Ministério Público Federal pede indenização da prefeitura por morte de Domingos Montagner - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Gente21/09/2016 | 16h37Atualizada em 21/09/2016 | 16h37

Ministério Público Federal pede indenização da prefeitura por morte de Domingos Montagner

Solicitação também prevê um monumento em Canindé de São Francisco em homenagem ao ator de "Velho Chico"

Ministério Público Federal pede indenização da prefeitura por morte de Domingos Montagner Caiuá Franco/Caiuá Franco
Foto: Caiuá Franco / Caiuá Franco

O Ministério Público Federal em Sergipe, após solicitar um monumento em Canindé de São Francisco em homenagem ao ator Domingos Montagner e a interdição do local sem placas avisando os perigos de correnteza, também teria entrado com pedido de indenização à prefeitura pela morte do ator.

Conforme o jornal Folha de S. Paulo, o MPF  enviou à prefeitura um segundo ofício exigindo que o secretário de Turismo do município, José Dimas Roque, viesse a público esclarecer a suposta responsabilidade pela ausência de sinalização e guarda-vidas no local do acidente. Em fevereiro deste ano, uma reforma na Prainha fez com que toda a sinalização fosse retirada e os cinco salva-vidas contratados pela prefeitura fossem demitidos. 

Leia mais:
Camila Pitanga volta a gravar "Velho Chico" e pede orações
Saiba como será o último capítulo de Velho Chico
Camila Pitanga quebra o silêncio: "Ele me deu a oportunidade de viver"

A prefeitura, contudo, não recolocou a sinalização de placas e boias nem recontratou os salva-vidas. 

A família do ator estaria sendo amparada pela emissora, que comprometeu-se a fazer os pagamentos do contrato na íntegra - Domingos tinha vínculo com a TV Globo até 2020 – em razão do artista estar no Nordeste em função das gravações da novela Velho Chico, na qual interpretava o protagonista Santo.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros