à entrada da Rua Água Branca2018-06-11T12:52:05-03:002018-06-11T12:52:05-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brCom informações de Vanessa Nora, NSC TVUm deslizamento de terra na Rua Bahia, em Blumenau, próximo à esquina com a Rua Água Branca, forçou a Defesa Civil a desocupar três residências em situação de risco. Três famílias tiveram que deixar o local. A queda de barreira ocorreu neste domingo pela manhã e parte de uma casa chegou a cair, o que deixou a situação ainda mais complicada. No local, há a construção de um muro de contenção financiado pelo dono de um terreno vizinho. Conforme a empresa responsável pelo trabalho, já havia problemas na região.– No local já havia um desbarrancamento de solo e a parte que caiu de barro foi onde não havia muro. A obra vai prosseguir, com alguns ajustes de projeto por conta da situação que ocorreu – Alex Heibert, engenheiro responsável pelos trabalhos.O geólogo Eloir Maoski explica que a fragilidade do solo foi o que desencadeou o problema por lá:– Esse tipo material, pelo que constatei, é um regolito, que é uma rocha alterada em processo de transformação em solo. Nesse material existem falhas antigas que formaram uma fragilidade. Devido a isso e a abertura para a obra de construção desse muro causou esse deslizamento pontual e induzido, trazendo avarias às casas – explica o geólogo Eloir Maoski.As famílias que tiveram que deixar o local preferiram não gravar entrevistas, mas relataram à reportagem da NSC TV que estão tranquilas quanto à possibilidade de retornar às residências. O secretário interino de Defesa do Cidadão e diretor de Defesa Civil, Adriano da Cunha, diz que o retorno de fato só ocorrerá após uma avaliação minuciosa no local.– Faremos uma avaliação hoje (nesta segunda-feira) durante o dia nessas três residências para ver as necessidades, quando as famílias poderão retornar, e quais são os critérios que nós vamos usar para que elas possam voltar. A tendência é que com a chuva o problema possa se agravar, por isso a gente já tem uma conversa com a equipe de engenharia contratada pela obra para fazer algumas intervenções e diminuir um pouco esse risco – Adriano da Cunha, diretor de Defesa Civil e secretário interino de Defesa do Cidadão de Blumenau.Segundo moradores, no fim da tarde desta segunda-feira, após uma avaliação da Defesa Civil, o retorno às residências foi liberado.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaTrês casas são desocupadas após deslizamento na Rua Bahia, em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-tres-casas-sao-desocupadas-apos-deslizamento-na-rua-bahia-em-blumenau-10371414Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24410053Responsabilidade social e sistema de cartão são as novidades da próxima edição da OktoberfestA partir deste ano, 1% do valor bruto da venda de bebida alcoólica será destinado para ações de prevenção deliberadas pelo Conselho Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (Comen)2018-06-11T12:10:41-03:002018-06-11T12:10:41-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesResponsabilidade social e sistema de cartão são as novidades da próxima edição da OktoberfestJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24410053Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-responsabilidade-social-e-sistema-de-cartao-sao-as-novidades-da-proxima-edicao-da-oktoberfest-10371392Responsabilidade social e sistema de cartão são as novidades da próxima edição da OktoberfestA partir deste ano, 1% do valor bruto da venda de bebida alcoólica será destinado para ações de prevenção deliberadas pelo Conselho Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (Comen)2018-06-11T12:10:41-03:002018-06-11T12:10:41-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA Oktoberfest terá mudanças na gestão financeira e novas ações de responsabilidade social a partir deste ano, conforme anúncio feito na manhã desta segunda-feira no Salão Nobre da prefeitura de Blumenau. A administração municipal abriu uma licitação para escolher uma nova empresa para gerir os recursos da festa.A Secretaria Municipal de Turismo e Lazer, através do Parque Vila Germânica publicou nesta segunda-feira o edital. Através do documento, serão escolhidas as empresas que vão gerir financeiramente a Oktoberfest e a Sommerfest pelos próximos cinco anos. O processo será na modalidade de pregão presencial e vai até o dia 21 de junho. A empresa vencedora deverá implantar o sistema cashless, que substitui tíquetes de papel por cartões para compra de alimentação e bebidas.Assim, o folião que for às duas festas poderá adquirir créditos ao comprar os ingressos e pela internet, com pagamento feito pelo cartão de crédito. Outra opção é o uso de um cartão pré-pago, com valor pré-definido, sem cadastro nominal, que poderá ser adquirido nos caixas do evento.Além disso, o município vai destinar 1% do valor bruto da venda de bebida alcoólica para o Fundo Municipal para Ações de Políticas Públicas Sobre Drogas (Fremad), que é gerido pelo Conselho Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (Comen). O fundo também receberá 100% do saldo residual de créditos comprados e que não forem resgatados no período previsto pela organização.:::Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaResponsabilidade social e sistema de cartão são as novidades da próxima edição da OktoberfestJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-responsabilidade-social-e-sistema-de-cartao-sao-as-novidades-da-proxima-edicao-da-oktoberfest-10371392Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24409602Após a greve dos caminhoneiros, blumenauenses transformam mudanças de hábito em rotinaDurante a paralisação, muitas pessoas adotaram a bicicleta e a caminhada para se locomover. Passada a crise, muitos incorporaram a mudança no cotidiano2018-06-11T08:07:18-03:002018-06-11T08:07:18-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesApós a greve dos caminhoneiros, blumenauenses transformam mudanças de hábito em rotinaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24409602Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-apos-a-greve-dos-caminhoneiros-blumenauenses-transformam-mudancas-de-habito-em-rotina-10371195Após a greve dos caminhoneiros, blumenauenses transformam mudanças de hábito em rotinaDurante a paralisação, muitas pessoas adotaram a bicicleta e a caminhada para se locomover. Passada a crise, muitos incorporaram a mudança no cotidiano2018-06-11T08:07:18-03:002018-06-11T08:07:18-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA paralisação dos caminhoneiros, que durou 10 dias no fim de maio, mudou a rotina das pessoas e evidenciou a dependência da sociedade por determinados recursos e serviços. Serviu ainda para que a população encontrasse alternativas para enfrentar a escassez de alimentos, serviços, combustíveis e transporte. Alguns blumenauenses viram no momento de crise a oportunidade para mudar e adotar novos meios de mobilidade.O casal Jim Clayton Teske e Larissa Gidsicki Teske foi afetado com a falta de combustível nas bombas. Eles encontraram na bicicleta o meio ideal para se locomover, não somente pela economia, mas também pela questão ambiental.– A gente já tinha o hábito de todo o domingo alugar bicicletas e pedalar, então quando surgiu a paralisação, pensamos em pegar novamente para ir trabalhar durante a semana, com isso fazendo economia de combustível e também usando um veículo não poluente. A Larissa até questionou: “E quando acabar, o que vamos fazer?”. A decisão foi continuar – afirma Jim, apontando que a atitude serve como atividade física.Para Catarina de Fatima Gewehr, especialista em psicologia dos desastres e emergências, durante a crise foi preciso tocar a vida com outras estratégias, que não são habituais, como andar de bicicleta, pegar carona e ônibus.– A crise foi ruim, mas as pessoas tiveram nela uma oportunidade de descobrir coisas novas e nessa descoberta vão poder dar um tom, que pode ser boa e evoluir para um bem-estar global. Além disso, essa mudança permitiu tirar a cidade do anonimato do cotidiano – pondera Gewehr.Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa CatarinaO advogado Jim afirma que ao mudar a rotina e deixar o carro de lado conseguiu perceber o meio ao redor e observar mais a cidade em que vive:– No período da paralisação tivemos mais um pouco de contato com as coisas em volta, de carro passa rapidinho e não se aprecia a paisagem. De bicicleta foi possível ver as lojas, árvores e praças.O consultor comercial Tiago André Fischer notou a corrida por combustíveis nos postos no início da paralisação e não quis entrar nas filas. Ele decidiu ir para o trabalho a pé e manteve a caminhada na rotina após o fim de paralisação, por entender que além de economia, também se favorece como atividade física.– Em alguns períodos precisei de carona ou Uber, mas grande parte das vezes foi a pé que fiz os 3,5 quilômetros da minha casa até o meu trabalho. Para mim foi tranquilo fazer o trajeto e o interessante que fico mais disposto pela manhã. Já fazia caminhada depois do trabalho, agora indo e voltando, já consigo unir o útil ao agradável – afirma Fischer.Para a especialista em trânsito Márcia Pontes, algumas pessoas aproveitaram o momento de crise para refletir o quanto são dependentes dos veículos motorizados e com isso se lembraram das formas mais primitivas de mobilidade: a caminhada e a bicicleta.– Quem sabe as pessoas redescubram também a cidade onde vivem. Talvez este episódio também sirva para os gestores repensarem a mobilidade, não somente para os carros – cita Pontes.Especialista aponta nível de consciência para mudançasA especialista em psicologia dos desastres e emergências Catarina de Fatima Gewehr alerta que como o ritmo do processo da vida é tão acelerado, a tendência é que as mudanças sejam momentâneas, mas é possível sim continuar com essa experiência de forma plena.– A experiência humana é complexa, a crise é uma oportunidade, mas ela por si só não é garantia de que as modificações que ela produz sejam permanentes. O que faz que seja permanente é o nível de tomada de consciência sobre a situação que gerou a crise. Por exemplo, as pessoas vão começar a pensar que se for de carro vai poluir, mas quer respirar um ar mais leve. Com isso, ela vai mudar não por causa da crise, mas porque aprendeu algo definitivo, que vai mudar o comportamento – reflete.Casal decidiu compar bicicletas própriasJim e a Larissa decidiram comprar bicicletas para eles. Planejam continuar a ir para o trabalho, fazer compras e visitar outros lugares pedalando.– Muitas vezes é necessário uma dificuldade para sair da zona de conforto e a paralisação nos forçou a isso – afirma o casal.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaApós a greve dos caminhoneiros, blumenauenses transformam mudanças de hábito em rotinaJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-apos-a-greve-dos-caminhoneiros-blumenauenses-transformam-mudancas-de-habito-em-rotina-10371195Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-motociclista-perde-a-vida-em-acidente-no-bairro-fidelis-em-blumenau-10370707Motociclista perde a vida em acidente no bairro Fidélis, em BlumenauEle colidiu contra um Honda Fit próximo ao centro de treinamento do Metropolitano2018-06-10T14:48:51-03:002018-06-10T14:48:51-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brUm homem de 44 anos perdeu a vida na tarde deste sábado após se envolver em um acidente na Rua Guilherme Scharf, no bairro Fidélis. Identificado como Valdecir Dias, ele conduzia uma moto Suzuki, com placa de Blumenau, e colidiu contra um Honda Fit, de Timbó. O Corpo de Bombeiros atendeu a ocorrência e chegou a fazer manobras de reanimação, mas a vítima foi a óbito ainda no local do acidente. A condutora do veículo, uma mulher de 43 anos, teve queimaduras de primeiro grau no braço direito causadas pelo escapamento da moto e recebeu atendimento. ::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaMotociclista perde a vida em acidente no bairro Fidélis, em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-motociclista-perde-a-vida-em-acidente-no-bairro-fidelis-em-blumenau-10370707Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24407474Blumenauense descreve 12 novas plantas e encontra duas espécies consideradas extintasConheça Luís Funez, 27 anos, especializado em encontrar plantas que ainda não eram descritas em solo catarinense2018-06-09T08:31:35-03:002018-06-09T08:31:35-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPatrick RodriguesBlumenauense descreve 12 novas plantas e encontra duas espécies consideradas extintasJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24407474Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-blumenauense-descreve-12-novas-plantas-e-encontra-duas-especies-consideradas-extintas-10370235Blumenauense descreve 12 novas plantas e encontra duas espécies consideradas extintasConheça Luís Funez, 27 anos, especializado em encontrar plantas que ainda não eram descritas em solo catarinense2018-06-09T08:31:35-03:002018-06-09T08:31:35-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brNas terras da antiga colônia Blumenau onde Fritz Müller desbravou e analisou a natureza no século 19, avanços do estudo da natureza foram possíveis. Depois, nomes como Fritz Plaumann, Padre Raulino Reitz e Roberto Klein varreram as terras de Santa Catarina no século 20 e catalogaram grande parte da fauna e flora do Estado em sua pluralidade do Litoral ao Oeste, passando pelos vales e serras. Um trabalho de curiosos natos e de olhar apurado que conseguem identificar diferenças em meio ao verde e, nos mínimos detalhes, descrever novas espécies que ainda eram desconhecidas ou passavam despercebidas. É essa curiosidade de conhecer o que vê e saber identificar espécies que move Luís Funez, blumenauense de 27 anos que tem se especializado em encontrar plantas que ainda não eram descritas no solo catarinense (confira quadro abaixo). Desde 2015, o biólogo já encontrou e catalogou 12 novas espécies e redescobriu outras duas que nunca mais haviam sido encontradas – caso de uma de suas maiores descobertas, a Saranthe ustulata, planta descrita originalmente por Fritz Müller em meados de 1890 e considerada extinta desde o século passado, até ser reencontrada por Funez em Apiúna. A Saranthe não havia sido a primeira descoberta de Luís. Antes, em 2015, ele havia feito o primeiro registro de nova espécie: a Commelina catharinensis, pequena planta rara, que corre risco de extinção, é encontrada na região da Praia do Sonho, em Palhoça. De lá para cá foram tantas excursões voluntárias do biólogo para matas catarinenses, incontáveis exemplares recolhidos e uma coleção de novidades que não para de crescer. Entre as mais recentes está uma nova espécie de orquídea, exclusiva de Rodeio, e considerada por Funez um de seus maiores trunfos até hoje pela dificuldade em encontrar uma nova orquídea. — O processo é extremamente complexo. A gente tem uma diversidade muito grande no Brasil, vários gêneros. Primeiro tem que achar a planta, passar em trabalhos de outros autores, revisões do gênero, da família, etc. Vai filtrando, comparando e vendo as particularidades. A gente vai afunilando até sobrar só as características dela. Se não se encaixa em nada descrito até hoje, então é uma planta nova — explica o pesquisador. Para aprofundar as pesquisas, Funez busca parceiros de universidades de outros lugares do Brasil e até do exterior. Eles ajudam o blumenauense na busca por bibliografias que nem sempre estão acessíveis na região. Com tudo pesquisado e escrito, os artigos são encaminhados para publicações internacionais e então as plantas ganham um nome oficial e definições.Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa CatarinaMaioria das descobertas corre risco de extinçãoPesquisas recentes do Inventário Florístico-Florestal de Santa Catarina apontam que pelo menos um quinto das espécies levantadas por pesquisadores catarinenses 50 anos atrás não são mais encontradas atualmente. Além disso, 32% delas ainda existem nos locais descritos, mas com menos de 10 indivíduos em todo o Estado, em sério risco de desaparecer. Localizadas em pontos extremamente específicos e em condições próprias, boa parte das descobertas de Funez está em processo de extinção. Não fosse o trabalho dele, algumas delas talvez deixariam de existir antes mesmo de serem descritas. — A Phyllanthus eremitus, por exemplo, ocorre só no Eremitério de Rodeio. Ela cresce debaixo de uma caverna natural, que tem um solo arenoso, quase não pega chuva e nem sol diretamente. Ela tem uma coloração avermelhada, uma planta bem diferente. Ela só ocorre ali nesse espaço de no máximo 15 metros quadrados. Naquela área contabilizamos 30 indivíduos adultos dessa espécie. É extremamente restrita e a falta de divulgação pode acarretar na extinção de uma espécie inteira se aquele terreno sofrer alguma interferência — conta. O risco de extinção também existe pois as plantas estão em terrenos que não fazem parte de parques ou áreas de preservação, algo que as descobertas de Funez podem incentivar caso haja interesse na preservação da espécie. O ecólogo e especialista Lauro Bacca – que foi homenageado no nome de uma das novas plantas (confira a lista na página ao lado) –, avalia que o primeiro passo é preservar as características dos ambientes em que essas novas plantas foram encontradas, com restrições às alterações na vegetação do local. Para aprofundar as pesquisas, Funez busca parceiros de universidades de outros lugares do Brasil e até do exteriorFoto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa CatarinaPotencial medicinal ainda não foi estudado As excursões de Luís Funez trouxeram tantas outras plantas além das novidades registradas por ele que vão parar no herbário da Furb, em Blumenau. Das 59 mil plantas que o espaço tem atualmente, cerca de 7 mil foram coletadas pelo biólogo. Uma delas é uma planta que Funez ajudou a catalogar junto de um pesquisador paulista. O blumenauense encontrou um exemplar em Santa Catarina e o colega de São Paulo já estava a pesquisando no Sudeste. Ele doou a planta que achou e o outro pesquisador a registrou e descreveu. Ao mesmo tempo, sem que os dois soubessem, em uma universidade na Dinamarca um grupo estava estudando exatamente plantas dessa espécie e os compostos para fins medicinais. A novidade encontrada no Brasil foi enviada para os dinamarqueses e a pesquisa aponta avanços promissores no uso de compostos da planta em remédios contra o câncer. O caso é um bom exemplo para mostrar outra importância das descobertas do blumenauense. Nenhuma das novidades catalogadas por Funez foi estudada até agora. — Sabemos que as Phyllanthus têm se mostrado plantas medicinais excepcionais, por exemplo. Vai saber quais tipos de compostos elas têm? Nenhuma dessas plantas aqui teve a química delas estudada, então vai saber o que elas podem guardar? — sinaliza o biólogo. Além da parte medicinal, há também entre as descobertas o potencial ornamental de algumas, como a orquídea ou a Saranthe ustulata, prima dos caetés, que pode ser usada para ornamentação. A última foi plantada em um canteiro perto do herbário na Furb. Para o biólogo Lauro Bacca, o trabalho de pesquisadores como Funez é essencial na descoberta da flora catarinense e serve como base para outro avanços possíveis após o estudo aprofundado: — Descobrir e inventariar o que temos é o primeiro passo. Depois vêm os estudos fisiológicos, fenológicos, ecológicos, de ciência aplicada, como levantamentos de compostos de interesse medicinal e farmacêuticos. Sem saber o que temos através da descoberta de espécies e de sua conservação, será difícil seguir com outros estudos.Foto: Artes DC / Artes DCLeia mais notícias de Blumenau e regiãoPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaBlumenauense descreve 12 novas plantas e encontra duas espécies consideradas extintasJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-blumenauense-descreve-12-novas-plantas-e-encontra-duas-especies-consideradas-extintas-10370235Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24406774Hospital Misericórdia tem nova ala inaugurada nesta sexta, em BlumenauOs investimentos foram de R$ 4 milhões e permitirão a ampliação do atendimento pelo SUS 2018-06-08T18:41:03-03:002018-06-08T18:41:03-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSMarcelo MartinsHospital Misericórdia tem nova ala inaugurada nesta sexta, em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24406774Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-hospital-misericordia-tem-nova-ala-inaugurada-nesta-sexta-em-blumenau-10369719Hospital Misericórdia tem nova ala inaugurada nesta sexta, em BlumenauOs investimentos foram de R$ 4 milhões e permitirão a ampliação do atendimento pelo SUS 2018-06-08T18:41:03-03:002018-06-08T18:41:03-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brO Hospital Misericórdia, na Vila Itoupava inaugurou na tarde desta sexta-feira a nova ala, que vai se chamar Carl Heinz Conrad. O ambiente contou com investimentos de R$ 4 milhões, recursos do Governo do Estado, por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Esta obra vai permitir à instituição ampliar o atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), nos casos de pequena e média complexidade adulta, pediátrica e geriátrica.O ambiente de 4.120,78 metros quadrados possui quatro pavimentos, composta de centro de nutrição, ambulatório, quatro enfermarias, 38 quartos (somando 82 leitos) e uma área para futuras instalações de clínicas médicas. Além disso, terá atendimento eletivo de urgência e emergência com assistência em regime ambulatorial e de hospital. Foto: Marcelo Martins / PMBO governador Eduardo Pinho fez a entrega da obra, que teve sua construção iniciada em 2016 com prazo inicial de 24 meses, mas foi antecipada para a comunidade em seis meses. O hospital faz cerca de 10 mil cirurgias de catarata por mês, atendidas tanto pelo SUS, como convênios e particulares. Além da Vila Itoupava, a unidade também atende residentes de cidades próximas, como Massaranduba, em casos de baixa e média complexidade. Todos os atendimentos devem ser transferidos, com o tempo, para a nova ala. Os leitos de internação ficam no segundo e no terceiro andares, enquanto os consultórios estão no quarto piso. No antigo prédio, futuramente deve ser ampliado o espaço de acolhimento para idosos. :::Leia mais notícias em SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaHospital Misericórdia tem nova ala inaugurada nesta sexta, em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-hospital-misericordia-tem-nova-ala-inaugurada-nesta-sexta-em-blumenau-10369719Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24401538Ação do Santa em Itapema facilita troca para TV digitalPromoção viabiliza kit para conversão por preços acessíveis com condições especiais para quem é assinante do jornal 2018-06-08T11:00:03-03:002018-06-08T11:00:03-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDivulgaçãoAção do Santa em Itapema facilita troca para TV digitalJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24401538Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-acao-do-santa-em-itapema-facilita-troca-para-tv-digital-10365792Ação do Santa em Itapema facilita troca para TV digitalPromoção viabiliza kit para conversão por preços acessíveis com condições especiais para quem é assinante do jornal 2018-06-08T11:00:03-03:002018-06-08T11:00:03-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brOs moradores de Itapema e região terão a chance de adquirir com desconto kits para conversão do sinal analógico em digital em uma ação do Santa, hoje. A promoção vai ocorrer no Calçadão Praia Shopping e assinantes do Santa poderão comprar o kit – que inclui antena, conversor, controle remoto, manual de instalação e termo de assistência técnica – por R$ 30. Quem não for assinante também poderá aproveitar o desconto, pagando R$ 45.Para participar, os interessados devem ir com documento oficial com foto e CPF ao Calçadão Praia Shopping (que fica na Rua Nereu Ramos, 3855, no bairro Meia Praia), entre 15h e 21h, onde será distribuído gratuitamente o voucher promocional junto à edição do Santa. O kit será pago e retirado no mesmo local. Assinantes precisam levar apenas o CPF.Ocorrerão novas ações em outras cidades da região nos próximos dias. Em Itajaí, será no dia 23 de junho, na loja Cash Auto, e em Blumenau, no dia 30 de junho, no Vale Auto Shopping. As duas ações ocorrem das 9h às 19h. O estoque é limitado e somente será permitida a retirada de um kit por CPF.O sinal analógico da televisão aberta será desligado em 5 de dezembro de 2018 em Blumenau, Gaspar, Indaial, Luiz Alves e Pomerode, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba, Schroeder, Araquari, Balneário Barra do Sul, Joinville e São Francisco do Sul. No entanto, mesmo quem mora em locais que não estão na lista de cidades programadas para o desligamento pode aproveitar para adquirir o kit pelo preço especial e assistir à televisão com imagem e som digital desde já.Tira-dúvidasPor que estão mudando o sinal?Todos os canais abertos de televisão passarão a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital, que emite imagem e som de qualidade, e de forma gratuita. O desligamento do sinal analógico irá liberar a faixa de 700mhz para que a oferta de internet 4G possa ser expandida por todo o país. O 4G é uma das tecnologias para telefonia móvel mais avançadas e permite que dispositivos como celular, smartphone, laptops e tablets acessem a internet com velocidades mais rápidas.Quando o sinal analógico será desligado em SC?No dia 5 de dezembro, o sinal será desligado em Blumenau, Gaspar, Indaial, Luiz Alves, Pomerode, Joinville, Araquari, Barra do Sul, Guaramirim, Jaraguá, Massaranduba, São Francisco do Sul e Schroeder. Nos demais municípios catarinenses, até 2023.Quais são as vantagens do sinal digital?Imagem mais nítida, som de melhor qualidade e sem ruídos e interferências.O que acontecerá quando o sinal analógico de TV for desligado em minha cidade?Assim que o sinal analógico de TV for desligado, toda a programação dos canais abertos transmitidos pelo sinal analógico deixará de ser exibida. A tela de sua TV exibirá uma mensagem informando que o sinal analógico foi desligado e que a programação continua sendo exibida pelo sinal digital.Preciso comprar uma televisão nova?Não. Todas os televisores podem ser utilizados para assistir os canais abertos transmitidos pelo sinal digital. Porém, seu televisor pode precisar de adaptações. Confira detalhes em www.nsctvdigital.com.br.Os canais mudam?As emissoras terão os números de canais digitais. No caso da NSC TV, será o 3.1 em Blumenau.::: Leia mais notícias no SantaPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaAção do Santa em Itapema facilita troca para TV digitalJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-acao-do-santa-em-itapema-facilita-troca-para-tv-digital-10365792Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24402237Polícia Federal apreende nova droga sintética que vinha da Holanda para ItajaíOperação Conexão Holanda ocorreu entre quarta e quinta-feira e monitorou encomenda que segundo a PF seria suficiente para produzir cerca de 5 mil comprimidos de N-etilpentilona2018-06-08T09:24:59-03:002018-06-08T09:24:59-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPolícia Federal / DivulgaçãoPolícia Federal apreende nova droga sintética que vinha da Holanda para ItajaíJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24402237Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-policia-federal-apreende-nova-droga-sintetica-que-vinha-da-holanda-para-itajai-10366217Polícia Federal apreende nova droga sintética que vinha da Holanda para ItajaíOperação Conexão Holanda ocorreu entre quarta e quinta-feira e monitorou encomenda que segundo a PF seria suficiente para produzir cerca de 5 mil comprimidos de N-etilpentilona2018-06-08T09:24:59-03:002018-06-08T09:24:59-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA Polícia Federal concluiu nesta quinta-feira a Operação Conexão Holanda, que apreendeu uma embalagem de uma nova droga sintética que seria usada em festas de música eletrônica do Vale do Itajaí. A ação começou na quarta-feira, quando PF e Correios identificaram uma encomenda suspeita da Holanda para um destinatário de Itajaí. O pacote foi monitorado e, no momento da entrega, a PF identificou que se tratava de N-etilpentilona, também chamada de etilona ou pentilona, entorpecente semelhante ao ecstasy.:: Leia mais notícias em santa.com.brA quantidade de droga existente na encomenda não foi informada, mas segundo a PF seria suficiente para produzir cerca de 5 mil comprimidos. O homem que recebeu a encomenda foi preso por tráfico internacional de drogas. A operação continuou na quinta-feira, quando foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas casas de outras duas pessoas supostamente envolvidas com o caso. Nesses locais foram encontradas mais drogas similares, artigos para embalagem e pesagem e também cerca de 50 munições calibre 38. Os dois homens também foram presos por tráfico internacional de drogas.Primeira apreensão da droga em SCFoi a primeira apreensão deste tipo de droga em Santa Catarina, de acordo com a PF. A N-Etilpentilona é uma droga nova no mercado, cujos efeitos conhecidos seriam similares aos do ecstasy (MDMA), porém potencializados. O comércio e consumo foram proibidos no Brasil pela Anvisa em março de 2017. Os efeitos diretos e indiretos no organismo ainda não foram profundamente estudados, o que aumentaria o risco de comércio e consumo segundo a PF.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaPolícia Federal apreende nova droga sintética que vinha da Holanda para ItajaíJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-policia-federal-apreende-nova-droga-sintetica-que-vinha-da-holanda-para-itajai-10366217Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:24402146Com mínima de 8,5 °C, Blumenau registra o amanhecer mais frio do ano nesta sexta-feiraSegundo dados do sistema Alertablu, menor temperatura ocorreu às 4h45min, superando o recorde anterior, de 9,3 °C, registrado em 22 de maio2018-06-08T08:10:09-03:002018-06-08T08:10:09-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBeto Spercot / NSC TVCom mínima de 8,5 °C, Blumenau registra o amanhecer mais frio do ano nesta sexta-feiraJornal de Santa Catarinaurn:publicid:clicrbs.com.br:24402146Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-com-minima-de-8-5-c-blumenau-registra-o-amanhecer-mais-frio-do-ano-nesta-sexta-feira-10366179Com mínima de 8,5 °C, Blumenau registra o amanhecer mais frio do ano nesta sexta-feiraSegundo dados do sistema Alertablu, menor temperatura ocorreu às 4h45min, superando o recorde anterior, de 9,3 °C, registrado em 22 de maio2018-06-08T08:10:09-03:002018-06-08T08:10:09-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brBlumenau teve a manhã mais fria do ano nesta sexta-feira. Segundo informações do sistema Alertablu, a temperatura mínima chegou a 8,5 °C às 4h45min. O recorde anterior de frio na cidade este ano havia sido obtido em 22 de maio, quando os termômetros chegaram a 9,3 °C. Os dados são medidos na estação do Alertablu instalada no Parque Ramiro Ruediger, em Blumenau.Segundo a meteorologista do Alertablu, Tatiane Martins, a queda nas temperaturas ocorre pela chegada de uma massa de ar frio de origem polar que começou a agir na região nesta madrugada. Devido à abertura de sol, a tendência é que ao longo desta sexta as temperaturas subam bastante, com a máxima ficando entre 18 °C e 20 °C.A sexta-feira também registrou baixas temperaturas em outras cidades do Vale do Itajaí. Segundo dados da central de meteorologia da NSC Comunicação, as três menores temperaturas registradas foram em Rio do Campo (1,5°C), Imbuia (2,8°C) e Itajaí (7,9°C).Sábado ainda mais frioNo entanto, quem já sofreu com o frio do amanhecer desta sexta-feira tem uma notícia não tão boa para o sábado. A previsão é que as temperaturas possam atingir novo recorde na próxima madrugada, com mínimas registradas entre 6 °C e 8 °C. Se nas primeiras horas do dia os casacos serão companhias fundamentais, ao longo do dia, novamente as temperaturas devem subir ao longo do sábado, com máximas entre 19 °C e 21 °C.Foto: Beto Spercot / NSC TVChuva no início da semanaA massa de ar frio que derrubou as temperaturas deve começar a perder força no domingo, segundo a meteorologista do Alertablu. Áreas de baixa pressão devem aumentar a nebulosidade e fazer com que, a partir da tarde de domingo, o clima em Blumenau comece a experimentar temperaturas mais amenas e períodos de chuva fraca isolada. A mesma condição, intercalando chuva e clima ameno, deve prevalecer durante a segunda e a terça-feira da próxima semana.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaCom mínima de 8,5 °C, Blumenau registra o amanhecer mais frio do ano nesta sexta-feiraJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-com-minima-de-8-5-c-blumenau-registra-o-amanhecer-mais-frio-do-ano-nesta-sexta-feira-10366179Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-policia-militar-apreende-cigarros-contrabandeados-em-indaial-10366153Polícia Militar apreende cigarros contrabandeados em IndaialDez caixas com 10 maços cada estavam em automóvel que foi abordado por policiais durante ronda2018-06-08T07:28:45-03:002018-06-08T07:28:45-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brA Polícia Militar de Indaial apreendeu 10 caixas de cigarros contrabandeados por volta das 16h desta quinta-feira. O caso ocorreu na Rua Três Corações, no bairro Benedito. Os policiais faziam rondas pelo local quando avistaram um automóvel Gol em atitude suspeita. Ao abordarem o condutor, os PMs encontraram as 10 embalagens, que totalizavam 100 maços de cigarros. O homem recebeu voz de prisão por contrabando de cigarro e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil.Leia mais notícias em santa.com.brPorto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaPolícia Militar apreende cigarros contrabandeados em IndaialJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-policia-militar-apreende-cigarros-contrabandeados-em-indaial-10366153Change0Usableurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-dois-homens-armados-assaltam-morador-e-roubam-moto-no-bairro-vorstadt-em-blumenau-10366145Dois homens armados assaltam morador e roubam moto no bairro Vorstadt, em BlumenauSegundo informações da Polícia Militar, a vítima havia acabado de chegar em um bar quando foi surpreendida pela dupla2018-06-08T07:17:11-03:002018-06-08T07:17:11-03:00© 2011-2018 clicrbs.com.brDois bandidos armados roubaram uma moto de um homem por volta das 18h desta quinta-feira, na Rua Antônio Treis, no bairro Vorstadt, em Blumenau. Segundo informações da Polícia Militar, a vítima havia acabado de chegar em um bar quando foi surpreendida pela dupla. Os criminosos chegaram encapuzados, apontaram um revólver para o condutor da moto e fugiram levando o veículo. A PM solicitou imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.Porto Alegre, RSJornal de Santa CatarinaDois homens armados assaltam morador e roubam moto no bairro Vorstadt, em BlumenauJornal de Santa Catarinaurn:publicid:jornaldesantacatarina-clicrbs-com-br-sc-geral-dois-homens-armados-assaltam-morador-e-roubam-moto-no-bairro-vorstadt-em-blumenau-10366145Change0Usable