Por conter cenas de nudez, peça teatral que seria apresentada em Gaspar é cancelada - Geral - Jornal de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Cultura18/07/2018 | 15h59Atualizada em 18/07/2018 | 16h37

Por conter cenas de nudez, peça teatral que seria apresentada em Gaspar é cancelada

Evento tinha classificação indicativa de 14 anos

Por conter cenas de nudez, peça teatral que seria apresentada em Gaspar é cancelada Saulo Almeida/UFRGS/ Divulgação
Foto: Saulo Almeida / UFRGS/ Divulgação

A organização do Festinver de Gaspar cancelou a apresentação do espetáculo Sebastian, da Simurg – Núcleo de Pesquisa Cênica de Porto Alegre (RS). Segundo a organização, a decisão foi tomada por não a achar adequada para o público do festival, que são jovens em sua grande maioria.

A organização, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura de Gaspar, afirmou que a decisão foi uma questão jurídica. Inicialmente, a obra prevista para apresentação era o Auto da Compadecida, da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Porém, uma semana antes da data, a organização do Fitub alterou o espetáculo, para o monólogo Sebastian, com faixa indicativa de 14 anos.

— Esta peça (Sebastian) possui cena de nudez total e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) veta isso, pedimos pra diretoria do Fitub a alteração da faixa etária ou que o ator tivesse a genitália coberta, mas não foi acatada. Solicitamos uma reunião com a direção do Fitub, mas não fomos atendidos. Seguimos a orientação da procuradoria. Como o tema é sensível e engloba adolescentes, o município preferiu se resguardar — afirma o diretor de comunicação de Gaspar, Dimas de Carvalho.

Coordenador do Fitub, Fábio Hostert conta que a mudança da peça foi por questões técnicas, pois o local não tinha condições de receber o primeiro espetáculo. Desta forma, Sebastian foi escolhida. Para Fábio, esta obra levaria um bom questionamento, pela temática que aborda.

— A diretoria de cultura da Furb veio falar comigo pra saber mais do espetáculo. Alguém da municipalidade se incomodou pelo fato de ter nudez, pediram se o ator poderia usar uma malha, achamos um absurdo, pois jamais vamos interferir numa criação artística — conta Hostert.

A organização do Festinver informou que desde a última semana tentou contato com os responsáveis pelo Fitub, por e-mail e telefone, mas eles expressaram que não iriam alterar a peça.

— Seguramos o cancelamento até a última hora, pois tentamos contornar a situação. Atendemos uma questão legal, até tentamos chegar em um acordo, mas o Fitub está no direito dele e preferiu nem conversar com o pessoal da Cultura de Gaspar. A gente não teve outra solução, queríamos ter a peça, porém, infelizmente acabou ocorrendo o cancelamento — comenta Dimas de Carvalho.

Segundo a organização do Fitub, os espetáculos que circulam por essas ações já passam por uma curadoria que qualifica e autoriza a exibição e diz que todos os espetáculos são submetidos a lei da classificação indicativa.

Para a Coordenadora da Comissão da Criança, Adolescente e Família da OAB de Blumenau, Denise Demmer, a classificação indicativa de 14 anos é compatível com cena de nudez, como no caso da peça Sebastian, segundo o guia prático publicada pelo Ministério da Justiça.

— Considero que a organização do festival, conhecendo a sociedade em que esta inserida, conhecendo seu público alvo, possa decidir por inadequado e resolva não exibir a peça, por acreditar que assim está protegendo os adolescentes daquela comunidade — aponta.

Leia mais notícias

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCâmara de Vereadores vai devolver R$ 7,25 milhões à prefeitura de Blumenau  https://t.co/mkYYL3lL1jhá 35 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia punirá jovem por foto em que finge urinar no Camaro da PM em Balneário Camboriú https://t.co/QryDP8Z2uqhá 35 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca