MC Carol fala sobre feminismo em nova parceria com Karol Conká - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Vozes fortes06/10/2016 | 15h29Atualizada em 06/10/2016 | 16h23

MC Carol fala sobre feminismo em nova parceria com Karol Conká

"100% feminista" tem produção de Leo Justi e Tropkillaz e deve estar no próximo disco de da funkeira

A parceria de MC Carol e Karol Conká, dois dos nomes que mais fazem barulho no funk e no rap brasileiros, continua com toda força. Depois de convidar a funkeira carioca para o palco de seu show no festival Lollapalooza – onde cantaram Toca na pista, de Carol, e Tombei, seu principal hit – Conká agora participa de 100% feminista, música em tom de hino pelo direito das mulheres que deve estar no disco de MC Carol, previsto para a semana que vem.

Leia mais:
Show histórico dos Rolling Stones em Cuba será exibido no cinema nesta quinta
Ministro da Cultura indica que mudanças serão realizadas na Funarte
Cíntia Moscovich é eleita patrona da Feira do Livro de Porto Alegre

MC Carol vem se consolidando como uma das artistas mais críticas do funk nacional. Recentemente, ela lançou Delação premiada, em que fala sobre a violência policial nas favelas (e questiona "cadê o Amarildo?"), e Não foi Cabral, em que contesta a história do Brasil ensinada nas escolas. Já Conká se consolidou como nome forte da luta pela representatividade da mulher negra, por músicas como Tombei e por posicionamentos públicos.

Em 100% feminista, Carol canta que via o machismo em sua própria casa: "mulher com olho roxo espancada todo dia. Eu tinha uns cinco anos, mas entendi que mulher apanha se não fizer comida", para depois dizer que "eu cresci, prazer, Carol bandida, represento as mulheres 100% feministas". Nos versos, as duas cantoras também citam nomes de mulheres importantes da história: "Represento Dandara e Chica da Silva", "represento Nina (Simone), Elza (Soares), Dona Celestina".

 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros