Segundo sábado de Oktoberfest tem movimentação intensa na Vila Germânica - Jornal de Santa Catarina

Sucesso de público16/10/2016 | 15h10

Segundo sábado de Oktoberfest tem movimentação intensa na Vila Germânica

Venda de ingressos para o dia foi encerrada ainda à tarde

Segundo sábado de Oktoberfest tem movimentação intensa na Vila Germânica Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

O segundo sábado de Oktoberfest foi como manda a tradição: um dos dias de maior movimento no Parque Vila Germânica em Blumenau. Por volta das 16h, a organização informou que a venda de ingressos para o dia estava esgotada. A restrição de ingressos surgiu em 2013, após um acordo com o Ministério Público que definiu a limitação de público em 40.704 pessoas simultaneamente nos pavilhões. Foi o primeiro dia desta edição com lotação máxima.

À noite, em frente às bilheterias fechadas, era possível ver muitas pessoas à procura de ingressos de última hora. Filas se formaram em portarias como a do Ginásio Galegão, mas os festeiros conseguiam entrar sem muita demora e não houve tumultos até por volta das 23h. Quem tinha ingresso e conseguiu garantir a presença na festa viu uma noite de movimentação intensa, pavilhões cheios e filas para comprar comidas e bebidas.

Tem hermanos na marchinha

Um dos destaques foi a sangria do barril de chope feita para homenagear os representantes da Oktoberfest de Villa General Belgrano, na província de Córdoba, na Argentina. A festa existe há 53 anos e tem uma relação de troca de experiências com a festa de Blumenau por muitos anos. Representantes argentinos participaram também do desfile, à tarde.

No palco do Biergarten, por volta das 21h30min, o músico, fotógrafo e piloto da Choppmotorrad Ingo Penz e lideranças de Blumenau e Villa General Belgrano fizeram a sangria do barril e a alegria do público da frente do palco, que esperava com braços e canecos em riste.

— É uma troca de experiências e uma relação que já existe há muito tempo. Estive lá e o que mais me impressionou foi a capacidade da cidade, de apenas 12 mil habitantes, de se mobilizar e promover uma festa que mantém as tradições germânica em pontos como alimentação, traje, música, desfiles. Mais do que isso, eles têm um respeito muito grande pela nossa Oktoberfest — conta a diretora de Planejamento e Promoção do Parque Vila Germânica, Luisa Helena Siqueira Borda.

Passadas a sangria, as apresentações de grupos folclóricos e as tradicionais competições como o Chope em Metro, a noite foi de muita animação nos pavilhões e na área externa do Parque Vila Germânica, com apresentações de bandas como Society, Primavera, Banda do Caneco e Banda do Barril.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros