Pinguim é resgatado na praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú - Geral - Jornal de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Está se recuperando16/07/2018 | 18h03Atualizada em 16/07/2018 | 18h03

Pinguim é resgatado na praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú

O animal estava debilitado e encharcado de óleo quando foi recolhido pela Guarda Municipal e pelo Programa de Monitoramento de praias da Bacia de Santos

Pinguim é resgatado na praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú Guarda Municipal/Divulgação
Foto: Guarda Municipal / Divulgação

Um pinguim da espécie Spheniscus magellanicus, popularmente conhecido como pinguim-de-magalhães, foi resgatado com suspeita de lesões na praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú. O animal estava debilitado e encharcado de óleo quando foi recolhido pela Guarda Municipal e pelos membros do Programa de Monitoramento de praias da Bacia de Santos.

Após receber o primeiro atendimento veterinário no zoológico do Complexo Ambiental Cyro Gevaerd, o pinguim foi levado para unidade de estabilização de animais marinhos em Penha. De acordo com Jefferson Dick, coordenador da unidade, o animal estava ativo e respondia bem aos estímulos, apesar de apresentar sinais de estar fraco e magro.

— O animal recebeu um banho para tirar o óleo do corpo assim que chegou ao local, já que estava em uma temperatura estável. Em seguida, foi medicado e aquecido. Ele ainda está no processo de estabilização e continua recebendo medicação, mas já apresentou melhora — ressalta Jefferson Dick.

O coordenador da unidade de estabilização afirma que não é incomum a presença de pinguins na costa de Balneário Camboriú. Com as massas de ar frio e as correntes marítimas, há casos de pinguins jovens que vem do Sul e, ao se perder do grupo, chegam fracos e debilitados até a praia. É estranho, contudo, chegar encharcado de óleo.

— Ainda não sabemos de onde veio o óleo e tiramos amostras para analisar o caso. Pode ser tanto óleo combustível como óleo cru (de petróleo). Ao entrar em contato com a substância, o animal perdeu a impermeabilidade das penas. Assim, ele pode ter ficado com frio ou ter vindo descansar na costa, já que tinha dificuldades para se mexer — completa Jefferson Dick

O pinguim-de-magalhães pode ser encaminhado ainda nesta semana para a Associação R3 Animal, localizada no Rio Vermelho em Florianópolis. Ele deve permanecer na Capital realizando o período final de recuperação. Depois, os veterinários da associação devem levá-lo até algum grupo de pinguins para que possa retornar ao mar.

Leia Mais

Escolha os trajes da rainha e princesas da 35ª Oktoberfest

Rodovias de SC têm ao menos 16 mortes no fim de semana

Matrículas estão abertas para 970 vagas nos Cedups de Santa Catarina 

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCâmara de Vereadores vai devolver R$ 7,25 milhões à prefeitura de Blumenau  https://t.co/mkYYL3lL1jhá 29 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia punirá jovem por foto em que finge urinar no Camaro da PM em Balneário Camboriú https://t.co/QryDP8Z2uqhá 29 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca