Feira da Amizade começa nesta sexta-feira em Blumenau e celebra os 30 anos de criação - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Cidade07/06/2018 | 23h10Atualizada em 08/06/2018 | 07h00

Feira da Amizade começa nesta sexta-feira em Blumenau e celebra os 30 anos de criação

Evento na Vila Germânica conta com a exposição de 270 grupos e expectativa de ultrapassar 40 mil visitantes

Feira da Amizade começa nesta sexta-feira em Blumenau e celebra os 30 anos de criação Patrick Rodrigues/Jornal de Santa Catarina
As veteranas do Andorinhas se dedicam semanalmente à produção de trajes típicos germânicos Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina

Ela começou pequena. Eram apenas 12 grupos em 1988. Agora, três décadas depois, a Feira da Amizade ganhou outra proporção. O tempo e a dedicação de inúmeras pessoas fortaleceram um trabalho que hoje contribui com centenas de entidades focadas em ajudar o próximo. Quem faz parte dessa corrente do bem lembra com alegria quando tudo começou.

A ansiedade pela abertura do pavilhão A da então Proeb no dia 8 de julho está na memória da vice-presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Blumenau, Jacinta Morfim Schramm. Na época secretária da entidade, ela recorda de cada encontro que culminou no evento.
– Não sabíamos como a comunidade ia receber. Eram barraquinhas tipo de festa junina, que a gente decorava – recorda.

Ao longo dos 30 anos, a venda dos deliciosos docinhos de festa se tornou tradição no espaço destinado às mulheres de rosa. De brigadeiro em brigadeiro, elas arrecadam um valor importante para manter um serviço fundamental. São mais de 1 mil atendimentos mensais, muitos de mulheres que travam diariamente a batalha contra o câncer e encontram na entidade apoio multidisciplinar, com psicóloga, nutricionista e fisioterapia.
– A rede vive de doação, então todo valor faz diferença para nós – reforça Jacinta.

Ela conta com o apoio de cada um que passar pelo Parque Vila Germânica de hoje até domingo para garantir boas vendas. A expectativa é comercializar aproximadamente 13 mil doces. Ânimo para cumprir a missão não falta. Para Jacinta, é recompensador poder participar de mais uma edição da Feira da Amizade. Tanto para quem doa tempo como voluntário de alguma entidade quanto para quem contribui ao comprar produtos e serviços de ONGs, associações, clubes de mães e artesãos.
– Todos estão indo em benefício de alguém, seja da Rede Feminina, da Apae, da Associação de Deficientes Físicos. Todos vão lá para ajudar o outro – diz a vice-presidente da RFCC.

Esse sentimento de solidariedade a coordenadora do Clube de Mães as Andorinhas, Miriam Claudete Leite, conhece bem. Ela viveu o mesmo frio na barriga da estreia na feira em 1988. Um dia que a aposentada e muitas companheiras de grupo têm na memória como se fosse ontem. Até o frio que fazia naquela data a apaixonada por trabalhos manuais recorda.
– Não eram tantos clubes, mas já tinha uma motivação bonita – lembra a senhora de 68 anos.

As veteranas do Andorinhas se dedicam semanalmente à produção de trajes típicos germânicos. Mais do que manter viva parte da cultura da cidade, elas encontram no grupo um espaço para convivência. O dinheiro que arrecadam com as vendas das roupas garante a manutenção das atividades. E vai além.
– Fizemos roupas e doamos para creche, compramos conjuntos de toalhas de banho e lençóis para a casa de apoio às crianças com câncer. Tudo com dinheiro que vem das nossas vendas – explica Miriam sobre algumas das ações que desenvolvem.

Na 30a edição, que inicia hoje e segue até domingo, 270 entidades estão confirmadas. Para a presidente da Fundação Pró-Família, Cristiane Marta Loureiro, o número reafirma o propósito da Feira da Amizade. Desde quando foi criada, o objetivo se mantém o mesmo: integrar os grupos e gerar renda para que possam seguir beneficiando centenas de pessoas com projetos desenvolvidos por entidades como Cruz Azul do Brasil, Enloucrescer e Casa de Apoio.

Arrecadação que ajuda durante o ano
O trabalho árduo consolidou a Feira da Amizade no calendário de grandes eventos da cidade.
– No ano passado, mais de 40 mil pessoas prestigiaram e esse ano a expectativa é ultrapassar esse número. Muitas entidades esperam pela feira para arrecadar o dinheiro que as ajuda no decorrer do ano – afirma.

Na programação, além da comercialização de diversos produtos, estão apresentações artísticas e opções gastronômicas, como a feijoada e a galinha com polenta, no Parque Vila Germânica. O Setor 1 será destinado à alimentação e apresentações artísticas. No Setor 2, ocorrem as vendas de produtos artesanais. Os brechós e a área de lazer infantil ficarão no Setor 3.

Uma das novidades neste ano será uma oficina de crochê para quem tem conhecimento básico sobre a prática. A atividade está prevista para amanhã, das 16h45min às 17h45min, no Setor 1. Ao todo, 80 kits serão distribuídos gratuitamente, mas quem levar material próprio também pode participar.

Quem prestigiar o evento poderá participar ainda de uma iniciativa de estímulo à história de Blumenau e que pode render ingressos à Oktoberfest. É preciso procurar o estande da Câmara Temática de Marketing do Plano Municipal de Turismo e retirar o cartão de visitação e informações sobre os museus de Blumenau. Quem visitar ao menos oito dos 13 museus da cidade até o dia 9 de setembro terá direito a um ingresso para a festa. No total, serão distribuídas mil entradas francas.

 SERVIÇO
30ª Feira da Amizade
Quando: de hoje a domingo
Local: Parque Vila Germânica
Entrada: gratuita

Horários
Hoje: das 19h às 22h
Amanhã: das 10h às 22h
Domingo: das 10h às 19h

Feijoada
Sábado, das 11h às 14h30min, no Setor 1
Preço: R$ 30

Polenta com galinha
Domingo, das 11h às 14h30min, no Setor 1
Preço: R$ 20

::: Leia mais notícias no Santa

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia Civil vai investigar caso de agressão contra criança na Água Verde em Blumenau https://t.co/D2KIIIMaGU #LeiaNoSantahá 13 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaHomem é esfaqueado após briga na Vila Itoupava em Blumenau https://t.co/lFcLqVDOSJ #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca