"BBB 17": delegacia da Mulher do Rio de Janeiro investigará Marcos por tortura psicológica contra Emilly - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Caso de polícia10/04/2017 | 13h31Atualizada em 11/04/2017 | 13h27

"BBB 17": delegacia da Mulher do Rio de Janeiro investigará Marcos por tortura psicológica contra Emilly

No final de semana, médico gaúcho se envolveu em uma discussão com Emilly com direito a gritos e intimidação

"BBB 17": delegacia da Mulher do Rio de Janeiro investigará Marcos por tortura psicológica contra Emilly Paulo Belote/TV Globo/Divulgação
Marcos e Emilly Foto: Paulo Belote / TV Globo/Divulgação

Após encurralar e intimidar Emilly em discussão no último final de semana, o cirurgião plástico Marcos terá uma ocorrência registrada contra si na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. A diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Rio (DPAM), Marcia Noeli Barreto, determinou o registro de ocorrência após tomar conhecimento da briga. 

O caso será acompanhado pela delegada do DEAM, Viviane da Costa Ferreira Pinto, que irá solicitar à Globo as imagens da confusão.

– Tão logo as imagens estejam em poder da delegacia, as pessoas envolvidas serão intimadas a depor, e a Emilly será encaminhada para o exame de corpo de delito. Por enquanto, o caso está sendo tratado como tortura psicológica, que é considerada violência doméstica e se enquadra na Lei Maria da Penha. Ele não a ameaçou de morte, mas houve forte constrangimento – explicou Marcia Noeli.

Leia mais:
Opinião: público também errou ao deixar Marcos no programa 
Mesmo com todas as polêmicas, Marcos vence paredão e segue no BBB 17

Após eliminação, Marinalva fala sobre Emilly: "Ela acha que é o centro do Universo"

Procurada, a Globo ainda não se manifestou sobre a investigação.

Confronto e repercussão

Na festa da noite de sábado, Marcos e Emilly tiveram uma discussão, com direito a gritos. O médico apontou o dedo no rosto da concorrente e a impediu de sair de perto da parede onde os dois discutiam. Em outro momento, ele segurou a mão de Emilly, e ela reagiu:

– Marcos, está doendo.

No domingo, a hashtag #MarcosExpulso dominou as discussões no Twitter. Usuários da rede social alegam se tratar de uma reação às agressões de Marcos à Emily no BBB17

Mesmo envolvido em diversas polêmicas, Marcos venceu a paranaense Marinalva no paredão de domingo. A paratleta foi eliminada com uma votação expressiva pelo público — 77,17%, enquanto o gaúcho levou somente 22,83% dos votos. 

Antes do anúncio, o apresentador do reality, Tiago Leifert, mostrou, em uma espécie de retrospectiva, os fatos que culminaram na discussão entre Marcos e Emilly, que gerou revolta das redes sociais. Disse que os dois foram chamados ao confessionário e que a produção os alertou que o comportamento do casal preocupa a direção do BBB

— O Big Brother está preparado para interferir e proteger os participantes — afirmou Leifert, para afirmar, em seguida, que Emilly foi aconselhada a denunciar qualquer tipo de violência. 

Depois do anúncio de sua permanência, Marcos comemorou a vitória com Emilly. 

— Acho que a sua permanência aqui é muito mais importante para mim do que para você, porque você está do meu lado — afirmou Emilly. 

Ex-participante do BBB 17, a gaúcha Mayla se manifestou em sua conta no Twitter sobre a agressão de Marcos contra sua irmã, Emilly. 

"Quero deixar claro para todos, meu pai está em contato com a produção. Chegou no limite. Estamos devastados com tudo que vimos", escreveu Mayla na publicação.


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaConfeitaria tailandesa faz sucesso com bolos em forma de cocô de cachorro https://t.co/5KZ80PLIoX #LeiaNoSantahá 24 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaOperação da Deic em SC foca em facção que dava ordens para crimes de dentro de penitenciária https://t.co/JBvOhWaGCV #LeiaNoSantahá 27 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros