Aplicativo permite acesso às informações da rede pública de saúde de Blumenau no celular - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Tecnologia12/04/2018 | 05h05Atualizada em 12/04/2018 | 05h05

Aplicativo permite acesso às informações da rede pública de saúde de Blumenau no celular

Sistema Pronto Mobile, lançado na quarta-feira, já testa também o agendamento de consultas médicas e odontológicas

Aplicativo permite acesso às informações da rede pública de saúde de Blumenau no celular Reprodução / Prefeitura de Blumenau / Play Store/Prefeitura de Blumenau / Play Store
Foto: Reprodução / Prefeitura de Blumenau / Play Store / Prefeitura de Blumenau / Play Store

Após 400 horas de trabalho, cerca de dois meses, os blumenauenses já podem acessar prontuários, prescrições médicas, histórico de vacinas e até o mapeamento das unidades de saúde do município na palma da mão. Essas informações estão disponíveis no aplicativo Pronto Mobile, lançado nesta quarta-feira (11) e disponível para busca e download nos sistemas operacionais Android e iOS a partir desta quinta. Para ter acesso à nova plataforma, o usuário deve estar em dia com o cadastro na unidade de saúde referência e preencher um cadastro informado o número do CPF, data de nascimento e e-mail.

Julio Cézar de Souza Silva, diretor de Sistema, Inovação e Transparência da Secretaria de Gestão e Transparência, explica que o aplicativo Pronto Mobile é resultado da informatização das mais de 70 unidades de saúde da rede municipal, ação que foi concluída em setembro do ano passado.

— É um processo de quase seis anos que começou com uma unidade piloto em 2013. Para viabilizar esse marco foi necessário a instalação de 350 quilômetros de fibra ótica dentro do município que interligam mais de 300 pontos da prefeitura, entre eles todas as unidades de saúde — afirma.

Prefeitura disponibiliza aplicativo para agendamento de consultas no SUS em Blumenau

Neste primeiro momento, o agendamento das consultas médicas e odontológicas ainda está pendente para a maioria dos usuários, pois essa função está em fase de teste e ficou restrita apenas aos pacientes do Ambulatório Geral da Escola Agrícola. O restante dos moradores do município devem seguir marcando as consultas presencialmente, como já ocorre. 

A prefeitura ressalta que os pacientes que já tem acesso ao agendamento de consultas online vão receber, após a marcação, notificações dois dias antes e também na véspera da consulta para lembrar do atendimento. O cancelamento também pode ser feito por meio do aplicativo até um dia útil antes da consulta. 

No entanto, o usuário que agendar uma consulta e não comparecer ao atendimento terá o acesso a essa função bloqueado e, para liberar, precisará ir pessoalmente ao AG para justificar a falta.

Silva ainda ressalta que o principal objetivo do aplicativo é entregar a informação para o cidadão e humanizar o atendimento, mudando a rotina de pacientes que hoje precisam ir de madrugada para as filas em frente aos postos de saúde para conseguir marcar as consultas. 

— Na época em que se começou a pensar na informatização do sistema de saúde os aplicativos nem eram tão acessíveis quanto hoje. Na época, o prefeito (Napoleão Bernardes) determinou a entrega desse aplicativo no fim do ano passado. A execução projeto todo, de pensar em como seria, o que iria abarcar, levou em torno de seis meses a um ano — diz Silva.

Por fim, o diretor de Sistema, Inovação e Transparência da Secretaria de Gestão e Transparência da prefeitura ainda pontua que, apesar de não ter sido estipulado um prazo para ampliar a função de agendamentos para todos os usuários, a expectativa é de que dentro de 30 dias seja feita uma reavaliação para, então, abrir essa possibilidade para todos os pacientes. 

Leia mais notícias

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDuas pessoas morrem em acidente na BR-470, em Ilhota https://t.co/DzntbjJaXo #LeiaNoSantahá 2 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDois homens são presos após roubo a lotérica no Centro de Gaspar https://t.co/4xM5W69r7C #LeiaNoSantahá 2 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca