Morre Richard Adams, autor de "A longa jornada" - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Obituário28/12/2016 | 09h30Atualizada em 28/12/2016 | 11h51

Morre Richard Adams, autor de "A longa jornada"

Famoso romance do britânico também fez sucesso na TV e no cinema

Morre Richard Adams, autor de "A longa jornada" AFP PHOTOBRITAIN-LITERATURE-ADAMS/FAMILY OF RICHARD ADAMS VIA DAVID HIGHAM ASSOCIATES
Foto: AFP PHOTOBRITAIN-LITERATURE-ADAMS / FAMILY OF RICHARD ADAMS VIA DAVID HIGHAM ASSOCIATES
AFP
AFP

O escritor britânico Richard Adams, autor do romance para crianças e jovensA longa jornada (Watership down), que conta a história de um grupo de coelhos, morreu aos 96 anos, segundo informações divulgadas nesta terça-feira.

"A querida família de Richard anuncia com tristeza que seu amado pai, avô e bisavô morreu pacificamente às 22h (locais) da noite de Natal", de acordo com um comunicado.

Leia mais:
Carrie Fisher, a princesa Leia de "Star Wars", morre aos 60

Esse romance de Adams conta a história de uma comunidade de coelhos que procura um novo lar após a destruição de sua toca, enfrentando vários perigos durante o caminho. O livro, seu primeiro romance, foi publicado em 1972, e em 1978 foi levado para os cinemas como desenho animado, que posteriormente se tornou uma série de televisão.

Durante uma entrevista, Adams comentou que a ideia do livro surgiu após uma longa história que contou para suas duas filhas, quando eram pequenas, durante uma viagem de carro. Por isso, o romance é dedicado a elas.

A longa jornada é muito usado nas escolas britânicas e, por conta disto, o autor criou o Lapine, uma linguagem fictícia de coelhos.

Outras de suas obras conhecidas são Shardik e The plague dogs, todas com animais sendo protagonistas.

Leia outras notícias em ZH


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaFacebook, Microsoft, Twitter e YouTube criam fórum mundial contra terrorismo https://t.co/uASGC5xPPI #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEUA exorta China a dar 'liberdade de movimento" a nobel Liu Xiaobo https://t.co/kMBCQgcUtc #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros