Nova novela das nove mostrará temas atuais na telinha  - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Televisão31/03/2017 | 13h21Atualizada em 31/03/2017 | 13h21

Nova novela das nove mostrará temas atuais na telinha 

Identidade de gênero e feminismo terão vez em A Força do Querer, dirigida por Gloria Perez

Nova novela das nove mostrará temas atuais na telinha  TV Globo/divulgação
Foto: TV Globo / divulgação
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Uma previsão une as vidas de Zeca (Marco Pigossi) e Ruy (Fiuk), ainda crianças, em A Força do Querer, nova novela das 21h da Globo, que estreia segunda-feira. Após os meninos caírem em um rio e serem salvos pelo índio Benki Piyãko, da tribo Ashaninka, eles têm um mesmo sonho. Então, o índio faz a predição de que o que brotar das águas vai juntar os dois e separá-los de novo – o que tudo indica ser a paixão de ambos, no futuro, por Ritinha (Isis Valverde), que acredita ser uma sereia.

— O que a água juntou, ela vai separar. Tem uma cena em que ambos olham para Ritinha. O Zeca está na praia e o Ruy, num barco, enquanto ela nada no rio. Ali, percebemos que ela é a grande desgraça da vida deles — ressalta Marco Pigossi.

Leia mais notícias sobre televisão no DC

Enquanto Zeca quer constituir uma família, sua noiva, Ritinha, planeja conhecer o mundo. Essas diferenças afastarão o casal após a chegada de Ruy a Parazinho, vila fictícia próxima a Belém, na região Norte do Brasil. No dia do casamento, o caminhoneiro flagra a amada com o filho de Eugênio (Dan Stulbach), o que gera uma enorme confusão e a fuga dela para o Rio de Janeiro com Ruy, que tinha prometido se casar com Cibele (Bruna Linzmeyer). Então, a reviravolta acontece quando a amante é descoberta pela jovem.

— Cibele lida de uma maneira incrível com todas as situações que acontecem com ela. A personagem tem um controle de si mesma, não é emocional. Ela para, olha e vê o que está acontecendo. Não explode em nenhum momento. Isso gera muitos desdobramentos — conta Bruna Linzmeyer.

Após Ritinha fugir, Zeca se muda para o Rio de Janeiro e conhece Jeiza (Paolla Oliveira). Inicialmente, a relação é conflitante, mas eles acabam se apaixonando. Assim, o caminhoneiro, que tem uma mentalidade machista, tem de aprender a conviver com uma mulher que é policial, trabalha no Batalhão de Ações com Cães e ainda sonha se tornar lutadora de MMA.

— Jeiza mostra que a mulher pode tudo. Não tem essa de deixar de fazer algo por causa do gênero. Ela tem vocação para a polícia e para a luta, um jeito espontâneo e caráter exemplar. Não deixa de ser feminina, mas tem atitude — avalia Paolla Oliveira.

Na novela de Glória Perez, dirigida por Rogério Gomes, existem muitas mulheres fortes. Como Bibi (Juliana Paes), que é completamente apaixonada pelo marido, Caio (Emílio Dantas), a ponto de se envolver com o mundo do crime por causa dele. A autora também dará espaço a um assunto que ainda levanta polêmica: a identidade de gênero. Ivana (Carol Duarte) terá uma longa jornada para compreender por que não se identifica com seu corpo de mulher. E isso causará grandes conflitos com a mãe, Joyce (Maria Fernanda Cândido).

— Os temas me escolheram, não fui atrás deles. Acho que estamos vivendo um tempo de embate entre os 'quereres'. Vejo muito isso ao meu redor. São vontades que entram em conflitam e também se harmonizam  — conclui Glória Perez.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Leia mais:

Amores resgatados e vilões derrotados: saiba tudo sobre o final de "A Lei do Amor"

BBB 17 terminará em uma quinta-feira

Isabelle Drummond e Chay Suede conquistam o público na estreia de "Novo Mundo"


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    Santa"Uso de arma de fogo pela polícia é deplorável", diz general sobre atuação da PM nas manifestações em Brasília https://t.co/O3KJc6W5Kc #Le…há 4 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaLíderes do G7 iniciam reunião de cúpula na Itália https://t.co/61C2t3ZCD7 #LeiaNoSantahá 10 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros