Milonga O Silêncio e a Campereada é a vencedora da 25ª Sapecada da Canção Nativa, em Lages  - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Poesia nativista14/06/2017 | 10h57Atualizada em 14/06/2017 | 11h02

Milonga O Silêncio e a Campereada é a vencedora da 25ª Sapecada da Canção Nativa, em Lages 

Com interpretação de Luiz Marenco, escrita por Sergio Carvalho Pereira e música de André Teixeira e Ricardo Comassetto, canção foi destaque na competição, que ainda homenageou os maiores vencedores das últimas edições

Milonga O Silêncio e a Campereada é a vencedora da 25ª Sapecada da Canção Nativa, em Lages  Marcelo Pakinha/Divulgação
Foto: Marcelo Pakinha / Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Os festivais de música nativista ainda são a essência da Festa Nacional do Pinhão, em Lages, muito embora o evento hoje tenha se modernizado e ofereça atrações para todos os gostos. Na última terça, a final da 25ª edição da Sapecada da Canção Nativa mobilizou fãs e artistas ligados ao tradicionalismo. O Silêncio e a Campereada foi eleita a melhor canção deste ano. Além dos shows e da premiação, também foram homenageados os maiores vencedores das 24 edições anteriores.

Foram mais de 300 inscritos para a competição, que hoje já tem fama internacional e recebeu canções até em castelhano. Na segunda-feira, durante a triagem para a final, foram selecionadas 12 canções. Na noite terça, os 12 finalistas se apresentaram junto com os quatro vencedores da 17ª Sapecada da Serra Catarinense. As apresentações ocorreram no espaço nativista da Festa do Pinhão e foram avaliadas por sete jurados.

A canção vencedora, O Silêncio e a Campereada, tem letra assinada pelo gaúcho Sergio Carvalho Pereira e música de André Teixeira e Ricardo Comassetto. Aclamado no meio nativista, Luiz Marenco foi o intérprete da milonga.

Foto: Marcelo Pakinha / Divulgação

As sapecadas foram criadas com o objetivo de preservar e divulgar as raízes culturais da região serrana, além de motivar compositores, poetas, pesquisadores, professores e entusiastas da cultura tradicionalista a valorizar os temas nativos populares.

 Conheça os vencedores

1º lugar
O Silêncio e a Campereada
Letra: Sergio Carvalho Pereira, do Rio Grande do Sul
Música: André Teixeira e Ricardo Comassetto
Intérprete: Luiz Marenco
Ritmo: Milonga

2º lugar
La D'Onde eu Venho
Letra: Rogério Villagran
Música: André Teixeira
Intérprete: André Teixeira
Ritmo: Chamamé

3º lugar
Nos Campos do Amaricá
Letra: Gujo Teixeira e Valério Teixeira
Música: Cristian Camargo
Intérpretes: Joca Martins e Rogério Melo
Ritmo: Chamamé

Foto: Marcelo Pakinha / Divulgação

Conheça os vencedores em todas as categorias:

Música Mais Popular
Memoriais da Nossa Origem

Melhor Intérprete
Pirisca Grecco, com Saudade é Fundo de Campo

Melhor Instrumentista
Juan Losano Carrera (quenna), com Rancho de Barro

Melhor Letra
O Silêncio e a Campereada

Melhor Arranjo
Saudade é Fundo de Campo

Melhor Melodia
Rancho de Barro

Melhor Conjunto Vocal
Nos Campos do Amaricá

Melhor Tema Campeiro
Potrilho, Potro e Pingaço

Melhor Tema sobre a Região Serrana
Memoriais da Nossa Origem

Leia também
Flor do Bem Querer leva o primeiro lugar na Sapecada da Serra Catarinense

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMotociclista fica ferido em acidente com dois caminhões em Blumenau https://t.co/KUM6wPwwFC #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPalcos abertos democratizam a dança com apresentações gratuitas por Joinville https://t.co/pqVbSzFw7O #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros