Procon orienta consumidores para compras do Dia das Mães - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Consumo08/05/2018 | 20h58Atualizada em 08/05/2018 | 20h58

Procon orienta consumidores para compras do Dia das Mães

É preciso ficar atento ao orçamento familiar e também a direitos previstos em lei

  

 Blumenau - SC - Brasil - 28102016 - Comercio na rua XV de novembro centro de Blumenau
A estimativa é de que as compras para o dia 13 de maio variem, em média, de R$ 100 a R$ 150. Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Com o Dia das Mães chegando, muitos consumidores vão às compras. A expectativa do comércio para este ano é positiva e, segundo levantamento feito pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojista de Santa Catarina (FCDL/SC), empresários esperam um crescimento entre 5% e 10% nas vendas. A estimativa é de que as compras para o dia 13 de maio variem, em média, de R$ 100 a R$ 150. 

Para evitar futuros problemas com as aquisições feitas nesse período, o Procon de Blumenau dá algumas orientações. A primeira delas é consumo consciente. O órgão alerta para a importância de verificar se a compra do produto ou serviço não vai comprometer o orçamento doméstico. Se os valores estiverem dentro das possibilidades de pagamento, o próximo passo é fazer uma pesquisa de preços.

Os consumidores devem ficar atentos também aos seus direitos. Todos os produtos expostos, por exemplo, precisam especificar o preço à vista e a prazo. No caso de compras parceladas, a loja é obrigada a informar o montante de juros de mora e a taxa anual, além do número e os vencimentos das prestações. Deve constar ainda a soma total a pagar com ou sem financiamento.

Nas compras pela internet, é preciso verificar a idoneidade da loja virtual, levando em conta o tempo de atuação e se há queixas contra a empresa em sites de reclamação. Os produtos adquiridos fora do estabelecimento físico podem ser devolvidos num prazo de sete dias.

Segundo o Procon, o comerciante deve obrigatoriamente trocar o produto quando ele apresentar problema (vício) e não for consertado em no máximo 30 dias. Para isso, todo produto deve ter o certificado de garantia, incluindo a nota fiscal, que ajuda a combater a sonegação. 

::: Leia mais notícias de Blumenau e do Vale do Itajaí no Santa

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaRede estadual de Balneário Camboriú não terá aulas na segunda-feira https://t.co/38NEJWRtZi #LeiaNoSantahá 10 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPrefeitura mantém serviços de urgência nos próximos dias em Blumenau https://t.co/3FYpQXkIO5 #LeiaNoSantahá 10 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca