Festas da cachaça e da banana celebram os produtos de Luiz Alves - Geral - Jornal de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Tradição20/07/2018 | 08h47

Festas da cachaça e da banana celebram os produtos de Luiz Alves

Eventos começam nesta sexta-feira e vão até domingo na cidade

Festas da cachaça e da banana celebram os produtos de Luiz Alves Luiz Carlos de Souza/NSC TV
Lei estadual aprovada recentemente tornou Luiz Alves a capital catarinense da cachaça Foto: Luiz Carlos de Souza / NSC TV

Há 60 anos, o município de Luiz Alves, no Vale do Itajaí, conquistou sua emancipação política. Uma história entrelaçada com duas culturas econômicas distintas, que a impulsionaram ao longo dos anos. Dois dias depois do seu aniversário, Luiz Alves vai reunir bananicultores, competidores de rodeio, expositores de gado e produtores de cachaça para os dois principais eventos.

A bebida obtida através da fermentação e destilação do caldo da cana-de-açúcar transformou a cidade em referência na produção artesanal. E foi reconhecida este ano, oficialmente, por meio de uma lei estadual como a capital catarinense da cachaça. Por isso, a edição de 2018 da Festa Nacional da Cachaça (Fenaca) será ainda mais especial.

A festa iniciou em 1984 divulgou o município a nível nacional e chega hoje à 29ª edição. Em paralelo, dois eventos são promovidos: a 27ª Festa da Banana e o 29ª Rodeio do CTG Laço Luiz-alvense.

::: Leia mais notícias de Santa Catarina no NSC Total

Enquanto muitas famílias apostam na cachaça, outras investem no cultivo da banana. A localidade tem cerca de 400 produtores, a maioria no sistema de agricultura familiar, como é o caso do Paulo Cesar Schappo.

– O meu avô foi o primeiro nesta produção e depois meu pai. A gente seguiu essa atividade junto e meus filhos vão continuar – conta o produtor sobre a cultura passada de geração em geração.

ABASTECENDO O MERCOSUL

A colonização teve início em 1877 com imigrantes italianos. Logo depois chegaram alemães, franceses, austríacos, belgas e poloneses. Antes, porém, já havia descendentes de portugueses habitando terras fora dos limites da colônia.

Luiz Alves é a segunda cidade do Estado que mais produz banana, atrás apenas de Corupá, na região norte de Santa Catarina. Segundo o presidente da Associação Catarinense de Bananicultores, somente no ano passado, a produção em Luiz Alves ultrapassou 100 mil toneladas, safra essa que em grande parte é escoada para São Paulo, Minas Gerais e destinada para exportação.

Schappo conta que nossa região hoje é responsável por quase 80% da banana que vai para o Mercosul , principalmente Uruguai e Argentina.

De 20 a 22 de julho, os visitantes poderão aproveitar as atrações, como shows musicais, gastronomia, exposições, degustação de cachaças e apresentações culturais, além de conhecer um pouco mais sobre o que é produzido no local.

No primeiro dia, o Parque de Eventos abre às 19h, logo depois haverá a solenidade oficial. No dia seguinte, a atrações se iniciam às 10h. No domingo, às 9h, haverá o desfile em comemoração ao aniversário de 60 anos. 

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaAdircélio é eleito presidente do Tribunal de Contas de SC https://t.co/0hd0SgqwO2há 14 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaQuem é Ricardo de Gouvêa, o novo secretário de agricultura de SC https://t.co/bPorLOIAnihá 14 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca